Campo Grande, Sexta-Feira , 20 de Outubro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
Simone Tebet: 'Qualquer portaria que tente regulamentar ou contrariar o que dispõe a Lei, é inconstitucional'

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 19:00 - em: Principal

A portaria do governo Michel Temer que dificulta a fiscalização do trabalho escravo no Brasil "poderia ser jogada no lixo", afirmou hoje a senadora Simone Tebet (PMDB-MS) no Senado. "O Código Penal é claro ao dizer o que é o trabalho escravo. Qualquer portaria que tente regulamentar ou contrariar o que dispõe a Lei, é inconstitucional. Neste aspecto, podemos jogar essa portaria no lixo", disse que destacou avanços na luta contra o trabalho escravo, citando inclusive Mato Grosso do Sul. Conforme dados do Ministério do Trabalho, nos últimos 20 anos quase 50 mil trabalhadores foram resgatados de situações análogas à escravidão no País. Veja o vídeo.




Pedro Chaves ao Blog: 'Achei que o 'sim' era para suspender a pena; me equivoquei e retifiquei o voto para 'não'

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 17:30 - em: Principal

Repercute em Campo Grande via WhatsApp vídeo da rádio Jovem Pan em que o analista político Augusto Nunes diz que Pedro Chaves, líder é único senador do PSC, recomendou à sua bancada voto em favor da decisão do STF que afastava Aécio Neves do mandato e depois votou contra sua própria recomendação, aprovando o retorno do mineiro ao Senado. Indagado sobre o assunto, o senador Pedro Chaves respondeu hoje via WhatsApp ao Blog: 
 
"Caro Marco Eusébio,
 
Se o Senado aceitasse o afastamento de Aecio, como havia ordenado a turma do STF, estaria aplicando pena antes que fosse ditado o veredicto. Por lado, na votação eu declarei sim, achando que o 'sim' era para suspender a pena. Quando vi que havia equivocado, retifiquei o voto para 'não'."



Remédios para ansiedade são os de maior quantidade para presídios federais como o localizado em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 16:00 - em: Principal

A compra de remédios para presos das cinco penitenciárias federais brasileiras em Campo Grande (MS), Catanduvas (PR), Mossoró (RN) e Porto Velho (RO) custará até R$ 1,8 milhão visando suprir a demanda para um ano. "O item mais caro da lista, que custa R$ 82 por frasco, serve para combater os males da asma. Outros itens chamam a atenção pela quantidade. Cada penitenciária poderá receber até 20 mil comprimidos de Clonazepam, calmante usado para controlar a ansiedade. Para tratar a insuficiência de vitamina C, a estimativa é que cada penitenciária receba 10 mil comprimidos", diz o blog Expresso da Época.




Foram programados sete dia de eventos voltados aos servidores públicos, diz o secretário Carlos Alberto de Assis

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 14:45 - em: Principal

Para celebrar o Dia do Servidor Público (28 de outubro), o Governo de MS programou sete dias de eventos voltados ao funcionalismo estadual. A programação começa na próxima segunda-feira, com homenagem a cerca de 130 servidores ativos há 40 anos, às 15h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo. O encerramento será na segunda seguinte, dia 30, com show regional das irmãs Alzira e Tetê Espíndola e sorteio de prêmios aos servidores. Durante a semana haverá shows da banda Beatles Maníacos, Grupo Sampri, palestras e ações de saúde e lazer. Também será lançado um aplicativo chamado "MS no Rádio", via web e celular, com boletins e programação voltados aos funcionários públicos. "A programação é uma forma de homenagearmos nossos servidores que se empenham todos os dias, e desempenham suas funções com paixão e comprometimento", diz o secretário Carlos Alberto de Assis (Administração), responsável pelos eventos.



