Campo Grande, Segunda-Feira , 20 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: paulo-correa

Sérgio Longen e o líder do governo deputado Rinaldo, que teve sua foto estampada em cartaz 'contra aumento de impostos'

Postado por Marco Eusébio , 25 Agosto 2017 às 13:30 - em: Principal

Diante de mudanças à vista no Programa de Incentivos Fiscais do Governo de Mato Grosso do Sul, que cogita criar um fundo para obrigar indústrias que se instalaram com incentivos no estado a contribuir com 10% do que deixam de pagar de ICMS, mudança que deve passar pelo crivo da Assembleia, a Federação das Indústrias (Fiems) vai apelar para a tática de constranger deputados expondo fotos e nomes dos que são contra ou a favor do aumento de impostos em outdoors e em anúncios na imprensa. Essa é a nova fase da campanha "Acorda MS - Chega de Impostos", lançada hoje pela Fiems em parceria com a Fecomércio-MS, Famasul, Faems e OAB-MS. Frisando que o governo deve cortar gastos em vez de aumentar impostos, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, aproveitou a presença no evento do deputado Rinaldo Modesto (PSDB) para questionar o líder do Governo na Assembleia. O tucano acabou declarando ser contra o aumento de impstos e teve seu nome e foto postado em um banner. Outro já declarou voto contra a os impostos, conforme a Fiems, é o deputado Paulo Corrêa (PR).




Siufi, Kemp, Corrêa, Kayatt e Rocha: cada deputado indicou dois servidores para colaborar com trabalhos da CPI

Postado por Marco Eusébio , 29 Junho 2017 às 15:30 - em: Principal

Servidores da Assembleia escalados para ajudar nos trabalhos da CPI que apura denúncias da JBS sobre emissão de notas frias e pagamento de propinas a governantes para obter incentivos fiscais em Mato Grosso do Sul não vão receber por eventuais horas extras, que serão compensadas em um "banco de horas" para que o funcionário possa folgar na sequência. A proposta do deputado Eduardo Rocha (PMDB) foi aprovada ontem pelos demais deputados da comissão: Paulo Correa (PR) presidente, Flávio Kayatt (PSDB) relator, Paulo Siufi (PMDB) e Pedro Kemp (PT). Cada um deles indicou dois servidores para auxiliar os serviços.




Paulo Corrêa (em pé) e Flávio Kayatt (à direita) foram escolhidos como presidente e relator da comissão

A comissão especial criada pela Assembleia Legislativa para investigar denúncias do empresário Joesley Batista, da JBS, contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), será presidida pelo deputado Paulo Corrêa (PR) e terá como relator o tucano Flávio Kayatt. Os nomes foram definidos no fim da tarde de hoje, após definidos pela manhã os cinco integrantes da comissão, que conta ainda com os deputados Eduardo Rocha e Márcio Fernandes (ambos do PT) e, pela oposição, o petista Pedro Kemp. A primeira reunião de trabalho será amanhã, às 15h30, no Plenarinho da Assembleia, informou ao Blog o deputado Eduardo Rocha, vice-presidente da comissão. Em delação premiada, Joesley disse à PGR que frigoríficos do grupo pagavam propina para obter isenções fiscais em Mato Grosso do Sul num esquema que teria sido iniciado no governo Zeca do PT, continuado nas gestões de André Puccinelli (PMDB) e chegado até o atual governo.