Campo Grande, Quinta-Feira , 18 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: economia

Etanol e gasolina estão entre os produtos que mais pesaram na balança da inflação em 2017 na Capital

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 16:30 - em: Principal

A inflação em Campo Grande fechou o ano de 2017 em 2,6%, bem abaixo da meta inflacionária de 4,5%, estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), conforme o Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais (Nepes) da Uniderp. O índice foi o menor da série histórica do Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC-CG) desde 2006, quando ficou em 2,29%. O resultado incluiu também a inflação de dezembro, 0,42%, segundo maior porcentual em 2017, só inferior ao de 0,43% registrado em janeiro do ano passado. "A inflação ainda permanece controlada, o que indica que as medidas econômicas tomadas pelas autoridades estão surtindo os efeitos esperados. Também há que se que considerar que, em 2017, o Brasil colheu uma supersafra de grãos, o que possibilitou a estabilização e até a baixa em alguns produtos do grupo Alimentação, favorecendo a queda da inflação. Outros motivos são o alto desemprego no país, os juros ainda elevados e o grande endividamento da população, reduzindo a demanda, inclusive, em produtos de alimentação", explica o coordenador do Nepes-Uniderp, Celso Correia de Souza.




Indústria de chapas de madeira reconstituída de média densidade da Asperbras, em Água Clara

Postado por Marco Eusébio , 11 Janeiro 2018 às 17:40 - em: Principal

O grupo Asperbras anuncia para março a fábrica de placas de madeira de média densidade (MDF) que construiu em Água Clara (MS), num investimento que totaliza R$ 375 milhões, sendo R$ 300 milhões no projeto instalado em uma área de 500 mil m² e outros R$ 75 milhões aplicados no plantio de florestas de eucaliptos, que deve chegar ao total de 36 mil hectares de área plantada. "A unidade industrial da GreenPlac é um dos maiores investimentos do nosso grupo", diz o CEO da Asperbras, José Roberto Colnaghi. "Serão criados 700 empregos diretos e indiretos na região", completa o empresário. O executivo diz que a GreenPlac pretende disputar o mercado de MDF com os principais players do setor. Nesse sentido, escolheu estrategicamente a cidade de Água Clara, próxima das áreas de floresta plantada de Mato Grosso do Sul.




Em seis meses a gasolina acumula alta de 28,05% e do diesel 24,36% depois de quase 120 reajustes feitos pela Petrobras

Postado por Marco Eusébio , 10 Janeiro 2018 às 13:45 - em: Principal

Ano novo, velhas notícias. Um dia depois de divulgar corte de 0,2% no preço do diesel e aumento de 0,7% no da gasolina comercializados nas referinarias, válidos a partir de hoje, a Petrobras anunciou nesta quarta-feira aumentos de 1,4% no preço da gasolina e de 1% no do diesel, nas refinarias, válidos a partir de amanhã, diz o jornal Valor. Desde o início da nova política de ajustes adotada em 3 de julho, a estatal do petróleo reajustou os preços quase 120 vezes. Nesses seis meses a gasolina acumula alta de 28,05% e do diesel 24,36%.




Agências da Secretaria de Fazenda: recuperação de dívidas atrasadas superou expectativas do governo

Postado por Marco Eusébio , 04 Janeiro 2018 às 15:30 - em: Principal

O governador Reinaldo Azambuja previa arrecadar cerca de R$ 120 milhões em impostos atrasados com o Programa de Regularização Fiscal do Estado (Refis), mas o resultado superou as expectativas mais do que quatro vezes mais, com R$ 503,8 milhões negociados. Desse total, foram arrecadados até terça-feira (2), R$ 204,1 milhões em débitos de ICMS, IPVA e Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD). Como o programa previa parcelamento, o governo tem previsão de receber em 2018 R$ 107,7 milhões e outros R$ 192 milhões em anos posteriores.




Richard Back: 'Todo mundo vai evitar aparecer com Temer, mas terá de passar por ele em algum momento'

Postado por Marco Eusébio , 03 Janeiro 2018 às 13:30 - em: Principal

Michel Temer será o "posto Ipiranga" da política em 2018, diz Richard Back, analista político da XP Investimentos, uma das maiores instituições financeiras do Brasil, em entrevista ao InfoMoney. "Temer é importante. Até temos brincado que ele vai ser o posto Ipiranga neste ano: todo mundo em algum momento tem que passar para abastecer, mas ninguém tira foto e posta na rede social. Muita gente vai evitar aparecer com Temer, mas todo mundo tem que passar por ele em algum momento". Na avaliação do analista, caso o governismo caminhe junto e não cometa grandes equívocos, dificilmente não ocupará uma das vagas para o segundo turno das eleições presidenciais. Para Back, apesar da baixa popularidade, o presidente da República "é um operador competente dos meandros políticos, sabe como se mexer e fazer outras peças se moverem e é importante para a formação de alianças". Leia aqui a íntegra no InfoMoney.



