Campo Grande, Quinta-Feira , 21 de Setembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: economia

Sede da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, a Assomasul, em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 20 Setembro 2017 às 12:15 - em: Principal

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 41 – incluindo Campo Grande – receberão uma fatia menor na cota da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no exercício financeiro de 2018, enquanto 38 terão mais dinheiro no bolo, incluindo Dourados, maior cidade do interior. É o que aponta Resolução da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) publicada no início da semana no Diário Oficial. O município que mais perdeu foi Alcinópolis, cujo índice atual de recebimento do ICMS é 1,0067 e passará a ter 0,7310 em 2018. Selvíria lidera a alta dos índices, que passará dos atuais 0,5478 agora para 1,1058 ano que vem. Veja a relação das cidades que vão ter aumento e redução na cota do ICMS aqui no site da Associação dos Municípios (Assomasul).




Posto de pedágio da para a concessionária CCR MS Via no município de Jaraguari - na saída de Campo Grande rumo à Cuiabá

Postado por Marco Eusébio , 11 Setembro 2017 às 17:30 - em: Principal

A partir da próxima quinta-feira, quem trafegar pela rodovia BR-163 em Mato Grosso do Sul vai pagar mais caro pelo pedágio cobrado pela concessionária CCR MS Via. O reajuste foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) conforme resolução publicada hoje no Diário Oficial da União. No caso de um carro de passeio, o aumento em cada praça de pedágio vai variar de 40 a 50 centavos. Quem passar pelos nove pontos de pedágio que vão de Mundo Mundo, no extremo sul do estado, até Sonora, na divisa com o vizinho Mato Grosso, percorrendo 845 km e paga hoje R$ 55,40 vai passar a pagar R$ 59,20 num reajuste médio de pelo menos 6,85%. (Com G1 MS)




Promoção provoca invasão de compradores em Pedro Juan Caballero onde as lojas amanheceram hoje com extensas filas nas portas

Postado por Marco Eusébio , 07 Setembro 2017 às 12:45 - em: Principal

Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), amanheceu com extensas filas em frente às principais lojas nesta quinta-feira que abre a 6ª Black Friday Fronteira. O feriado da Independência no Brasil ajuda e hoteis e pousadas das duas cidades estão lotados, movimentando restaurantes e o comércio em geral. A promoção com descontos de até 50% se estende até domingo e organizadores esperam receber pelo menos 100 mil turistas e movimentar até 30 milhões de dólares no período, informa o jornal paraguaio ABC Color.




Exportação de carne bovina do Brasil em agosto teve o melhor resultado mensal em oito anos, passando distante da crise

Postado por Marco Eusébio , 06 Setembro 2017 às 13:30 - em: Principal

Apesar do abalo no setor no primeiro semestre com a Operação Carne Fraca, com a delação da JBS e a endêmica crise política que tudo atrapalha, o mercado da carne vai tocando sua boiada distante da crise econômica. "O Brasil exportou em agosto 123 mil toneladas de carne bovina — é o melhor resultado mensal em oito anos. Foram 50% a mais do que agosto do ano passado, com uma receita de US$ 528 milhões. Nos primeiros oito meses de 2017, foram exportadas 755 mil toneladas. Um total de US$ 3,5 bilhões, ante as 738 mil toneladas  (US$ 2,9 bilhões) do mesmo período do ano passado" diz o Lauro Jardim em blog no O Globo.




Um dos motivos do reajuste, diz a Petrobras, foi o furacão Harvey na cidade de Houston (EUA), uma das maiores exportadoras

Postado por Marco Eusébio , 06 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Passa a valer a partir de hoje reajuste de 12,2% para o gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, o chamado gás de cozinha, vendido em botijões de até 13 quilos. O aumento foi decidido pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) da Petrobras e anunciado ontem pela estatal. O Gemp considerou para efeito de ajuste o cenário externo de estoques baixos, além dos reflexos de eventos climáticos, como o furacão Harvey, na maior região exportadora mundial do produto, que é a cidade de Houston, no Texas (EUA), cujos terminais permanecem fora de operação, o que afeta o mercado internacional. Com a menor disponibilidade de gás, os mercados consumidores, inclusive o brasileiro, sofreram aumento de preço.




