Campo Grande, Quinta-Feira , 25 de Maio - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: odebrecht

Mais 30 inquéritos foram enviados pelo Supremo à Polícia Federal

Postado por Marco Eusébio , 29 Abril 2017 às 14:00 - em: Principal

"O STF enviou à PF outra leva de 30 inquéritos abertos a partir da delação da Odebrecht. Ou seja, os investigadores já têm material para deflagrar novas operações pelo país", reporta neste sábado o jornalista Gabriel Nascimento no blog Radar, da Veja.




Delcídio omitiu fatos revelados por ex-diretor da Odebrecht

Postado por Marco Eusébio , 22 Abril 2017 às 13:00 - em: Principal


FHC, Lula e Temer querem 'salvar' PSDB, PT e PMDB no naufrágio em 2018 diz Folha

Postado por Marco Eusébio , 13 Abril 2017 às 19:00 - em: Principal

Emissários do presidente Michel Temer (PMDB) e dos ex-presidentes Lula (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) estariam negociando um "pacto" para garantir a sobrevivência política dos três partidos nas eleições de 2018. O acordo começou a ser costurado em novembro. O grupo avalia que a Lava Jato quer eliminar a classe política e "abrir espaço para um novo projeto de poder, capitaneado por aqueles que comandam a investigação". Os principais emissários nessas conversas seriam o ministro Gilmar Mendes (STF) e o ex-integrante da Corte, Nelson Jobim, que já almoçou com Temer e FHC e marcou encontro com Lula para breve. Temer, Lula e FHC foram citados nas delações da Odebrecht por recebimento de recursos ilegais. Os três acreditam que eleições conturbadas no ano que vem podem favorecer candidatos "aventureiros". O acordo incluiria manter Temer no poder até o fim de 2018 e a participação de Lula nas eleições. As informações são da Folha de S.Paulo.



Collor levou R$ 800, bem mais do que Renan

Postado por Marco Eusébio , 12 Abril 2017 às 17:30 - em: Principal

Por Gabriel Mascarenhas no blog Radar da Veja:
 
"Renan Calheiros chiou quando a Odebrecht ofereceu-lhe 500 000 reais em 2010. Ele achou que era pouco. De certa forma, tinha razão. Naquele mesmo ano, seu conterrâneo, o histórico Fernando Collor embolsou 800 000 reais. Mas o líder do PMDB não tem do que reclamar. Em outras transações espúrias, ele recebeu milhões da Odebrecht nos últimos anos."