Pesquisa d SPC Brasil e CNDL aponta que 45% dos brasileiros pretende juntar dinheiro em 2018

Postado por Marco Eusébio , 02 Janeiro 2018 às 17:00 - em: Principal

A grande meta dos brasileiros para 2018 é juntar dinheiro, diz pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Quase metade dos brasileiros entrevistados na pesquisa (45%) disse que pretende juntar dinheiro este ano ou sair do vermelho (27%). Mais da metade dos entrevistados (54%) disse ainda estar mais otimista com o cenário econômico para este ano e 58% acreditam que sua vida financeira será melhor. Entre os principais medos para 2018 estão problemas de saúde (40%), ser vítima de violência ou de assalto (32%) e não conseguir pagar as dívidas (31%). Já o maior problema do país a ser resolvido neste novo ano está a corrupção, que foi lembrada por 86% do total dos entrevistados, seguida pela crise econômica (61%), a violência (58%), a saúde (47%), a educação (41%) e o desemprego (37%). (Com Agência Brasil)




Reajuste concedido por Michel Temer ao mínimo é o menor índice em 25 anos

Postado por Marco Eusébio , 29 Dezembro 2017 às 15:30 - em: Principal

Michel Temer assinou hoje decreto que fixa em R$ 954 o valor do salário mínimo em 2018 que entrará em vigor na segunda-feira, num aumento de R$ 17 ao valor atual de R$ 937. O índice de reajuste de 1,81% que será publicado em edição extra do "Diário Oficial da União" nesta derradeira sexta-feira de 2017 é o menor em 25 anos.




Resultado deixou Mato Grosso do Sul com quarto pior resultado, só atrás dos vizinhos Mato Grosso, Goiás e São Paulo

Postado por Marco Eusébio , 27 Dezembro 2017 às 14:00 - em: Principal

Mato Grosso do Sul fechou 2,4 mil vagas de emprego em novembro e teve o pior desempenho no mês em doze anos, conforme levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado hoje pelo Ministério do Trabalho. No estado, só o comércio abriu postos de trabalho formal no mês passado, devido à chegada das vendas de fim de ano: 307. A administração pública ficou com saldo zerado. As demissões superaram as contratações na indústria de transformação (-869), serviços (-747), agropecuária (-744), construção civil (-361), serviços industriais de utilidade pública (-28) e extrativa mineral (-2). O resultado deixou MS como o estado com quarto pior desempenho no país, só atrás dos vizinhos Mato Grosso (-5.804), Goiás (-6.163) e São Paulo (-17.611). 
 
No Brasil, o saldo de empregos formais teve resultado negativo em novembro, com redução de 12.292 vagas (0,03%) em relação ao estoque do mês anterior. Só 13 das 27 unidades federativas tiveram variação positiva. O Rio Grande do Sul liderou com um saldo positivo de 8.753 empregos formais. "Esse saldo negativo não significa uma interrupção do processo de retomada do crescimento econômico do país", diz o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, frisando que de janeiro a novembro foram criados 299.635 novos postos de trabalho no país, o que comprova que a economia segue em processo de retomada. "A economia está crescendo de forma gradual. A melhor forma de distribuição de renda é o emprego. Estamos otimistas. O Brasil vai dar certo", acrescenta o ministro.



Para sacar 50 mil reais ou mais na 'boca do caixa' agora, cliente tem de avisar o banco com três dias úteis de antecedência

Postado por Marco Eusébio , 27 Dezembro 2017 às 13:00 - em: Principal


Azambuja, acompanhado de Sérgio Longe, visita o ISI Biomassa inaugurado hoje no Senai de Três Lagoas

Postado por Marco Eusébio , 15 Dezembro 2017 às 19:15 - em: Principal

Três Lagoas ultrapassou Campo Grande e se consolidou como principal pólo industrial do estado, detendo agora o maior PIB Industrial de Mato Grosso do Sul. "O desempenho de Três Lagoas chegou a R$ 4,23 bilhões, o que equivale a 26% do PIB Industrial total do Estado, conforme divulgado pelo IBGE ontem", afirmou o presidente da Federação das Indústrias (Fiems) Sérgio Longe, hoje, na inauguração do Instituto Senai de Inovação em Biomassa em Três Lagoas, com participação do governador Reinaldo Azambuja.

Longen lembrou uma pesquisa da Fiems feita em 2008 projetava que em 2015 Três Lagoas assumiria o 1º lugar no PIB Industrial de MS. "Passados nove anos, o PIB oficial dos municípios do Estado confirmou a projeção", declarou. "A indústria é, de longe, o setor mais representativo no PIB de Três Lagoas, respondendo por 59% de toda riqueza gerada na cidade". O empresário acrescentou que um outro estudo da Fiems projetou que em 2020 o PIB industrial de Três Lagoas será o dobro do segundo colocado. "Provando que Campo Grande é a capital do Estado, mas Três Lagoas, mais do que nunca, se consolida como a capital da indústria", salientou.