Campo Grande, Domingo , 18 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: prisao

Wesley e Joesley, dono da maior rede de frigoríficos do Brasil, estão em regime forçado na prisão

Postado por Marco Eusébio , 06 Fevereiro 2018 às 17:45 - em: Principal

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F, controladora da JBS, presos desde setembro de 2017, emagreceram, juntos, 32 quilos no cárcere. Joesley está com 12 kg a menos e Wesley 20, conforme pesagem em exames feitos por eles na quinta-feira passada, diz o jornal O Globo.




Alta cúpula da Polícia Federal deve firmar acordo com a defesa de Lula para evitar levar o presidente em camburão

Postado por Marco Eusébio , 26 Janeiro 2018 às 11:00 - em: Principal

A condenação de Lula à prisão pelo TRF4, no caso do triplex, já estaria levando a alta cúpula da Polícia Federal a discutir um acordo com a defesa para que o ex-presidente não tenha de ser levado de camburão ao local do cumprimento da pena, diz Andreza Matais, da Coluna do Estadão. A jornalista afirma que a PF quer evitar buscar Lula em casa de camburão, o que poderia gerar a mesma repercussão negativa de quando o petista foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento. A pena será cumprida assim que forem julgados os embargos à decisão do TRF4 de condenar lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Sem curso superior, ele não terá direito a prisão especial. Conforme a coluna, uma ideia é combinar com os advogados para que Lula se apresente no local determinado para o cumprimento da pena. A assessoria da PF, entretanto, não confirma as informações sobre o planejamento da prisão.




Paulo Maluf ao ser conduzido para exame de corpo de delito no IML da Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo.

Postado por Marco Eusébio , 20 Dezembro 2017 às 13:00 - em: Principal

Condenado pelo Supremo a sete anos de prisão por lavagem de dinheiro oriundo de propina de contratos com empreiteiras quando era prefeito de São Paulo, de 1993 a 1996, o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), de 86 anos, se apresentou hoje à Polícia Federal, em São Paulo, um dia depois de o ministro do STF, Edson Fachin, determinar o início imediato do cumprimento da pena. O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, informou que vai entrar recorrer ainda hoje e pedir à presidente da Corte, Cármen Lúcia, para reverter a decisão que negou a última apelação de seu cliente. Em nota, Kakay diz que por ter recebido um voto favorável por sua absolvição na Primeira Turma do STF, o deputado deveria ter direito a recorrer ao plenário. "Confiamos que a presidência do tribunal devolverá o direito do deputado de ver seu recurso ser analisado pelo pleno do Supremo" disse Kakay. O advogado Ricardo Tosto também alega que Maluf, além da idade avançada, enfrenta um câncer na próstata, e pedirá prisão domiciliar.




Adriana Ancelmo com o marido Sérgio Cabral nos tempos de poder: ex-primeira-dama do Rio terá de voltar à prisão

Postado por Marco Eusébio , 23 Novembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Por três votos contra dois, desembargadores da 1ª Seção Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ e ES) decidiram revogar hoje a prisão domiciliar da advogada Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB). Com isso, ela deverá voltar a cumprir detenção preventiva em estabelecimento prisional. Condenada a 18 anos e 3 meses de prisão pelo juiz Marcelo Bretas, Adriana estava desde março em prisão domiciliar concedida pela Justiça sob alegação de que teria de cuidar dos filhos, já que pai e mãe estavam presos. Porém, o Ministério Público Federal alegou que o benefício concedido a ela é desigual com as milhares de mães na mesma situação que estão presas. O MPF argumentou ainda que o filho da advogada não ficará desamparado, pois a família, por sua condição financeira, conta com babás e professores particulares. Os procuradores justificaram o pedido de prisão pelo risco de que Adriana continue a ocultar bens obtidos com recursos ilícitos.




