Campo Grande, Sábado , 27 de Maio - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pt

Decreto autoriza uso das Forças Armadas diante de ataques de vândalos a prédios como o do Ministério da Agricultura

Postado por Marco Eusébio , 24 Maio 2017 às 16:45 - em: Principal

Dia de caos em Brasília. Após  vandalismo e depredação de ministérios hoje por mascarados e parte dos manifestantes convocados por centrais sindicais para pedir a queda do presidente, eleições diretas, e protestar contra as reformas trabalhista e da Previdência, o presidente Michel Temer decretou "ação de garantia da lei e da ordem" a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, autorizando as Forças Armadas a reforçar a segurança na região da Esplanada dos Ministérios. Ao anunciar a medida, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que a manifestação prevista como pacífica "degringolou na violência, no vandalismo, no desrespeito, na agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas". A decisão provocou a reação de opositores no Congresso. "Não me lembro de ter visto isso nem na ditadura militar. Não é um ato normal", afirmou o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), em discurso no plenário. No Rio de Janeiro também há tumulto no entorno da Assembleia Legislativa.




Kemp, Grandão, Amarildo e Almi: bancada petista vai protocolar pedido nesta terça na Assembleia

A bancada do PT vai protocolar amanhã de manhã na sessão da Assembleia requerimento solicitando a criação de uma comissão processante para avaliar se houve crime de responsabilidade de Reinaldo Azambuja (PSDB), com base nas denúncias de delação premiada de Weslei Batista, da JBS, que poderá em processo de impeachment do governador. "Estivemos discutindo a questão da denúncia que envolve o governador Azambuja o dia todo e só conseguimos reunir nossa bancada à tarde, uma vez que nosso líder estava em Dourados. Eu me antecipei e preparei, com a assessoria jurídica,  um requerimento solicitando a abertura de uma comissão processante por crime de responsabilidade do governador, que poderá resultar no processo de impeachment. Apresentei na reunião da bancada e os companheiros concordaram com o encaminhamento. Assim, vamos protocolar amanhã o requerimento na sessão. Contamos com o apoio do partido", disse o deputado Pedro Kemp (PT) em mensagem enviada a petistas há pouco por WhatsApp.




Discurso de Lula transmitido nas redes sociais rendeu apoio e críticas de internautas

Postado por Marco Eusébio , 20 Maio 2017 às 15:00 - em: Principal

"O PT pode ensinar inclusive como combater a corrupção. Ninguém criou mais mecanismos de combate à corrupção do que o PT", afirmou Lula em discurso neste sábado durante evento de posse do diretório municipal do PT de São Bernardo do Campo (SP) transmitido pelas redes sociais do petista no Twitter e no Facebook.

"Quando eu era candidato, todo mundo dizia que o Brasil estava quebrado e não tinha jeito. Ora, não tinha jeito na cabeça deles. Nós governamos de outro jeito. Nós acreditamos no trabalhador, que teve acesso a trabalho e fez a economia girar. E logo os trabalhadores queriam mais: viajar, conhecer o Brasil, conhecer o mundo. É isso despertou raiva contra nós. A raiva deles não tem nada a ver com corrupção. Eles praticaram corrupção durante 500 anos neste país. O PT pode ensinar inclusive como combater a corrupção. Ninguém criou mais mecanismos de combate à corrupção do que o PT", afirmou o ex-presidente.

Em alusão à crise que atinge Michel Temer, Lula disse: "Deram o golpe dizendo que o PT era o problema do Brasil. O tempo se encarregou de provar que isso era uma mentira". Em seguida, defendeu a saída de Temer e eleições diretas: "O que queremos é eleição direta. Queremos que o Temer saia logo. Podemos até perder, mas num processo democrático".

Lula terminou falando em ser candidato e atacando a Rede Globo: "Minha candidatura vai depender de muita coisa. Mas Deus queira que a Globo defina logo o candidato dela" afirmou, emendando: Muito do clima de ódio que o Brasil vive hoje tem a ver com o que a Globo está fazendo". Veja o vídeo do evento divulgado pelo perfil oficial de Lula no Facebook:

 

.




Wesley e Joesley Batista, do topo empresarial a investigados e delatores da Lava Jato

Os empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, conseguiram autorização da Justiça para deixar o Brasil e ir para Nova Iorque (EUA) depois de relatarem às autoridades que estão ameaçados de morte. A informação foi divulgada na noite anterior pela Globo News. Joesley virou assunto de todo o noticiário nacional depois que o jornal O Globo revelou sua deleção premiada que inclui gravação do presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, gravação do senador Aécio Neves (PSDB) pedindo R$ 2 milhões de propina para o grupo do empresário e também diz que seu contato com os governos petistas era o ex-ministro Guido Mantega que distribuía propina a parlamentares do PT.




