Campo Grande, Segunda-Feira , 26 de Junho - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: revista-epoca

Carlos Marun defende Temer e chama Joesley de

Postado por Marco Eusébio , 17 Junho 2017 às 16:00 - em: Principal

Em defesa de Michel Temer, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) divulgou nota na tarde deste sábado em que ataca Joesley Batista e desqualifica as declarações do empresário à revista Época, chamando o presidente de chefe da "maior organização criminosa do Brasil". Na nota, Marun chama Joesley de "super delinquente", "cachorro", "meliante" e "chefe de quadrilha"
 
Leia a íntegra:
 
"Em relação a entrevista do super delinquente Joesley Batista, faço as seguintes considerações:
 
1 - Trata-se de um desfile de acusações genéricas, sem que em nenhum momento tenha sido colocado sequer um único ato ilegal que o Pres Temer tenha praticado em benefìcio do grupo econômico que hoje sabemos tratar-se de uma organização criminosa;
 
2 - Não é demais lembrar que este cachorro (forma como os delatores colaboradores eram conhecidos durante a ditadura) esteve por mais de 40 minutos gravando o presidente e nada conseguiu tirar dele de realmente criminoso ou comprometedor;
 
3 - Cumpre destacar que o criminoso não se refere a Lula, Dilma e ao PT, em cujos governos seu patrimônio teve um absurdo crescimento, e nem ao fato de ter sido antecipadamente avisado da eclosão do escândalo, o que lhe permitiu operar na véspera no câmbio e na bolsa, garantindo o ganho de mais alguns bilhões;
 
4- É óbvio que orientado por sua defesa o meliante tenta proteger seu escandaloso e benevolente acordo de delação, que está sendo contestado na justiça já que a lei veda o perdão judicial a chefes de quadrilha delatores. 
 
Em resumo, trata-se de mais um capítulo desta novela em que se constitui a Conspiração Asquerosa que tenta acabar com as Reformas, depor o Pres Temer e garantir exílio dourado para Joesley e para os outros delinquentes que o cercam.
 
CARLOS MARUN
DEP. FEDERAL"



Na entrevista publicada na nova edição da Época, Joesley diz que pagamento de propina começou em MS

Postado por Marco Eusébio , 17 Junho 2017 às 14:15 - em: Principal

Na entrevista à revista Época em que acusa Michel Temer de chefiar a maior "organização criminosa do Brasil", o empresário Joesley Batista, dono da JBS, diz que o grupo inaugurou esse sistema de pagar propina em Mato Grosso do Sul. "A primeira vez que fui abordado com essa forma de operar foi em Mato Grosso do Sul, no governo Zeca do PT. Vi uma estrutura organizada no andar de cima, com o governador. As coisas no estado só funcionariam dentro da normalidade se estivéssemos alinhados com ele. Esse esquema perdurou até hoje. Foi do PT ao PMDB e, agora, está no PSDB. Tudo com o mesmo modelo, o mesmo modus operandi. Mudam os nomes, mas o sistema permanece igual".




Chamado de chefe da maior 'organização criminosa do Brasil', Temer promete processar Joesley Batista

Postado por Marco Eusébio , 17 Junho 2017 às 13:30 - em: Principal

Em nota divulgada na tarde deste sábado, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República diz que Michel Temer vai acionar a Justiça na segunda-feira contra Joesley Batista, a quem chama de "badido notório". A nota rebate entrevista do empresário à revista Época, da Globo, em que Joesley acusa o presidente de chefiar "a maior e mais perigosa organização criminosa do Brasil" e diz que ele não tinha "cerimônia" em pedir dinheiro para o PMDB. Na nota, o Planalto acusa Joesley de "desfiar mentiras" e critica o acordo de delação premiada que concede perdão judicial a Joesley nas ações em andamento na Lava Jato e o livra de ser denunciado como réu em novas ações. Conforme a nota, os crimes admitidos pelo empresário "somariam mais de 2000 mil anos de detenção". (Com G1)




Consultado pela revista Época, Odilon desconversou: 'é apenas um projeto em cogitação interna'

Postado por Marco Eusébio , 01 Junho 2017 às 11:00 - em: Principal

Por Nonato Viegas no blog Expresso da Época:
 
"O presidente do PDT, Carlos Lupi, já considera como certa a candidatura do juiz federal Odilon de Oliveira ao governo de Mato Grosso do Sul, em 2018. O magistrado foi responsável por decisões importantes contra traficantes de drogas, como Fernandinho Beira-Mar, e pelo desmantelamento de quadrilhas. Odilon se aproximou do ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência da República, pela mesma legenda. Procurado por Expresso para falar sobre seus planos, o juiz desconversou. Disse que 'política é apenas um projeto em cogitação interna'. Odilon de Oliveira vai se aposentar no fim do ano."