George, com a avó, que oferece serviço na Capital e anúncios na OLX de Nathalia (Campo Grande) e Tuta, de Dourados

Postado por Marco Eusébio , 31 Agosto 2017 às 16:30 - em: Principal

Depois de a imprensa nacional divulgar nesta semana a atividade de "neto de aluguel", nova alternativa de trabalho para quem está desempregado ou quer complementar a renda, já surgiram candidatos em Mato Grosso do Sul. No site da OLX há pelo menos dois anúncios ofertando o serviço, como o de Nathalia de Campo Grande e o de Tuta de Dourados, publicados na terça-feira. Os candidatos a "netos de aluguel" se oferecem para passear, conversar e ensinar idosos a mexer com tecnologias como celular e computador. Em Campo Grande, depois de publicar um desses anúncios, o tecnólogo em informática George Maiko Ogeda Bourdokan, de 28 anos, virou notícia no site Midiamax (leia aqui).




Henrique Meirelles depende de a economia começar a deslanchar até o início do ano para virar candidato

Postado por Marco Eusébio , 30 Agosto 2017 às 09:00 - em: Principal

Henrique Meirelles, embora não confesse, pretende disputar a sucessão de Michel Temer em 2018 e teria apoio de seu partido, o PSD. Mas sabe que só terá chances reais com uma melhora respeitável da economia a partir do início do ano que vem, disse à agência Reuters fonte próxima ao ministro. "Ele sabe que tudo depende da economia. Se tivermos resultados significativos ele é um forte candidato", disse a fonte cujo nome não foi revelado pela agência de notícias. "Como um Fernando Henrique foi para Itamar", acrescentou. Procurado pela Reuters, Meirelles disse que seu foco agora é só o trabalho no ministério.




Fábrica da Eldorado Celulose, controlada pelo grupo J&F dos irmãos Batistas, em Três Lagoas

Postado por Marco Eusébio , 28 Agosto 2017 às 11:00 - em: Principal

A empresa indonésia Asia Pulp & Paper (APP) está perto de comprar a brasileira Eldorado Celulose, controlada pela J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista, que tem fábrica em Três Lagoas. Conforme o Estadão de S.Paulo, a aquisição do controle da companhia deve ser anunciada nos próximos dias, por cerca de R$ 15 bilhões. Metade deve ir para o caixa da J&F, que detém 80% na Eldorado. A outra metade seria para pagar dívidas da companhia, em torno de R$ 8 bilhões. A oferta supera a da Fibria, maior companhia do setor, que estaria disposta a pagar até US$ 12 bilhões pelo ativo. A chilena Arauco chegou a ofertar R$ 14 bilhões pela companhia, valor que caiu a R$ 11,5 bilhões após auditoria nas contas da empresa, informa o Estadão.




Decisão de congelar salários de servidores foi tomada em reunião de Michel Temer com equipe econômica

Postado por Marco Eusébio , 10 Agosto 2017 às 14:00 - em: Principal

O governo vai congelar por um ano o reajuste dos servidores federais. A decisão, conforme o blog do jornalista Lauro Jardim em O Globo, foi tomada na longa reunião de ontem de Michel Temer e sua equipe econômica quando ficou também definido o anúncio da nova meta fiscal. "Portanto, previsto para janeiro, o aumento só será dado em janeiro de 2019 – se, claro, Temer não voltar atrás no que foi definido na reunião", diz Jardim. Entre as categorias afetadas, auditores da Receita e do Trabalho, diplomatas e médicos peritos da Previdência. A economia prevista é de R$ 11 bilhões no ano. "A ideia de não dar o reajuste já vinha estudada pela equipe econômica desde o mês passado", acrescenta.




Produtos de vestuário devem ser os mais procurados, conforme pesquisa da Fecomércio e do Sebrae-MS

Postado por Marco Eusébio , 08 Agosto 2017 às 16:00 - em: Principal

Metade dos consumidores de Mato Grosso do Sul pretende comprar presentes para o Dia dos Pais e cogita gastar até R$ 124 em média, 5% a mais do que no ano passado, o que deve injetar R$ 79 milhões na economia regional, diz o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS e do Sebrae. O estudo prevê aumento nas vendas em cidades como Naviraí (123%), Aquidauana (40%) e Campo Grande (16%). Os produtos mais procurados devem ser artigos de vestuário (40%), calçados (14%) e perfumes (13%).