Julgamento que poderá cassar a chapa Dilma-Temer começa no dia 6 de junho e terá quatro sessões

Postado por Marco Eusébio , 17 Maio 2017 às 10:15 - em: Principal

O julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer eleita em 2004 será retomado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 6 de junho. A decisão foi tomada pelo presidente da Corte, Gilmar Mendes. No despacho, foram definidas quatro sessões para a análise do processo, que serão realizadas nos dias seguintes.




Agamenon e Maria Rosana vão tentar convencer faltosos a votar

Postado por Marco Eusébio , 28 Abril 2017 às 13:00 - em: Principal


Orlandinho com Maria Rosana e Agamenon, que levou seu apoio

Postado por Marco Eusébio , 28 Abril 2017 às 12:15 - em: Principal

Terceiro colocado no primeiro turno, o sindicalista Orlando Almeida, da corrente Articulação de Esquerda (AE), vai apoiar o candidato Agamenon do Prado no segundo turno da eleição petista do próximo domingo. "A posição não é individual, mas do coletivo da AE", disse o Orlandinho ao Blog. "A chapa Municipal que deu sustentação à minha candidatura, em que havia militantes para além da AE, estão livres para fazer as devidas escolhas" acrescentou. Apesar do apoio local, Orlandinho explicou que para a presidência estadual do PT, que deve ser decidida em maio no encontro da sigla, "a AE seguirá com a candidatura própria de Humberto Amaducci, ex-prefeito de Mundo Novo".
 



Pt, uma estrela cadente

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 10:00 - em: Principal

O PT não conseguiu organizar diretórios em 1,12 mil das 3,35 mil cidades onde realizou eleições para esse fim no dia 9 deste mês. Nessas localidades, os diretórios serão substituídos por comissões provisórias. O número de votantes também caiu de 425 mil, em 2013, para 290 mil agora. Alguns dirigentes alegam a dificuldade de preencher cotas obrigatórias. Outros admitem que é mais um revés sofrido desde o início da Lava Jato. (Com O Globo)
 



FHC, Lula e Temer querem 'salvar' PSDB, PT e PMDB no naufrágio em 2018 diz Folha

Postado por Marco Eusébio , 13 Abril 2017 às 19:00 - em: Principal

Emissários do presidente Michel Temer (PMDB) e dos ex-presidentes Lula (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) estariam negociando um "pacto" para garantir a sobrevivência política dos três partidos nas eleições de 2018. O acordo começou a ser costurado em novembro. O grupo avalia que a Lava Jato quer eliminar a classe política e "abrir espaço para um novo projeto de poder, capitaneado por aqueles que comandam a investigação". Os principais emissários nessas conversas seriam o ministro Gilmar Mendes (STF) e o ex-integrante da Corte, Nelson Jobim, que já almoçou com Temer e FHC e marcou encontro com Lula para breve. Temer, Lula e FHC foram citados nas delações da Odebrecht por recebimento de recursos ilegais. Os três acreditam que eleições conturbadas no ano que vem podem favorecer candidatos "aventureiros". O acordo incluiria manter Temer no poder até o fim de 2018 e a participação de Lula nas eleições. As informações são da Folha de S.Paulo.



Antonio Palocci e Vaccari Neto: sob vigilância dos companheiros

Postado por Marco Eusébio , 13 Abril 2017 às 13:15 - em: Principal

Da Andréia Sadi em blog no G1:
 
"Após a divulgação da lista de Fachin, a cúpula do PT vai reforçar o monitoramento de aliados que estão presos – e são potenciais delatores – como Antonio Palocci e Vaccari Neto. O partido teme que, com o avanço das investigações da Lava Jato, o ex-ministro e o ex-tesoureiro fechem uma delação premiada.
 
Vaccari e Palocci estão presos. Como poucos petistas, conhecem o funcionamento interno do partido e também podem confirmar – e reforçar – os relatos dos delatores da Odebrecht sobre como funcionava o esquema financeiro do PT com empresas e também das campanhas dos ex-presidentes Lula e Dilma.
 
Petistas querem convencer o ex-tesoureiro do partido a não colaborar, argumentando que os partidos da base e da oposição trabalham no Congresso para aprovar um 'acordão' para descriminalizar o caixa dois.
 
Na semana passada, antes da lista de Fachin, um dirigente partidário visitou Dirceu e Vaccari e relatou à cúpula do partido que sentiu a situação 'sob controle'."
 
Leia aqui a íntegra no G1.