Campo Grande, Domingo , 19 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pdt

Waldeli recebeu a visita do juiz Odilon e ambos trocaram convites para supostas chapas majoritárias

Postado por Marco Eusébio , 13 Novembro 2017 às 18:00 - em: Principal

Dois dias antes de ser lançado pré-candidato ao governo de MS pelo PDT, Odilon de Oliveira visitou Costa Rica na quinta-feira e conversou com o prefeito Waldeli dos Santos Rosa. 
 
A viagem do magistrado gerou comentários nos bastidores políticos de Campo Grande de que ambos estariam se unindo nas eleições de 2018. 
 
De fato, a conversa existiu como mostra a foto acima. E foi bastante amistosa. Na ocasião, ambos "brincaram" de trocar convites. 
 
Waldeli (que vai para o PMDB e, caso André não seja candidato, está disposto a disputar o governo) convidou Odilon a disputar o Senado em sua chapa. 
 
De volta, ouviu convite semelhante, para ser vice na chapa a ser montada pelo PDT, feito pelo juiz federal aposentado.



Odilon foi convidado por Waldeli para disputar o Senado e convidou o prefeito para ser vice em sua chapa

Postado por Marco Eusébio , 13 Novembro 2017 às 16:00 - em: Principal

Dois dias antes de ser lançado pré-candidato ao governo de MS pelo PDT, Odilon de Oliveira visitou Costa Rica na quinta-feira e conversou com o prefeito Waldeli dos Santos Rosa. 
 
A viagem do magistrado gerou comentários nos bastidores políticos de Campo Grande de que ambos estariam se unindo nas eleições de 2018. 
 
De fato, a conversa existiu. Na ocasião, ambos "brincaram" de trocar convites. 
 
Waldeli (que vai para o PMDB e, caso André não seja candidato, está disposto a disputar o governo) convidou Odilon a disputar o Senado em sua chapa. 
 
De volta, ouviu convite semelhante, para ser vice na chapa a ser montada pelo PDT, feito pelo juiz.



Dagoberto Nogueira, presidente estadual do PDT, e Odilon de Oliveira, em discursos na convenção do partido

Postado por Marco Eusébio , 11 Novembro 2017 às 14:00 - em: Principal

"Aceito, sim, o desafio de de ser candidato a governador de Mato Grosso do Sul" declarou o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, ao confirmar sua pré-candidatura à sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) neste sábado, na convenção do PDT realizada no Ondara Palace, em Campo Grande. No evento que reuniu lideranças nacionais e estaduais do PDT, como o pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes, e o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, Odilon iniciou seu discurso agradecendo a presença de lideranças convidadas como o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), seu irmão ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB) e o primo deles, o deputado federal Mandetta (DEM). Também presentes, a prefeita de Dourados, Délia Razuk (PR), o prefeito de Coxim, Aluizio São José, e o médico Ricardo Ayache, ambos do PSB.

Odilon discorreu sobre sua longa carreira na magistratura, falou das ameaças de morte que recebeu pelo combate ao crime organizado, e disse que, além disso, apresenta o "currículo da honestidade, da lisura e da transparência". Sobre quem questiona o fato de ele "não ter experiência para governar", lembrou que " juiz não sai juiz do ventre da mãe" e disse ter "maturidade para exercer qualquer cargo da República". Frisando só não ter "experiência para roubar", disse que aceita o desafio de "iniciar um pacto com o povo" e "uma forma de estabelecer com Deus uma aliança para conduzir o destino desse povo". Veja abaixo o vídeo com a integra do discurso.




Cotado a disputar o governo de MS, Odilon poderá comandar palanque de Ciro Gomes no estado em 2018

Postado por Marco Eusébio , 10 Novembro 2017 às 18:30 - em: Principal

O pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes, volta a Campo Grande neste sábado para participar do evento programado pelo PDT para anunciar a filiação de Odilon de Oliveira. Cotado por dirigentes da sigla para a disputar a cadeira de governador de MS nas eleições de 2018, o juiz, que disse à Folha de S.Paulo ser de 80% a possibillidade de disputar a sucessão do governador Azambuja (PSDB), deve confirmar sua pré-candidatura no ato político, a partir das 8h, no Ondara Palace, no Parque dos Poderes.




Governador Pedro Taques e o deputado federal Nilson Leitão, nos tempos de afinação no PSDB de Mato Grosso

Postado por Marco Eusébio , 09 Novembro 2017 às 14:30 - em: Principal

O governador Pedro Taques que trocou o PDT pelo PSDB oito meses depois de assumir o governo do vizinho Mato Grosso, alegando insatisfação com o apoio da sigla pela qual foi eleito ao governo da então presidente Dilma Rousseff, agora cogita voar do ninho tucano. O motivo é um desentendimento com o presidente do PSDB-MT, deputado federal Nilson Leitão, que decidiu disputar o Senado em 2018 e definiu o ex-vereador Paulo Borges como seu substituto no comando do partido. Isso foi a "gota d’água" para que Taques intensifique o diálogo com outras legendas como o PPS, o PV e o Podemos, diz o Diário de Cuiabá. Da China, em viagem oficial, Taques,afirmou que reunirá aliados na semana que vem em Cuiabá. "Vou reunir com o meu grupo político para definir essa situação de uma vez", declarou ao jornal.




