Campo Grande, Quinta-Feira , 18 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: pdt

Odilon diz que quem especula contra sua candidatura terá 'seus interesses contrariados com a minha vitória'

Postado por Marco Eusébio , 15 Janeiro 2018 às 11:00 - em: Principal

"Que fique definitivamente claro o seguinte: sou pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul. Qualquer afirmação em contrário não passa de mera especulação daqueles que terão seus interesses contrariados com a minha vitória", avisou hoje em sua página no Facebook o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), rebatendo rumores de que não confirmará a candidatura.

.




Schimidt na fila do Fórum Eleitoral para cadastramento biométrico do título eleitoral obrigatório em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 04 Janeiro 2018 às 16:20 - em: Principal

O presidente estadual do PDT, João Leite Schimidt, até teve a prerrogativa de optar pela fila preferencial para pessoas com 60 anos acima. Mesmo assim, como há muita gente no local, o "Bruxo de Coxim" continua, neste momento, esperando no Fórum Eleitoral em Campo Grande para o exercício cívico de cadastramento biométrico do titulo de eleitor. "A fila comum demora umas três horas e a preferêncial cerca de uma hora para atendimento", diz o jornalista João Prestes que enviou a foto acima. Vale lembrar aos demais eleitores que na cidade o cadastro é obrigatório e vai até 18 de março.



Bernal depois de visitar a casa de Schimidt: 'Boa conversa. Boas perspectivas. Voltaremos a falar no ano vindouro'

Postado por Marco Eusébio , 23 Dezembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Alcides Bernal, presidente regional do Progressistas, como agora é chamado o antigo PP, visitou na manhã deste sábado o presidente estadual do PDT João Leite Schimidt. Falaram sobre política e uma possível aliança para ano que vem. Indagado sobre a conversa, Bernal demonstrou ter gostado ao responder ao Blog: "Falei com ele. Me convidou à casa dele para falarmos sobre 2018. Boa conversa. Boas perspectivas. Voltaremos a falar no ano vindouro."




Ex-ministro Gilberto Carvalho durante discurso hoje na Plenária da Frente Brasil Popular em MS

Postado por Marco Eusébio , 02 Dezembro 2017 às 12:15 - em: Principal

"O Lula vai ser candidato, a Manuela (PCdoB) vai ser candidata, o Ciro (PDT) vai ser candidato, nós vamos dialogar e nada vai nos separar" - afirmou em Campo Grande neste sábado o ex-ministro petista Gilberto Carvalho, que foi assessor e conselheiro do presidente Lula em seus dois governos e chefiou a secretaria-Geral da Presidência da República no governo Dilma Rousseff. A declaração foi feita em discurso na sede da Fetems, onde Carvalho participa na Plenária Estadual de Frente Brasil Popular em Mato Grosso do Sul.




Dagoberto: 'Takimoto alegou que, se não votasse a favor do governo, seria difícil manter sistema funcionando'

Postado por Marco Eusébio , 30 Novembro 2017 às 18:00 - em: Principal


Takimoto admite ter contrariado a orientação do PDT, mas afirma que não pretende sair do partido

Postado por Marco Eusébio , 30 Novembro 2017 às 12:30 - em: Principal

A bancada do PDT na Assembleia Legislativa de MS pode ser extinta, caso o partido resolva expulsar seu único deputado, George Takimoto, que contrariou recomendação da sigla e votou em favor da Reforma da Previdência dos servidores estaduais proposta pelo governo Azambuja e aprovada na semana passada. 
 
"Dagoberto pediu para não votar a favor da reforma mas ele não impôs nada", disse o médico de Dourados ao Correio do Estado. Takimoto declarou ainda ao jornal que não pretende deixar o PDT, mas, se for expulso, sairá de "consciência tranquila" e afirmou ter convites do PMDB, PR, PHS e DEM. Takimoto disse ainda ao diário que Nelsinho Trad pediu para ele ir para o PSD, partido do irmão dele, o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad. “Mas isso ocorreu antes da votação da reforma da Previdência. Agora não sei se eles vão me querer ainda”, acrescentou.
 
No PDT, o secretário-geral do partido, Sérgio Vieira (Serginho), disse hoje ao Blog que não há nada, por enquanto, neste sentido. "Tem que ver se vão pedir a expulsão. Até agora não tem nada. Se pedirem, vai para a comissão de ética analisar. Alguém tem que formalizar o pedido", explicou.