Depois de ficar em clínica por benefício concedido por colegas da mãe, homem voltou ao presídio em Três Lagoas

Postado por Marco Eusébio , 23 Novembro 2017 às 10:15 - em: Principal

O juiz da Ronaldo Gonçalves Onofri, da 2ª Vara Criminal de Três Lagoas, decretou ontem a prisão preventiva de Breno Fernando Solon Borges, de 37 anos, filho da desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, acusado de tráfico de drogas e de armas, que é filho da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) e integrante do Tribunal de Justiça Sul (TJ-MS). Com a decisão, Breno foi transferido da clínica em Atibaia (SP) onde estava desde julho por decisão de desembargadores do TJ-MS, para a Penitenciária de Três Lagoas, informa o jornal Correio do Estado. (Com Correio do Estado)




Aécio fica livre da prisão, mas está afastado do mandato de senador e não poderá deixar o País

Postado por Marco Eusébio , 26 Setembro 2017 às 18:30 - em: Principal

Por um placar apertado de 3 votos Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Rosa Weber a 2 de Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes, a Primeira Turma do Supremo voltou a afastar Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato de senador. Aécio também fica proibido de deixar o País. Unânimes, os cinco rejeitaram, entretanto, o pedido de prisão do tucano mineiro, feito pela Procuradoria-Geral da República.




Ex-governador Garotinho foi preso hoje quando apresentava seu programa diário na Rádio Tupi no Rio de Janeiro

Postado por Marco Eusébio , 13 Setembro 2017 às 12:00 - em: Principal

Anthony Garotinho (PR-RJ) está fora do ar. O ex-governador fluminense foi preso pela Polícia Federal na manhã de hoje na Rádio Tupi, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio, quando apresentava seu programa diário de rádio. Condenado a nove anos e onze meses de prisão por comprar votos em troca de cadastrar eleitores no programa Cheque Cidadão, ele estava solto após recurso e agora, por nova decisão da Justiça Federal, terá de cumprir prisão domiciliar: vai usar tornozeleira eletrônica, não poderá usar telefones celulares e terá seu contato pessoal restrito a advogados e familiares próximos como mãe, filhos, netos, filhos e a mulher, também ex-governadora do Rio, Rosinha Garotinho.




Wesley e Joesley Batista: os 'reis da carne' agora estão em prisão preventiva, sem prazo para terminar

Postado por Marco Eusébio , 13 Setembro 2017 às 11:00 - em: Principal

A Polícia Federal prendeu Wesley Batista hoje em São Paulo na Operação Acerto de Contas cumprindo ordens de prisão preventiva – sem prazo para terminar – da Justiça Federal de SP contra ele e seu irmão Joesley Batista, que já está preso preventivamente em Brasília e esperava sair na quinta-feira. Os irmãos Batista são acusados de lucrar uma fortuna vendendo R$ 327 milhões em ações da JBS antes que o valor caísse e comprando cerca de US$ 1 bilhão antes que o preço do dólar subisse por causa do abalo que iria ocorrer no mercado com a delação premiada que executivos do J&F iriam fazer à Justiça. Apesar de tanto dinheiro, os irmãos Batista, que não têm curso superior, não compraram diplomas, e devem ficar em celas comuns se forem transferidos para um presídiio.




Marcelo Miller, Ricardo Saud e Joesley Batista: pedido de prisão dos três foi acatado por Fachin, diz O Antagonista

Postado por Marco Eusébio , 09 Setembro 2017 às 23:00 - em: Principal

O pedido de prisão de Joesley Batista, do diretor da JBS Ricardo Saud e do ex-procurador Marcelo Miller, feito pelo procurador-geral Rodrigo Janot ao Supremo foi acatado pelo ministro Edson Fachin, conforme divulgou nesta noite o blog O Antagonista. "A princípio, trata-se de prisão temporária", diz o site.




O ex-procurador Miller e o poderoso Joesley Batista devem ser presos nas próximas horas por delação suspeita

Postado por Marco Eusébio , 09 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Autor da gravação de abalou a República, o poderoso Joesley Batista está sendo implodido por uma outra gravação. A prisão do empresário, do diretor da J&F Ricardo Saud e do ex-proucurador Marcelo Miller foi pedida ao Supremo por Rodrigo Janot na noite anterior, com base na gravação em que Joesley e Saud falam sobre suposta interferência de Miller para ajudar no acordo de delação premiada. No Supremo, as ordens de prisão devem partir do ministro Edson Fachin. E já são dadas como certa nos meios políticos.