Agamenon diz não ver problema em o PDT sair na frente com Odilon e pedirá a Zeca para conversar com as outras siglas

Postado por Marco Eusébio , 07 Novembro 2017 às 12:15 - em: Principal

O PT quer se unir ao PDT, PCdoB, PSB e PV em uma já chamada "Frente Democrática e Popular-MS" para as eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. O assunto será o principal tema em debate em reunião hoje, a partir das 19h, na sede do partido em Campo Grande. Agamenon do Prado, presidente municipal do PT, diz não ver problema em o PDT sair na frente e ter programado para o próximo sábado o anúncio do juiz aposentado Odilon de Oliveira como pré-candidato ao governo. Para o petista, a frente de esquerda poderá apresentar até maio um programa de governo e um candidato(a) para encabeçar esse projeto. Agamenon diz que vai pedir ao deputado federal Zeca, presidente estadual do PT, que inicie entendimentos com dirigentes do PDT, PCdoB, PSB e PV neste sentido.



Schimidt, o 'bruxo de Coxim', será eleito vice-presidente do PDT e vai assumir o leme com licença de Dagoberto

Postado por Marco Eusébio , 01 Novembro 2017 às 12:00 - em: Principal

João Leite Schimidt vai comandar o PDT durante as eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. Conhecido como "raposa" de articulações políticas, o "bruxo de Coxim" deverá ser eleito vice-presidente regional da sigla durante a convenção marcada para o dia 11 no Ondara Palace, em Campo Grande, onde o juiz aposentado Odilon de Oliveira, já filiado à sigla, deve ser anunciado como pré-candidato ao governo de MS. O deputado federal Dagoberto Nogueira deverá ser reconduzido à presidência, mas pedirá licença no início do ano para se dedicar à campanha de reeleição, passando o comando para Schimidt.




Entre Dagoberto e João Leite Schimidt, juiz Odilon fala em tom de pré-candidato: 'Quero ressuscitar a esperança do povo'

Postado por Marco Eusébio , 31 Outubro 2017 às 16:20 - em: Principal

Cotado pelo PDT para ser candidato à sucessão do governador Azambuja em 2018 e já aparecendo no site da Justiça Eleitoral como filiado ao partido, Odilon de Oliveira fez sua primeira reunião com a cúpula do partido e lideranças de movimentos sindicais e sociais, no escritório do deputado federal Dagoberto Nogueira, presidente regional da sigla, em Campo Grande ontem. E o juiz aposentado já está falando como pré-candidato: "Quero ressuscitar a esperança do povo", afirmou. Dentre os pontos discutidos, o principal foi a mobilização para a festa política do dia 11 quando Odilon será apresentado pelo PDT no Ondara Palace.




Cotado para disputar o governo de MS, Odilon aparece em vídeo do PDT convidando eleitores a 'uma nova caminhada'

Postado por Marco Eusébio , 28 Outubro 2017 às 11:30 - em: Principal

Já filiado ao PDT, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira gravou vídeos de propaganda do partido convidando eleitores a seguir com ele "uma nova caminhada" e a participar da convenção da sigla no dia 11 de novembro, no Ondara Palace, em Campo Grande. No evento, que deve contar com a presença do presidenciável Ciro Gomes, dirigentes do PDT devem anunciar a pré-candidatura de Odilon ao governo de Mato Grosso do Sul. 
 
Depois de o partido fazer mistério anunciando a suposta "filiação" para novembro, o presidente estadual do PDT, Dagoberto Nogueira, admitiu em entrevista publicada neste sábado pelo Correio do Estado que Odilon se filiou logo após ter se aposentado no início do mês. "Ele está no partido desde o dia que marcou um ano antes das eleições, assim que ele se aposentou. Isso porque ele poderia correr o risco de não disputar as eleições em relação ao prazo de filiação partidária. Mas o prazo voltou para seis meses. Na dúvida ele requereu a ficha", disse o deputado federal. 
 
Veja o vídeo do PDT publicado ontem no Facebook com a fala do juiz.
 




Juiz federal aposentado vai se filiar no PDT em evento no Ondara Palace no dia 11, informa o vereador Odilon Júnior

Postado por Marco Eusébio , 24 Outubro 2017 às 12:15 - em: Principal

Cotado pela sigla para disputar o governo de MS, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira vai mesmo ingressar no PDT. Conforme seu filho vereador Odilon Júnior, presidente municipal da sigla em Campo Grande, a filiação será durante ato do partido no dia 11 de novembro, no Ondara Palace, próximo à AABB no Parque dos Poderes.