Campo Grande, Segunda-Feira , 21 de Agosto - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: psb

Se sentindo 'em casa', Tereza Cristina discursa na convenção do PMDB em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 21 Agosto 2017 às 12:30 - em: Principal

Embora digam que Tereza Cristina (PSB) esteja com "um pé" no DEM à convite do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), a deputada federal sinalizou estar bem mais inclinada a aceitar o convite do peemedebista Michel Temer. Ao colocar os dois pés na convenção do PMDB em Campo Grande, com direito a microfone e saudação especial de André Puccinelli, ela demonstrou estar "em casa" entre seus antigos companheiros políticos. Só falta assinar a ficha de filiação. A conferir.




Paulo Duarte e Schimidt que aponta para o assediado Biffi, ao lado de Ayache, no evento do PDT em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 04 Agosto 2017 às 17:30 - em: Principal

Chamou a atenção o "chamego" explícito do ex-presidente estadual do PT, Antonio Carlos Biffi, com João Leite Schimidt e o deputado federal Dagoberto Nogueira no ato político do PDT em Campo Grande ontem. Nos bastidores, comenta-se que Schimidt, buscando formar uma chapa forte para 2018, pretende contar com Biffi e outro dos convidados do evento, Ricardo Ayache (PSB), nos quadros do PDT.
 
Se depender da animação do petista, tal namoro tem tudo para virar casamento. No Facebook, Biffi postou fotos do evento, disse que encontrou ex-companheiros petistas que hoje estão no PDT, citando Paulo Duarte (ex-prefeito de Corumbá) e o Professor Bira (de Coxim), e deixou claro que saiu tentado com os planos de Schimidt:
 
– "Fiquei muito agradecido pela ótima recepção e o convite para fazer política partidária com eles na construção de um novo projeto político para Mato Grosso do Sul. Bom saber que as portas estão abertas." 



Tereza Cristina ao votar 'sim' ontem na Câmara rejeitando a denúncia por corrupção contra Michel Temer

Postado por Marco Eusébio , 03 Agosto 2017 às 13:20 - em: Principal

Dizendo ser "momento de pensar no Brasil" que tem apresentado "os primeiros sinais de tretação na crise econômica que assola o País desde 2014", a deputada federal Tereza Cristina (PSB-MS) divulgou nota à imprensa hoje explicando porque vou a favor do arquivamento da denúncia por corrupção passiva contra Michel Temer.
 
Leia a íntegra:
 
"Porque votei SIM!
 
Esclareço os motivos que me levaram a votar a favor do relatório da Comissão de Constituição e Justiça que considerou não haver provas que justifiquem processo contra o presidente Michel Temer.
 
1. A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar, neste momento, a instauração de processo contra o presidente da República, não significa o arquivamento ou encerramento do mesmo, mas apenas a sua suspensão temporária. Quaisquer irregularidades, se confirmadas, serão julgadas e respondidas perante a Justiça, ao final do seu mandato, em 01 de janeiro de 2019;
 
2. É momento de pensar no Brasil. Começamos a ver, nos últimos meses, os primeiros sinais de retração na crise econômica que assola o País desde 2014, revertendo um quadro crítico de desemprego e queda na renda do nosso povo. O afastamento do presidente da República poderia gerar nova instabilidade e agravar este cenário tão severo para todos.
 
Tenho a convicção de que precisamos nos unir, independentemente da posição político-partidária, para recolocar o Brasil no rumo do desenvolvimento.
 
Deputada Tereza Cristina"



Em meio à disputa de Temer e Maia, Tereza Cristina disse à Globo ontem que tem conversado com os dois

Postado por Marco Eusébio , 19 Julho 2017 às 09:00 - em: Principal

Para evitar que deputados federais do PSB insatisfeitos com o partido mudem para o DEM e fortaleçam o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), primeiro na linha de sua sucessão, Michel Temer está pessoalmente convidando os parlamentares para migrarem para o PMDB. E como líder do PSB na Câmara, a deputada Tereza Cristina (MS) virou o principal alvo dois dois nessa disputa. 
 
Tereza recebeu Michel Temer ontem para um café da manhã, em Brasília, acompanhada dos deputados Danilo Forte (PSB-CE) e Fábio Garcia (PSB-MT) e do ministro Fernando Bezerra Coelho Filho (Minas e Energia). Ela também tem conversado com Maia.
 
São pelo menos 10 deputados do PSB que apoiam as reformas do governo, o que gerou um racha na sigla, que faz oposição ao Planalto. Após receber Temer, Teresa disse ao G1-DF que a conversa foi "comprida e tranquila" e relatou que houve um convite para o grupo ir para o PMDB. 
 



Renata Campos durante gravação de programa eleitoral, a preferida dos tucanos que caçam vice do Nordeste

Postado por Marco Eusébio , 17 Julho 2017 às 16:30 - em: Principal

Se Lula poderá ser ou não ser candidato em 2018, ninguém sabe, mas o PSDB já se prepara para tentar reduzir a influência do petista tem entre eleitores do Nordeste e estaria à caça de um político na região para ser vice de um de seus prováveis candidatos paulistas, o governador Geraldo Alckmin ou o prefeito João Doria, diz a Coluna Estadão. A preferida dos tucanos é Renata Campos, viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Esse acordo ainda facilitaria uma aliança nacional com o PSB, sonho antigo de Alckmin e que também interessa a Doria. Mas o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) também é lembrado, diz o Estadão.




Próximo do PSB em articulação que envolve Alckmin, Rebelo é agora cotado a vice de Maia para suceder Temer

Postado por Marco Eusébio , 02 Junho 2017 às 12:30 - em: Principal

Aldo Rebelo fará palestra em Campo Grande na segunda-feira, às 19h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, sobre os cinco anos do Código Florestal, cujo projeto foi relator na Câmara quando era deputado federal. Antes, às 16h, o também ex-ministro falará com a imprensa no local do evento. Além do código, deve ouvir perguntas sobre a política nacional em pelo menos dois assuntos que envolvem a cadeira de presidente da República. 
 
O primeiro é sobre sua provável saída do PCdoB, que ajudou a fundar, para ingressar no PSB, num arranjo que também levaria o governador Geraldo Alckmin (SP) a deixar o PSDB para disputar pela sigla a cadeira ocupada (ainda) por Michel. De quebra, o PSB assumiria o governo São Paulo com o vice Mário França no ano eleitoral de 2018.
 
O segundo assunto é que, nesta semana, Aldo Rebelo passou a ser citado pelo jornal O Estado de S.Paulo (leia aqui) e outros veículos da imprensa nacional como provável vice numa chapa encabeçada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em caso de uma eleição indireta pelo Congresso caso Michel Temer vier a deixar o cargo.



Tereza diz não temer punição: 'Votei com a minha consciência. O Brasil precisa das reformas'

Postado por Marco Eusébio , 27 Abril 2017 às 18:40 - em: Principal


Tereza, líder do PSB que decidiu ficar contra as reformas de Temer

Postado por Marco Eusébio , 25 Abril 2017 às 09:00 - em: Principal

Quinto maior partido da base aliada de Michel Temer, o PSB, em votação de sua executiva nacional na noite anterior, decidiu ficar contra as reformas trabalhista e da Previdência. A reforma trabalhista será votada hoje na comissão especial e amanhã no plenário da Câmara. Liderada por Tereza Cristina (MS), a bancada do PSB na Casa tem 35 deputados. Se deixar a base do governo, esta ficará com 376 parlamentares. Para aprovar as reformas, são necessários 308 votos. Temer tentará impedir a fuga de outras siglas como o PTB e PPS.