Campo Grande, Terça-Feira , 21 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: psdb

Bruno Araújo pegou Michel Temer de surpresa ao se tornar o primeiro tucano a voar do governo do peemedebista

Postado por Marco Eusébio , 14 Novembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Ao se tornar o primeiro tucano a bater asas do atual governo, Bruno Araújo pegou Michel Temer de surpresa ao entregar ontem o cargo de ministro das Cidades. "Agradeço a confiança do meu partido, no qual exerci toda a minha vida pública, e já não há mais nele apoio no tamanho que permita seguir nessa tarefa", escreveu em carta ao presidente. Com grande orçamento e visibilidade eleitoral por executar ações em vários municípios, o ministério é disputado pelo PMDB e pelo PP. Mais três tucanos ainda estão no governo: Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Aloysio Nunes (Relações Exteriores) e Luislinda Valois (Direitos Humanos). Esses cargos são cobiçados por outros partidos para aprovar votações no Congresso, como a reforma da Previdência. A demissão de Bruno levou Temer a antecipar sua troca de equipe. Em nota, o Planalto informou que "o presidente dará início agora a uma reforma ministerial que estará concluída até meados de dezembro".



Alckmin ao lado de Doria e Serra na convenção do PSDB paulista que virou palanque para a candidatura do governador

Postado por Marco Eusébio , 13 Novembro 2017 às 11:00 - em: Principal

A convenção do PSDB de São Paulo virou ontem ato de apoio à candidatura do governador Geraldo Alckmin à Presidência da República. Ovacionado por correligionários, Alckmin admitiu pela primeira vez a possibilidade de assumir o comando do partido. "Precisamos de unidade para mudar o Brasil. Essa tem de ser a nossa mensagem. Com todos os riscos e muita coragem", disse. O evento político teve coro de "fora Aécio" e lideranças pediram a saída imediata do senador mineiro do comando do partido e sua substituição pelo governador paulista.




Governador Azambuja exibe camisa do Corinthians que ganhou dos tucanos neste sábado na convenção do PSDB

Postado por Marco Eusébio , 11 Novembro 2017 às 17:00 - em: Principal

Enquanto adversários já começaram as escalações para enfrentá-lo em 2018, Reinaldo Azambuja evita adiantar o jogo. Indagado sobre pela imprensa durante na convenção do PSDB, o governador disse que só falará sobre seu projeto político depois do carnaval. Porém, os tucanos fizeram questão de deixar claro que ele está no jogo, presenteando o corintiano Azambuja com camisa personalizada de seu time do coração e com o número 45. E o deputado estadual Beto Pereira, em seu primeiro discurso como presidente estadual do PSDB, deixou claro: a prioridade da sigla "é a reeleição do governador".




Riedel admitiu hoje a possibilidade de prévias, e poderá disputar candidatura do PSDB ao Senado com Miglioli

Postado por Marco Eusébio , 11 Novembro 2017 às 16:45 - em: Principal

Nem tudo é flores no ninho tucano. Visando reeleger o governador Reinaldo Azambuja, o PSDB lançará, no máximo, um candidato ao Senado, embora sejam duas vagas em disputa em 2018. A intenção é deixar a outra candidatura (ou até as duas) na chapa majoritária para partidos aliados. Acontece que tem mais de um tucano de olho nas cadeiras de senador. Um dos postulantes, o secretário de Governo, Eduardo Riedel, admitiu hoje à imprensa, na convenção do PSDB, que poderá haver prévias para decidir o candidato do partido. Outro forte nome na disputa é o do secretário Marcelo Miglioli (Infraestrutura), que atuou na coordenação da campanha de Azambuja em 2014.




Eleito hoje presidente estadual do PSDB, Beto Pereira convidou o corumbaense Marcelo Iunes a ingressar no partido

Postado por Marco Eusébio , 11 Novembro 2017 às 16:00 - em: Principal

Enquanto o presidente estadual do PTB Nelsinho Trad prestigiava o lançamento da pré-candidatura do juiz Odilon de Oliveira pelo PDT ao governo de Mato Grosso do Sul, um importante integrante de seu partido também participava de ato político em Campo Grande na manhã deste sábado. Mas do lado oposto. O novo prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PTB), estava na convenção estadual do PSDB, onde foi exibido vídeo em homenagem ao recém falecido prefeito corumbaense Ruiter Cunha, que era filiado ao partido. Na ocasião, o novo presidente do PSDB, Beto Pereira, convidou Iunes a ingressar no ninho tucano. O pantaneiro ficou de pensar. Pássaros bicudos, entretanto, asseguram: só falta marcar a data para assinar a ficha.