Trecho da delação de Funaro à PGR e Joesley Batista com Michel Temer durante inauguração da Eldorado em Três Lagoas

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 13:30 - em: Principal

Michel Temer veio à inauguração da Eldorado celulose, em Três Lagoas (MS), em dezembro de 2012, como presidente em exercício, para prestigiar o evento da holdingJ&F dos irmãos Joesley e Wesley Batista "em sinal de agradecimento" por propina recebida do grupo, disse em delação premiada o doleiro Lúcio Funaro, que também esteve presente ao evento (leia aqui "O doleiro e o teco-teco em Três Lagoas). Funaro contou à Procuradoria-Geral da República (PGR), em 24 de agosto deste ano, que, além de Temer, o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (todos do PMDB) levaram 3,2% de cerca de R$ 32 milhões obtidos por empréstimo pela Eldorado da Caixa Econômica Federal. Funaro disse ainda que a propina foi paga a ele por meio de emissão de notas fiscais frias e que, em seguida, teria repassado o dinheiro para Cunha, "que ficou responsável por distribuir o montante entre Henrique Alves e Michel Temer". (Com CampoGrandeNews)




Depois de gerar suspense com outdoors, campanha de marketing diz que 'O Povo na TV' é líder de audiência em MS

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 12:15 - em: Principal

Fim do suspense. Depois dos outdoors dizendo que "deixa o SBT MS" e gerar especulações sobre suposto convite para outra emissora e até de que deixaria o programa para ser candidato nas eleições de 2018, hoje saiu a nova parte da campanha de marketing do apresentador de TV Tatá Marques conforme divulgado aqui ontem. Via WhatsApp, o Tatá enviou ao Blog a imagem do anúncio de jornal acima dizendo que ele deixa o SBT na liderança de audiência no horário com 'O Povo na TV'.




Bola murcha: campanha inspirada futebol quando o Brasil continua perdendo para sí próprio é gol contra

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 11:00 - em: Papo de Arquibancada

Do site O Antagonista:
 
"Tite tem de processar Elsinho Mouco.
 
O marqueteiro do Palácio do Planalto, diz Andreza Matais, preparou uma campanha em que Michel Temer é comparado ao técnico brasileiro e Dilma Rousseff é associada a Felipe Scolari.
 
'A campanha é inspirada na derrota do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha e na reviravolta do time com a mudança do técnico.'
 
O Brasil continua perdendo de goleada."



Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 10:20 - em: Principal




Trabalho escravo 'liberado' pode ser tiro no pé' do governo e dos setores de exportação: setor em risco para beneficiar bandidos

Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 09:00 - em: Principal

A mudança nas regras na definição de trabalho escravo no Brasil – que agradam a bancada ruralista em um momento em que Michel Temer faz o que pode para angariar votos na Câmara para se manter no poder – pode sair pela culatra. Membros da União Européia sinalizam que essas mudanças podem prejudicar as exportações do Brasi, diz a Folha de S.Paulol. O ex-ministro Rubens Ricupero disse ao jornal que esse "1retrocesso" leva o país aos anos 90 nas vendas externas. Ou seja, prejudicar trabalhadores e todo um setor pelo interesse de alguns, além de maldade, parece burrice coletiva.




Postado por Marco Eusébio , 19 Outubro 2017 às 08:00 - em: Principal

O Estado de S.Paulo - SP
"Temer vence na CCJ e Maia marca votação de denúncia no dia 25"
 
O Globo - RJ
"Câmara deve absolver Temer por ampla maioria"
 
Folha de S.Paulo - SP
"Comissão da Câmara rejeita a 2a. denúncia contra Temer"
 
Correio do Estado - MS
"Comissão da Câmara rejeita 2ª denúncia contra Temer"
 
O Estado - MS
"Comissão rejeita segunda denúncia contra Temer"
 
Correio Braziliense - DF
"Brasília, uma capital com sede de chuva"
 
Diário de Cuiabá - MT
"Cabo Geron acusa Gaeco e juíza Selma de grampos ilegais"
 
A Tarde - BA
"CCJ da Câmara rejeita 2ª denúncia contra Temer"
 
Estado de Minas - MG
"CCJ rejeita segunda denúncia contra Temer"
 
Zero Hora - RS
"Comissão da Câmara rejeita a segunda denúncia contra Temer"
 
Jornal do Commercio - PE
"Falta energia. Sobram problemas"
 
Diário Catarinense - SC
"Defensoria pede liberdade a suspeitos de liderar facção"
 
Gazeta de Alagoas - AL
"CCJ recomenda rejeição da 2ª denúncia contra Temer"