Waldeli recebeu a visita do juiz Odilon e ambos trocaram convites para supostas chapas majoritárias

Postado por Marco Eusébio , 13 Novembro 2017 às 18:00 - em: Principal

Dois dias antes de ser lançado pré-candidato ao governo de MS pelo PDT, Odilon de Oliveira visitou Costa Rica na quinta-feira e conversou com o prefeito Waldeli dos Santos Rosa. 
 
A viagem do magistrado gerou comentários nos bastidores políticos de Campo Grande de que ambos estariam se unindo nas eleições de 2018. 
 
De fato, a conversa existiu como mostra a foto acima. E foi bastante amistosa. Na ocasião, ambos "brincaram" de trocar convites. 
 
Waldeli (que vai para o PMDB e, caso André não seja candidato, está disposto a disputar o governo) convidou Odilon a disputar o Senado em sua chapa. 
 
De volta, ouviu convite semelhante, para ser vice na chapa a ser montada pelo PDT, feito pelo juiz federal aposentado.



Odilon foi convidado por Waldeli para disputar o Senado e convidou o prefeito para ser vice em sua chapa

Postado por Marco Eusébio , 13 Novembro 2017 às 16:00 - em: Principal

Dois dias antes de ser lançado pré-candidato ao governo de MS pelo PDT, Odilon de Oliveira visitou Costa Rica na quinta-feira e conversou com o prefeito Waldeli dos Santos Rosa. 
 
A viagem do magistrado gerou comentários nos bastidores políticos de Campo Grande de que ambos estariam se unindo nas eleições de 2018. 
 
De fato, a conversa existiu. Na ocasião, ambos "brincaram" de trocar convites. 
 
Waldeli (que vai para o PMDB e, caso André não seja candidato, está disposto a disputar o governo) convidou Odilon a disputar o Senado em sua chapa. 
 
De volta, ouviu convite semelhante, para ser vice na chapa a ser montada pelo PDT, feito pelo juiz.



Dagoberto Nogueira, presidente estadual do PDT, e Odilon de Oliveira, em discursos na convenção do partido

Postado por Marco Eusébio , 11 Novembro 2017 às 14:00 - em: Principal

"Aceito, sim, o desafio de de ser candidato a governador de Mato Grosso do Sul" declarou o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, ao confirmar sua pré-candidatura à sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) neste sábado, na convenção do PDT realizada no Ondara Palace, em Campo Grande. No evento que reuniu lideranças nacionais e estaduais do PDT, como o pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes, e o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, Odilon iniciou seu discurso agradecendo a presença de lideranças convidadas como o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), seu irmão ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB) e o primo deles, o deputado federal Mandetta (DEM). Também presentes, a prefeita de Dourados, Délia Razuk (PR), o prefeito de Coxim, Aluizio São José, e o médico Ricardo Ayache, ambos do PSB.

Odilon discorreu sobre sua longa carreira na magistratura, falou das ameaças de morte que recebeu pelo combate ao crime organizado, e disse que, além disso, apresenta o "currículo da honestidade, da lisura e da transparência". Sobre quem questiona o fato de ele "não ter experiência para governar", lembrou que " juiz não sai juiz do ventre da mãe" e disse ter "maturidade para exercer qualquer cargo da República". Frisando só não ter "experiência para roubar", disse que aceita o desafio de "iniciar um pacto com o povo" e "uma forma de estabelecer com Deus uma aliança para conduzir o destino desse povo". Veja abaixo o vídeo com a integra do discurso.




Cotado a disputar o governo de MS, Odilon poderá comandar palanque de Ciro Gomes no estado em 2018

Postado por Marco Eusébio , 10 Novembro 2017 às 18:30 - em: Principal

O pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes, volta a Campo Grande neste sábado para participar do evento programado pelo PDT para anunciar a filiação de Odilon de Oliveira. Cotado por dirigentes da sigla para a disputar a cadeira de governador de MS nas eleições de 2018, o juiz, que disse à Folha de S.Paulo ser de 80% a possibillidade de disputar a sucessão do governador Azambuja (PSDB), deve confirmar sua pré-candidatura no ato político, a partir das 8h, no Ondara Palace, no Parque dos Poderes.