Campo Grande, Quinta-Feira , 14 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: renan-calheiros

Defesa de Renan diz que vai recorrer ao TRF1 com base em decisão do Supremo favorável ao senador alagoano

Postado por Marco Eusébio , 18 Novembro 2017 às 11:00 - em: Principal

O juiz Waldemar Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, condenou Renan Calheiros (PMDB-AL) a perdero mandato de senador e ficar oito anos inelegível por permitir que um lobista da Mendes Júnior pagasse pensão de seu filho com a jornalista Mõnica Veloso. Renan e a empresa também devem pagar multa de R$ 246,8 mil de multa, valor a ser atualizado. A denúncia aponta emendas, projetos de lei e MPs favoráveis à construtora e diz que o senador teve "vantagem patrimonial indevida" que resultou em "enriquecimento ilícito". O caso é antigo. Em 2007, Renan renunciou à presidência do Senado para não ter o mandato cassado pela comissão de ética. Em 2016, o Supremo rejeitou denuncia da PGR, alegando falta de provas. Agora, o advogado de Renan, Luís Henrique Machado, lembrou que o Supremo "nem sequer recebeu a denúncia por ausência de prova", e que vai "apelar para que o Tribunal Regional Federal da 1ª Região restabeleça os mesmos critério e raciocínio utilizados pelo STF."




Em seu perfil oficial no Twitter, Renan Calheiros ironiza fato de PGR chamar Geddel de 'chefe de organização criminosa'

Postado por Marco Eusébio , 20 Outubro 2017 às 15:30 - em: Principal

Dois meses depois de subir no palanque de Lula em Alagoas e disparar uma série de críticas a Michel Temer (veja aqui em vídeo), o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) segue provocando seu correligionário presidente. Hoje, no Twitter, o alagoano ironizou o fato de a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ter classificado como "líder de organização criminosa" Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Temer. Renan escreveu: – "Engraçado... Nunca soube que Geddel era o Chefe. Para mim, o chefe dele era outro." 




Para evitar 'flechadas' de Rodrigo Janot, senador Renan Calheiros foi um dos que adiou depoimento aos federais

Postado por Marco Eusébio , 19 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Mais um sinal que a troca de Rodrigo Janot por Raquel Dodge no comando da PGR é um alívio para a classe política. "Nas últimas semanas, a Polícia Federal teve dificuldades para marcar depoimentos de políticos investigados na Lava Jato. Um deles foi o senador Renan Calheiros (PMDB), suspeito de receber propina por negócios com a Petrobras. Ao alegar dificuldades de agenda, Renan conseguiu adiar o depoimento para depois da saída de Rodrigo Janot da PGR. Quis, assim, evitar nova 'flechada'", diz o jornalista Mateus Coutinho no blog Expresso da Época.
 



Renan, Juca e Sarney estão entre os sete denunciados por Janot que arrolou Delcídio entre as testemunhas

Postado por Marco Eusébio , 09 Setembro 2017 às 11:00 - em: Principal

O ex-senador Delcídio do Amaral (MS), o empresário Marcelo Odebrecht e o doleiro Lúcio Funaro está entre um grupo de delatores indicado por Rodrigo Janot como testemunhas na denúncia feita ontem ao Supremo contra cinco integrantes da cúpula do PMDB no Senado –  Renan Calheiros (AL), Edison Lobão (MA), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO) – o ex-senador e ex-presidente José Sarney (PMDB) e o ex-senador pelo PSDB e ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Acusados de organização criminosa pela PGR, os sete teriam recebido R$ 864,5 milhões em propina de fornecedores da Petrobras e da subsidiária Transpetro. Além de prisão, o procurador-geral pede ao STF que todos paguem R$ 200 milhões, metade como devolução de desvios e outra metade como indenização por danos morais, e que os senadores percam os mandatos. Os denunciados negam irregularidades. (Com Época e G1)




Formado por indicados pelos partidos políticos por meio do presidente de plantão, STF é a grande saída dos poderosos

Postado por Marco Eusébio , 26 Agosto 2017 às 09:00 - em: Principal

O lado bom da notíia: cinco caciques do PMDB foram denunciados ao Supremo acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em esquema de corrupção na Transpetro, subsidiária da Petrobras - o ex-presidente José Sarney (AP) e os senadores Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR - atual líder do governo no Senado), Garibaldi Alves Filho (RN) e Valdir Raupp (RO). O lado ruim da notícia: é difícil encontrar hoje alguém que tenha um mínimo de informação política que acredite que o Supremo, formado por pessoas indicadas pelos partidos políticos por meio do presidente da República de plantão, condenará alguém que faça parte da cúpula do poder.




