Campo Grande, Terça-Feira , 17 de Outubro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: servidores

Diretores da Associação de Cabos e Soldados reunidos hoje em Campo Grande fixaram dia 18 como prazo final

Postado por Marco Eusébio , 09 Agosto 2017 às 15:15 - em: Principal

Rejeitando o reajuste linear de 2,94% oferecido pelo Governo de MS ao funcionalismo público em geral, diretores da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul (ACS) da Capital e do interior reunidos hoje em Campo Grande fixaram para a sexta-feira da semana que vem, dia 18, como prazo final para que o Executivo apresente uma contraproposta aos policias e bombeiros militares. "Na data, uma assembleia geral da categoria será realizada, onde até mesmo um aquartelamento poderá ser desencadeado", diz nota enviada à imprensa pelo presidente ACS, Edmar Soares da Silva.




Excesso de aposentadorias poderá provocar enorme pressão sobre gastos com a Previdência em 10 anos, conforme o Ipea

Postado por Marco Eusébio , 04 Agosto 2017 às 19:00 - em: Principal

Um terço dos funcionários públicos federais do País já completou 50 anos e deve atingir a idade mínima necessária para se aposentar na próxima década. O contingente que chega a quase dois milhões de pessoas deve provocar enorme pressão sobre os gastos com a Previdência, conforme nota técnica do Ipea. Dentre os casos mais preocupantes estão os militares: mais de 40% têm de 41 a 50 anos, e se aposentam cada vez mais cedo. A situação também tende a se agravar nos Estados. (Com O Globo)




PDV lançado por Temer é o primeiro desde o governo de Fernando Henrique Cardoso que desligou 5 mil servidores

Postado por Marco Eusébio , 25 Julho 2017 às 09:00 - em: Principal


Cabo Almi, Picarelli, Coronel David, Júnior Mochi e Felipe Orro durante reunião com servidores no plenário hoje

Postado por Marco Eusébio , 14 Julho 2017 às 19:00 - em: Principal

A partir de agosto, após o recesso, fica proibida a venda de produtos como salgados, roupas, lingeries, bijouterias e até hortaliças oferecidas pelo "homem da folhinha" dentro da Assembleia e nos seus estacionamentos. A medida vale para ambulantes e para os próprios funcionários e foi anunciada hoje pelo deputado corregedor Maurício Picarelli durante reunião do presidente da Casa, Júnior Mochi, com servidores. 
 
Foi a primeira vez que um presidente da Assembleia reuniu todos os servidores para uma conversa. Além de Mochi (PMDB) e Picarelli (PSDB), o encontro contou com participação dos deputados Cabo Almi (PT), Coronel David (PSC) e Felipe Orro (PSDB).
 
Os funcionários, que a princípio estavam receosos sobre o que viria no inédito encontro, saíram satisfeitos com a aproximação. Entre outras coisas, Mochi agradeceu o empenho dos servidores, solicitou para que tenham sentimentos de cuidado e proteção pela Casa e pediu a todos o acolhimento aos concursados que serão convocados a partir do mês que vem.



Ex-prefeita de Eldorado, Mara disse que foi chamada de 'cigarreira' em alusão ao contrabando de cigarros na região

Postado por Marco Eusébio , 06 Junho 2017 às 14:00 - em: Principal


Salários estão disponíveis para saque neste último sábado de abril

Postado por Marco Eusébio , 29 Abril 2017 às 09:00 - em: Principal

Em tempos de crise, feriadão dos servidores públicos estaduais com dinheiro no bolso em Mato Grosso do Sul. Por determinação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) o salário do funcionalismo está disponível desde as primeiras horas deste sábado nas contas dos mais de 70 mil ativos e inativos. São R$ 450 milhões de reais da folha bruta colocados em circulação, que ajudam a aquecer o comércio e demais setores da economia regional, disse o secretário Carlos Alberto de Assis (Administração).




Michel Temer disse que não há mais espaço para concessões

Postado por Marco Eusébio , 24 Abril 2017 às 10:15 - em: Principal

Diante de pressões para manter benefícios a servidores públicos, Michel Temer convocou líderes da base aliada e ministros ao Palácio do Jaburu neste fim de semana para dar um basta a novas concessões na reforma da Previdência e cobrou empenho máximo para aprovar a proposta sem novos atrasos. "Não há espaço para concessão", disse o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). O ministro Moreira Franco alertou que a reforma é necessária "para evitar que a União se transforme em um Rio de Janeiro".