Campo Grande, Domingo , 19 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pmdb-ms

Visando não dividir foco da pauta política da imprensa, PMDB marcou sua convenção para o dia 18 em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 10 Novembro 2017 às 15:20 - em: Principal

A propósito, o PMDB também iria realizar neste sábado a convenção que vai conduzir o ex-governador André Puccinelli à presidência do partido no lugar de Júnior Mocchi visando as eleições de 2018, mas optou por uma mudança estratégica. Para não dividir a atenção da imprensa, que terá em pauta amanhã pela manhã os atos políticos do PSDB e do PDT em Campo Grande, os peemedebistas resolveram, não por acaso, adiar seu evento para o sábado seguinte, dia 18. O ato, conforme já foi aqui divulgado, será a partir das 8h no espaço Golden Class, próximo à sede do partido na Avenida Mato Grosso.




Deputado Eduardo Rocha: disposto a presidir o PMDB caso o ex-governador André tenha outros planos

Postado por Marco Eusébio , 04 Setembro 2017 às 11:00 - em: Principal

Indaguei ao Eduardo Rocha se procede história que circulou neste fim de semana de que ele estaria disposto a ser candidato ao governo de MS pelo PMDB, caso o ex-governador André Puccinelli não for disputar o cargo. O deputado disse que "houve um equívoco". Algo do tipo, "ouviram cantar o galo, mas não se sabe onde". Sua "pré-candidatura", explicou, é restrita ao ambiente partidário. "O que eu disse é que se o André não quiser ser presidente do PMDB, eu quero ser" respondeu o Eduardo, referindo-se à convenção de novembro, que definirá o sucessor de Júnior Mochi na presidência estadual da sigla.




Zeca nega pacto diz que PT vai lançar nomes para a sucessão de Azambuja e para o Senado em outubro

Postado por Marco Eusébio , 16 Agosto 2017 às 09:00 - em: Principal

Zeca do PT negou em nota à imprensa que esteja conversando com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e com o ex-governador André Puccinelli (PMDB) visando um pacto para as eleições de 2018, conforme divulgou ontem o Correio do Estado. O presidente estadual do PT diz que seu partido vai lançar em outubro seus pré-candidatos ao governo de MS e ao Senado. Acontece que Zeca é o principal nome do PT no estado e seria o candidato natural do partido ao governo. Mas ele tem repetido desde o ano passado que quer disputar o Senado. Vai daí que, como já aconteceu em outras eleições, candidaturas menos expressivas ao governo não inviabilizaria qualquer acordo que possa contemplar os três maiores partidos regionais.




Senador Moka, Ulisses (que será reeleito presidente na Capital), Mochi (que deixará o comando estadual) e André Puccinelli

Postado por Marco Eusébio , 15 Agosto 2017 às 14:30 - em: Principal

Ulisses Rocha será reconduzido à presidência do Diretório Municipal do PMDB de Campo Grande, por consenso das lideranças, durante convenção no próximo sábado das 8 às 11h na sede da sigla na Capital. A direção estadual vai ter mudança. Na convenção prevista para novembro, ainda sem data marcada, o deputado Júnior Mochi deixará a presidência. Os cotados para ocupar o cargo e comandar o partido nas articulações para as eleições de 2018 são, por ordem alfabética, o ex-governador André Pucinelli e os senadores Moka e Simone Tebet.




Apesar de obstáculos na pista, Ulisses aposta em polarização de grupos ligados a André e Azambuja

Postado por Marco Eusébio , 12 Junho 2017 às 13:00 - em: Principal

Faltando pouco mais de seis meses para 2018, quase ninguém se arrisca a apostar em quem será candidato ao governo de Mato Grosso do Sul no ano que vem. No meio político, o consenso é o de que a Lama Asfáltica e a denúncia da JBS na Lava Jato embaralharam as cartas ao respingar nos três últimos governadores – Zeca do PT, André Puccinelli (PMDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB).
 
Há, entretanto, quem pense diferente. Consultado, o presidente do PMDB de Campo Grande, Ulisses Rocha, disse acreditar que a disputa deve seguir polarizada entre os grupos ligados Puccinelli, de seu partido, e o tucano e atual governador Azambuja. 
 