Inspirado no título recebido por Lula ontem em Alagoas, Biasotto defende que UFGD faça homenagem ao seu criador

Postado por Marco Eusébio , 24 Agosto 2017 às 14:30 - em: Principal

Em Dourados, o professor aposentado Wilson Valentin Biasotto, que por décadas lecionou no antigo Centro Universitário de Dourados da cidade (CEUD) que, por meio de lei assinada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2005, se transformou na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), está propondo à instituição que conceda o título de "Doutor Honoris Causa" ao petista. "Independente de qualquer questionamento o ex-presidente Lula é o 'pai' da UFGD, justifica o professor. 
 
Biasotto, que foi vereador na cidade pelo PT, disse ao repórter Nicanor Coelho (Midiamax) que a luta pela criação da universidade federal demorou mais de 30 anos e só no governo Lula se tornou realidade. "Por tudo isso é que devemos homenagear Lula com este título, assim como fez esta semana uma universidade estadual alagoana", declarou, inspirado na iniciativa da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), que ontem concedeu o título a Lula em evento na cidade de Arapiraca (AL) com participação do governador Renan Filho, e de seu pai, o senador Renan Calheiros (ambos do PMDB).



Postado por Marco Eusébio , 23 Agosto 2017 às 10:15 - em: Principal

"O governo do Lula é o governo do povo, para o povo" – afirmou o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) ao tecer uma série de elogios à gestão do petista e atacar o atual governo de seu correligionário Michel Temer durante comício com Lula na cidade alagoana de Penedo, ontem. Veja o vídeo.

 




Postado por Marco Eusébio , 05 Julho 2017 às 16:45 - em: Principal

Por Pedro Carvalho no blog Radar da Veja:
 
"A pesquisa encomendada pelo PMDB alagoano traz um nome que quase ninguém tem falado na corrida por uma cadeira do Senado em 2018. Quem está na cola de Renan Calheiros é Heloísa Helena. 
 
O senador, que buscará a reeleição no ano que vem, aparece com 21% das intenções de voto na primeira escolha, contra 18% de Helena. Como serão eleitos dois candidatos, na segunda escolha a ex-vereadora de Maceió aparece com 13% das intenções, à frente de Renan, com 10%.
 
No primeiro cenário, Teotônio Vilela tem 10% e Benedito de Lira 6%. Como segundo voto, Lira e Vilela empatam, com 9%. O ministro do Turismo Marx Beltrão aparece em último em ambos os casos, com 5% e 7% respectivamente."



Torquato vira ministro 'de ocasião' de Temer, com elogios de Renan Calheiros

Postado por Marco Eusébio , 30 Maio 2017 às 14:30 - em: Principal

A troca de Osmar Serraglio pelo crítico da Lava Jato, Torquatro Jardim, feita por Michel Temer em meio ao furacão das denúncias da JBS, está entre "tiro no pé" ou... na operação. O fato de o intocável Renan Calheiros fazer questão de elogiar o novo ministro da Justiça torna o cenário ainda mais temeroso para quem defende as ações da PGR, PF e Moro.




Torquato vira ministro 'de ocasião' de Temer, com elogios de Renan Calheiros

Postado por Marco Eusébio , 30 Maio 2017 às 11:00 - em: Principal

Quem chegou a pensar que "ruim com Michel Temer, pior sem ele" (pelo neste momento de transição política, por não vislumbrar coisa melhor no horizonte), a troca de Osmar Serraglio pelo crítico da Lava Jato e "michelsista" Torquatro Jardim, está mais para "tiro no pé" do que para estratégia política. O fato de o sempre impune senador Renan Calheiros elogiar o novo ministro da Justiça é, nada mais, nada menos, um atestado de que "o esquema" voltou a falar mais alto.