Campo Grande, Sexta-Feira , 19 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pp

PP já abandonou a antiga logomarca e agora está usando a do Progressistas com o slogan 'oportunidades para todos'

Postado por Marco Eusébio , 21 Dezembro 2017 às 13:00 - em: Principal

Diante do desgaste ampliado nos últimos anos pela repercussão das operações da Lava Jato, a onda dos partidos "sem partido" no nome continua. O Partido Progressista (PP) agora é chamado apenas de Progressistas e não tem mais sigla. Segue a tendência já adotada pelo Podemos (ex-PTN), Democratas (ex-DEM), Avante (ex-PTdoB), Democracia Cristã (ex-PSDC), Patriota (ex-PEN), Livres (ex-PSL) e mais recentemente o PMDB que voltou a ser só MDB. Novos partidos já foram criados sem o P como o Solidariedade (2013), Rede Sustentabilidade (2015) e o Novo (2015). Embora tenha virado "moda" na política brasileira, a ideia é "importada" seguindo exemplo de organizações partidárias como En Marche!, na França, e Podemos, na Espanha, que se livraram da palavra "partido" com o desgaste da classe política tradicional.




Nos bastidores políticos de MS, dizem que Bernal deve ficar preocupado com articulações de Dionízio em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 07 Dezembro 2017 às 13:15 - em: Principal

Alcides Bernal compartilhou via WhatsApp nesta semana notícia de que seu ex-aliado Chocolate foi barrado ao tentar subir no palco da convenção do PMDB que aclamou André presidente regional da sigla. Alguns políticos nos bastidores de Campo Grande, entretanto, advertem: o ex-prefeito deveria se preocupar menos com ex-vereador de "duzentos e poucos votos" e ficar atento aos vereadores bem votados, cuja insatisfação teria chegado em Brasília. Lá, seu outro rival, Elizeu Dionizio, agora titular da cadeira de deputado federal, estaria parlamentando com lideranças nacionais visando comandar o PP em MS. E tucanos não estariam torcendo o bico. Afinal, caso aconteça, o PSDB poderá ter como aliada em 2018 uma sigla que detém tempo invejável no horário eleitoral.




Alcides Bernal durante encontro com o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, ontem, em Costa Rica

Postado por Marco Eusébio , 25 Novembro 2017 às 14:30 - em: Principal

Em Costa Rica, o prefeito Waldeli dos Santos Rosa recebeu a visita do e presidente regional do PP Alcides Bernal que o convidou ontem a se filiar ao seu partido para disputar a sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em 2018. "Agradeço ao ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, pela visita em nosso município e pelo convite para me filiar no partido" escreveu o anfitrião, ao postar a foto acima no Facebook. Embora grato, Waldeli confirmou ao Blog: vai se filiar no PMDB na convenção prevista para o próximo sábado em Campo Grande.




Bancada do PMDB na Câmara articula com o PP para Carlos Marun ocupar a Secretaria de Governo

Postado por Marco Eusébio , 08 Novembro 2017 às 18:20 - em: Principal

A bancada do PMDB na Câmara está se articulando para ficar com a Secretaria de Governo, hoje com o PSDB. "Há uma conversa em andamento com o PP para os dois partidos juntos pressionarem para que Carlos Marun assuma a cadeira de Antônio Imbassahy. Em troca, Gilberto Occhi, do PP, ficaria com o Ministério das Cidades", diz hoje a jornalista Juliana Braga, no blog do Lauro Jardim em O Globo.




Ulisses Duarte, Ricardo Ayache e Alcides Bernal. 'Podemos fazer um projeto juntos', disse o ex-prefeito da Capital

Postado por Marco Eusébio , 25 Outubro 2017 às 18:00 - em: Principal

Alcides Bernal, presidente regional do PP, visitou hoje o médico Ricardo Ayache (PSB), acompanhado de Ulisses Duarte, presidente estadual da Fundação Milton Campos, ligada ao partido. "Falamos sobre a política de MS, as dificuldades dos gestores públicos que necessitam de respaldo técnico e político e sobre a necessidade de renovação, mas com experiência" disse o ex-prefeito de Campo Grande ao Blog. Sobre possível união, Bernal respondeu: "Conhecemos os problemas e as soluções. Podemos fazer um projeto juntos. Que passa pela eleições de 2018". Consultado, Ayache foi econômico nas palavras: "Foi uma visita de cortesia em que falamos sobre a conjuntura política."




Progressistas durante a convenção que elegeu Bernal presidente da sigla, na sede do PP em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 14 Agosto 2017 às 17:45 - em: Principal

Mudando de nome para Progressistas (leia aqui), o PP elegeu como presidente da sigla em MS por dois anos Alcides Bernal, que vinha respondendo pela comissão provisória. Na convenção realizada na sexta-feira em Campo Grande, o  ex-prefeito falou em reforçar a legenda para as eleições de 2018 e reforçou sua disposição de ser candidato. Embora diga que ainda não definiu qual cargo pretende disputar, cogita concorrer a uma cadeira de deputado federal. Para as eleições majoritárias, os progressistas colocam o nome do delegado de Polícia Civil, Moura Fé, como pré-candidato e dizem estar abertos à possíveis alianças com outros partidos.




Presidente do PP em MS, Alcides Bernal aprovou novo nome do partido: 'Retrata melhor nossos ideais e idéias'

Postado por Marco Eusébio , 14 Agosto 2017 às 14:20 - em: Principal

O Partido Progressista (PP) trocará de nome: passará a se chamar Progressistas, seguindo a tendência de tirar o 'partido' dos nomes das legendas, assim como o Avante (ex-PTdoB), Podemos (ex-PTN) e Patriota (ex-PEN). A mudança agradou o ex-prefeito de Campo Grande e presidente do PP em Mato Grosso do Sul: "Acho bom. Retrata melhor os nossos ideais e idéias", disse o Alcides Bernal hoje ao Blog.




Alcides Bernal e Marquinhos Trad: ex-prefeito se diz desprezado pelo sucessor

Postado por Marco Eusébio , 09 Maio 2017 às 18:15 - em: Principal

A lua-de-mel do ex e o atual prefeito de Campo Grande não durou muito, depois da aliança selada no segundo turno. Alcides Bernal (PP) declarou hoje ao site Capital News que seu partido é "desprezado" e "atacado" pelo sucessor Marquinhos Trad (PSD). Indagado se pediu aos vereadores de seu partido para deixarem a base aliada, o ex-prefeito respondeu: "Não pedi que saiam da base, até porque o PP não faz parte do governo de Marquinhos Trad" afirmou. "O PP foi desprezado e constantemente atacado pelo candidato que apoiamos na eleição de 2016", emendou Bernal, afirmando que Trad descumpriu o acordo feito por eles. Indagado aqui pelo Blog sobre o assunto, Bernal acaba de responder: "O PP não faz parte do governo Trad. Trad desmontou todos os programas e projetos que implantamos e estavam dando certo, especialmente na saúde. Todas as vezes que pode me fez acusações. Vejo muitos problemas em todas as áreas se agravarem a cada dia e quando é entrevistado transfere a responsabilidade ao PP ou ao Bernal."