Aécio Neves, o ex-amigo de Joesley: um furacão que tem causado estragos no entorno de quem o apoia

Postado por Marco Eusébio , 11 Novembro 2017 às 11:00 - em: Principal

Aécio abalou os alicerces do Supremo, conseguiu o que seria quase impossível – piorar a péssima imagem do Senado – e, agora, parece implodir o PSDB. Pensando bem... melhor nem pensar no que teria acontecido com o Brasil se o bicudo tivesse sido eleito presidente.




Tasso, que deve enfrentar grupo apoiado por Aécio na convenção, foi destituído hoje da presidência interina do PSDB

Postado por Marco Eusébio , 09 Novembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Licenciado da presidência do PSDB desde maio, quando foi acusado de pedir R$ 2 milhões a Joesley Batista, o senador Aécio Neves (MG) reassumiu hoje o cargo e destituiu da presidência interina o senador Tasso Jereissati (CE), um dia depois que o cearense oficializar sua candidatura ao comando da sigla. 
 
Aécio alegou haver necessidade de "isonomia" entre os candidatos. Tasso deve ter como adversário o governador de Goiás Marconi Perillo, apoiado pelo grupo de Aécio. Até a disputa, em dezembro, o ex-governador de SP, Alberto Goldman, mais velho entre os vice-presidentes da sigla, ocupará a presidência interina do PSDB. 
 
Tasso afirmou em coletiva à imprensa que Aécio pediu que ele renunciasse, para haver equilíbrio na disputa. "Eu sabia que não era isso. E pedi apenas que falasse comigo com toda franqueza, que ele não queria que eu fosse presidente nem candidato, pois temos hoje diferenças profundas", disse Tasso, contando que pediu para ser destituído, para "ficar bem nítida a nossa diferença". Aécio, prontamente, atendeu seu pedido.



Governador Pedro Taques e o deputado federal Nilson Leitão, nos tempos de afinação no PSDB de Mato Grosso

Postado por Marco Eusébio , 09 Novembro 2017 às 14:30 - em: Principal

O governador Pedro Taques que trocou o PDT pelo PSDB oito meses depois de assumir o governo do vizinho Mato Grosso, alegando insatisfação com o apoio da sigla pela qual foi eleito ao governo da então presidente Dilma Rousseff, agora cogita voar do ninho tucano. O motivo é um desentendimento com o presidente do PSDB-MT, deputado federal Nilson Leitão, que decidiu disputar o Senado em 2018 e definiu o ex-vereador Paulo Borges como seu substituto no comando do partido. Isso foi a "gota d’água" para que Taques intensifique o diálogo com outras legendas como o PPS, o PV e o Podemos, diz o Diário de Cuiabá. Da China, em viagem oficial, Taques,afirmou que reunirá aliados na semana que vem em Cuiabá. "Vou reunir com o meu grupo político para definir essa situação de uma vez", declarou ao jornal.




Marun: 'Não vejo mais nenhuma possibilidade de Geraldo Alckmin ser apoiado pelo PMDB nas próximas eleições presidenciais'

Postado por Marco Eusébio , 26 Outubro 2017 às 12:15 - em: Principal

Um dos principais apoiadores de Michel Temer na Câmara, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) disse ao jornal O Globo, após a votação que rejeitou a segunda denúncia contra o presidente ontem, que o PMDB não pode apoiar o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) nas eleições presidenciais de 2018 depois que os tucanos paulistas votaram contra o peemedebista. Dos 12 deputados do PSDB de São Paulo, só Bruna Furlan votou contra a denúncia e Mara Gabrilli estava ausente.
 
– "Não vejo mais nenhuma possibilidade de o governador Geraldo Alckmin ser apoiado pelo PMDB nas próximas eleições presidenciais depois da quase unanimidade da bancada paulista ter votado contra o presidente", declarou Marun.
 



Beto Pereira será o novo presidente estadual do PSDB e terá Rinaldo Modesto como vice, conforme acordo dos tucanos

Postado por Marco Eusébio , 25 Outubro 2017 às 14:45 - em: Principal

Lideranças do PSDB de Mato Grosso do Sul chegaram a um acordo e o deputado estadual Beto Pereira será o novo presidente estadual da sigla pelos próximos dois anos, em substituição ao deputado federal licenciado como secretário de Fazenda, Márcio Monteiro. Com apoio do grupo liderado pela vice-governadora Rose Modesto, o irmão dela, deputado estadual Rinaldo Modesto será o vice-presidente, e o tesoureiro será Sérgio de Paula, em chefe da Casa Civil do governo Azambuja. A chapa de consenso será anunciada em entrevista às 17h de hoje na sede do diretório regional, informou há pouco Beto Pereira ao Blog. A chapa deverá ser homologada em convenção no dia 11 de novembro na sede de campo do clube Nipo-Brasileiro, em Campo Grande.