Campo Grande, Segunda-Feira , 19 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: seguranca-publica

Comunicado do Exército para todas as organizações militares foi divulgado no Twitter nesta noite

Depois de reunião hoje com Michel Temer, acompanhado do general Braga Netto, interventor na segurança pública do Rio de Janeiro, o comandante do Exercito, general Villas Boas, mandou distribuir comunicado a todas as organizações militares do Brasil comunicado informando que na audiência com o presidente foram apresentados "alguns pontos que devem ser detalhados e regulamentados em Decreto Presidencial complementar". "O Comandante do Exército, em face da gravidade da crise, entende que a solução exigirá comprometimento, sinergia e sacrifício dos poderes constitucionais, das instituições e, eventualmente, da população", diz a nota. Leia a íntegra aqui no site do Exército Brasileiro.




Exército vai assumir o comando das forças policiais e bombeiros e terá poder de prisão de seus membros

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

O governo federal decreta hoje intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro. O interventor será o general Walter Souza Braga Neto, do Comando Militar do Leste, que, na prática, vai substituir o governador na área de segurança pública. O Exército vai assumir o comando das forças policiais, bombeiros e área de inteligência, com poder de prisão de seus membros. A decisão foi tomada pelo presidente Michel Temer após tensa reunião na noite anterior no Alvorada com o governador Luiz Fernando Pezão, os presidentes do Senado, Eunício Oliveira, da Câmara, Rodrigo Maia, e ministros. O decreto já começa a valer a partir da publicação. Pela Constituição, cabe ao presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), convocar sessão para que as duas Casas Legislativas aprovem ou rejeitem a intervenção em dez dias. Enquanto a intervenção estiver em vigor, a Constituição não pode ser alterada, o que impede a reforma da Previdência.




Casa foi invadida apesar de trinco e cadeado e gavetas vasculhadas por ladrão no Jardim Imá

Postado por Marco Eusébio , 26 Janeiro 2018 às 12:15 - em: Principal

Tá feia a coisa em Campo Grande. Depois de ter sua casa no Jardim Imá invadida por "amigos do alheio" que levaram computador, anel de ouro e TV de 43 polegadas, deixando um prejuízo avaliado em R$ 15 mil, o Alexandre Montello, sócio da Shapeweb, empresa que cria e faz manutenção em sites (responsável pela criação do Blog), ficou frustrado ao procurar ajuda da polícia e fez hoje o seguinte desabafo público no Facebook: 
 
"Nota de indignação
 
Ontem assaltaram a minha casa e da minha esposa, levaram tudo que tinha de maior valor.
 
O primeiro momento foi o susto quando vimos a casa aberta. Corremos e verificamos o que tinham levado. No desespero, a quem recorrer? Liguei para a policia, 190, e pedi informações do que fazer e se eles podiam ir fazer uma vistoria no bairro, e a única informação que tive foi que eu deveria ir para a delegacia civil mais próxima. Nem endereço do local quiseram saber.
 
Fui para a polícia civil, e a primeira pergunta foi se eu tinha encostado em alguma coisa... Logicamente que sim! Penso eu que a primeira coisa que um ser roubado faz é tentar quantificar o tamanho do prejuízo e para tal precisa encostar. Com isso conclui-se que nem irão até a minha casa procurar digital do assaltante. O atendimento apesar de algumas grosserias do policial, terminou bem. Porém o mesmo deixou claro que dificilmente irá encontrar algo e que não irão buscar informações.
 
Com informações da vizinha... o assaltante passou por ela que estava varrendo a calçada no momento, deu bom dia e entrou na casa como se nada estivesse acontecendo.
 
Conclusão, com tudo isso que pagamos de impostos, não estamos nem perto de estar protegido... os bandidos estão cada dia mais cara de pau. Grade de proteção, porta reforçada e cerca elétrica, ajuda, mas não resolve.
 
Salve-se quem puder!"



Deputados começaram ontem votação de projetos de um pacote de medidas para reforçar a segurança pública

Postado por Marco Eusébio , 08 Novembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Projeto que acaba com atenuante de pena no Código Penal para criminosos menores de 21 anos foi aprovado pela Câmara ontem e segue à apreciação do Senado. A proposta também elimina a redução pela metade dos prazos de prescrição (depois do qual o criminoso não pode mais ser punido) de crime cometido por menor de 21 anos. Esses atenuantes foram mantidos para pessoas com mais de 70 anos na data da sentença. O texto também permite a quem tem de 16 a 18 anos prestar queixa à polícia, sem precisar de seu representante legal. Deputados aprovaram outro projeto que obriga operadoras de telefonia a instalar bloqueadores de celular em presídios. Os projetos fazem parte de um pacote de medidas de segurança pública que está sendo votado durante esta semana na Casa.