– "Ambos estarão na disputa. Seja como candidatos, seja como apoiadores. No nosso partido, o desejo continua sendo que o ex-governador André seja candidato. E no PSDB, Azambuja segue sendo o principal nome. Os dois partidos têm a maior representação na Capital e no interior e isso pesa no cenário eleitoral."
 
Questionado se alguém "fora da política" pode acabar surpreendendo, Ulisses demonstrou pouca fé em um 'outsider' e respondeu aqui ao Blog: "Acho difícil. Mas, se acontecer, esse novo político só terá força se for apoiado por um desses dois grupos políticos."



Fábio Trad de vice seria cogitada para unir PMDB de André ao PSD do prefeito Marquinhos Trad

Postado por Marco Eusébio , 05 Maio 2017 às 14:30 - em: Principal

André Puccinelli governador com Fábio Trad para vice-governador, unindo para 2018 o PMDB do ex-governador e o PSD do prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad. A hipotética aliança estaria sendo cogitada por lideranças das siglas e já tem até torcida. "Estou torcendo por uma dobrada de sucesso de André governador e Fábio Trad vice", disse hoje aqui ao Blog o "filho pródigo" que depois de se rebelar (leia O 'filho pródigo volta ao PMDB) voltou ao seu antigo partido e à equipe do deputado federal Carlos Marun.




Marun e o 'filho pródigo' Gogosz: de volta ao PMDB após apoiar adversários

Postado por Marco Eusébio , 05 Maio 2017 às 14:25 - em: Principal

No folhetim "as voltas que a política dá", mais um capítulo em Campo Grande. Juliano Gogosz, ex-assessor do deputado federal Carlos Marun que foi presidente da JPMDB em Campo Grande e coordenador de Juventude do Governo André Puccinelli (PMDB), depois se filiou ao rival PT e virou assessor do ex-prefeito Alcides Bernal (PP), acaba de se se reconciliar com os antigos chefes. "Essa reaproximação foi com as bênçãos do nosso líder maior, André Puccinelli. Estou de volta com o Marun, meu professor. Torcendo por uma dobrada de sucesso para 2018 com André governador e Fábio Trad vice", disse o "filho pródigo" Gogosz ao Blog.



Puccinelli ao volante de seu Uno vermelho promete decidir rumo até o fim de junho

Postado por Marco Eusébio , 04 Maio 2017 às 13:45 - em: Principal

André Puccinelli pediu ao PMDB até o dia 1º de julho de prazo para decidir se voltará ou não a disputar o governo de Mato Grosso do Sul, afirmou o presidente regional do partido, deputado Junior Mochi. "Após a decisão dele, então, tomaremos algum rumo", disse o presidente da Assembleia, ao jornal Correio do Estado. Antes disso a cúpula da sigla pretende encomendar pesquisa para avaliar o cenário político, a popularidade do ex-governador, a opção de candidatura própria e um eventual apoio ao governador tucano Reinaldo Azambuja.




Marun: 'Quem ofende deputado tem de ser punido'

Postado por Marco Eusébio , 12 Abril 2017 às 13:45 - em: Principal

Carlos Marun (PMDB-MS) é o novo "advogado de defesa" da Câmara. O deputado sul-mato-grossense foi nomeado pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) como procurador parlamentar, responsável pela defesa da Câmara e dos parlamentares quando atingidos em razão do exercício do mandato. Assim, Marun, que além de engenheiro é advogado, poderá atuar judicial e extrajudicialmente, com apoio da Advocacia Geral da União (AGU) e do Ministério Público Federal (MPF). "Quem acusa tem que provar. Quem ofende tem que ser punido. A ofensa pela ofensa tem que cessar. Atacar de forma leviana a Câmara ou um parlamentar é um atentado à própria democracia", disse Marun. "Quero deixar claro que nenhum tipo de abuso direcionado ao nosso Parlamento ou a parlamentar passará batido. Tudo será analisado e as medidas jurídicas na área cível ou criminal serão tomadas no menor tempo possível", arrematou o gaúcho.