Campo Grande, Segunda-Feira , 20 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: tasso-jereissati

Tasso, que deve enfrentar grupo apoiado por Aécio na convenção, foi destituído hoje da presidência interina do PSDB

Postado por Marco Eusébio , 09 Novembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Licenciado da presidência do PSDB desde maio, quando foi acusado de pedir R$ 2 milhões a Joesley Batista, o senador Aécio Neves (MG) reassumiu hoje o cargo e destituiu da presidência interina o senador Tasso Jereissati (CE), um dia depois que o cearense oficializar sua candidatura ao comando da sigla. 
 
Aécio alegou haver necessidade de "isonomia" entre os candidatos. Tasso deve ter como adversário o governador de Goiás Marconi Perillo, apoiado pelo grupo de Aécio. Até a disputa, em dezembro, o ex-governador de SP, Alberto Goldman, mais velho entre os vice-presidentes da sigla, ocupará a presidência interina do PSDB. 
 
Tasso afirmou em coletiva à imprensa que Aécio pediu que ele renunciasse, para haver equilíbrio na disputa. "Eu sabia que não era isso. E pedi apenas que falasse comigo com toda franqueza, que ele não queria que eu fosse presidente nem candidato, pois temos hoje diferenças profundas", disse Tasso, contando que pediu para ser destituído, para "ficar bem nítida a nossa diferença". Aécio, prontamente, atendeu seu pedido.



Marun em entrevista a Mariana Godoy na Rede TV diz que de 80% dos citados, ganharia uma eleição indireta
Ao comentar em entrevista ao vivo ao programa da Mariana Godoy na Rede TV! sobre especulações de supostos nomes que poderão ser eleitos em pelo Congresso caso de Michel Temer deixe o cargo ou seja cassado pelo TSE, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) declarou:
 
– "De 80% daqueles que estão alí [sendo citados], eu ganho uma eleição indireta lá na Câmara".
 
Mariana cita nomes como Henrique Meirelles, Tasso Jereissati, Nelson Jobim... Marun repete, "eu ganho".
 
Indagado se também ganharia de Rodrigo Maia (DEM-RJ), o deputado contemporiza dizendo que o presidente da Câmara está tendo uma conduta coerente.
 
Por fim, Marun faz questão de frisar que não vai acontecer eleição, porque Temer continuará no cargo. Porém admite:
 
– "Mas aí é torcida!"
 
Veja o vídeo abaixo:
 




Meirelles, Jobim e Tasso Jereissati são citados. A Câmara quer eleger um deputado se Temer cair

Postado por Marco Eusébio , 26 Maio 2017 às 17:15 - em: Principal

Enquanto Michel Temer repete que não vai renunciar por causa das gravações da dupla Joesley & Wesley da JBS, e o PT e aliados pressionam por "diretas já" visando eleger Lula de novo, crescem as especulações de suposto acordo para que o presidente seja cassado no julgamento da chapa Dilma-Temer pelo TSE no início de junho e sobre nomes para comandar o Planalto com o compromisso de aprovar as reformas propostas pelo atual governo.

Entre os principais citados na imprensa nacional para ser eleitos como presidente e vice para um mandato tampão em votação indireta pelo Congresso, conforme prevê a Constituição em caso de vacância de titular e vice na segunda metade do mandato, estão o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), o ex-ministro Nelson Jobim (PMDB) e até a presidente do Supremo Cármen Lúcia.

Nessa lista pode ser incluído, por fora mas com apoio, um deputado federal, já que a maioria na Câmara não admite um nome fora da casa se Temer vier a cair, divulga hoje o site da Veja:

"Os deputados torcem o nariz, inclusive, para senadores. Hoje, o 'outsider' que, se trabalhar muito, teria alguma chance de vencer uma eleição indireta é Henrique Meirelles. Atrás dele, vem Nelson Jobim, mas com bem menos fãs entre as excelências", diz Gabriel Mascarenhas no blog da Radar, da revista.