Campo Grande, Terça-Feira , 20 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: michel-temer

Temer e a nova pauta de prioridades enviada a todos seus chefes de primeiro, segundo e terceiro escalões

Postado por Marco Eusébio , 20 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

O governo anunciou a suspensão da tramitação da reforma da Previdência no Congresso, impossibilitada devido à intervenção federal no Rio conforme prevê a Constituição, e anunciou ontem agenda com 15 pontos que passa a ser a Pauta Pioritária (veja acima) do Planalto, que inclui a privatização da Eletrobras, a autonomia do Banco Central e a simplificação da cobrança do PIS/Cofins.




Exército vai assumir o comando das forças policiais e bombeiros e terá poder de prisão de seus membros

Postado por Marco Eusébio , 16 Fevereiro 2018 às 09:00 - em: Principal

O governo federal decreta hoje intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro. O interventor será o general Walter Souza Braga Neto, do Comando Militar do Leste, que, na prática, vai substituir o governador na área de segurança pública. O Exército vai assumir o comando das forças policiais, bombeiros e área de inteligência, com poder de prisão de seus membros. A decisão foi tomada pelo presidente Michel Temer após tensa reunião na noite anterior no Alvorada com o governador Luiz Fernando Pezão, os presidentes do Senado, Eunício Oliveira, da Câmara, Rodrigo Maia, e ministros. O decreto já começa a valer a partir da publicação. Pela Constituição, cabe ao presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), convocar sessão para que as duas Casas Legislativas aprovem ou rejeitem a intervenção em dez dias. Enquanto a intervenção estiver em vigor, a Constituição não pode ser alterada, o que impede a reforma da Previdência.




Marun diz que sem reforma da Previdência projeto eleitoral de Michel Temer ficaria 'menos viável'

Postado por Marco Eusébio , 12 Fevereiro 2018 às 18:00 - em: Principal

Michel Temer é candidato a presidente da República? Indagado pelo jornal gaúcho Zero Hora, o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo respondeu: "Sim, pode ser. Vai depender de muitas coisas, inclusive o Brasil que vamos ter no início de março. Seremos um Brasil em crescimento. Com a reforma, essa ascensão vai se tornar mais forte. Sem a reforma, tende a diminuir. Com a reforma, nosso projeto eleitoral se torna mais viável. Sem a reforma, nosso projeto se torna menos viável".
 
O jornal questionou: "Sem reforma, não é candidato?". Marun ponderou: "Não chegaria a ser tão fatalista. Pensamos que o grupo de partidos que apoia o governo tenha posição conjunta nas eleições. Pode apoiar um candidato do grupo, hoje estão postos o Rodrigo Maia (presidente da Câmara) e o Henrique Meirelles (ministro da Fazenda). Pode ser o presidente Temer. Hoje ele não quer, mas pode se animar, entendeu? Outra possibilidade é apoiar candidato de fora, que tenha visão de sociedade semelhante à nossa."
 
Leia aqui a íntegra no site GaúchaZH.



Segovia terá de explicar ao relator do caso no Supremo declarações sobre arquivar denúncia contra Temer

Postado por Marco Eusébio , 10 Fevereiro 2018 às 16:00 - em: Principal

Pegou muito mal dentro e fora da corporação, e até no Planalto, a entrevista do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, à agência Reuters, em que declarou que a tendência na PF é recomendar o arquivamento da investigação em que o presidente é suspeito de beneficiar a empresa Rodrimar com o decreto que renovou concessões no Porto de Santos. Segovia foi intimado pelo relator da investigação contra Temer, no Supremo, ministro Luís Roberto Barroso, a explicar suas declarações, após o carnaval. Para Barroso, a conduta de Segovia "é manifestamente imprópria e pode, em tese, caracterizar infração administrativa e até mesmo penal". O ministro entendeu que o diretor da PF ameaçou o delegado do caso, "que deve ter autonomia para desenvolver o seu trabalho com isenção e livre de pressões". Depois da péssima repercussão, Segovia, como a maioria costuma fazer, culpa a imprensa, dizendo que suas declarações foram mal interpretadas.




Fantástico divulgou gravação em que Cristiane Brasil diz a servidores que ficarão desempregados se ela não tiver cargo

Postado por Marco Eusébio , 05 Fevereiro 2018 às 11:45 - em: Principal

Cristine Brasil provavelmente estaria exercendo seu mandato sem maiores percalços. Mas a insistência dela, do pai Roberto Jefferson, e do Planalto em fazê-la ministra do Trabalho, só tem feito aparecer seu extenso curriculo de coisas malfeitas, e piorado a imagem do governo federal. Depois de a imprensa revelar que a escolhida de Temer para ser ministra do Trabalho é condenada por não pagar ex-funcionários e sua associação com traficantes para obter votos em comunidades cariocas, o Fantástico divulgou na noite anterior áudio em que a então secretária da Prefeitura do Rio, em 2014, cobra empenho de servidores comissionados, se quiserem manter os empregos, para conseguir votos para que ela fosse eleita deputada federal. Eles são orientandos, inclusive, a convencer idosos (e familiares destes) atendidos pela secretaria que comandava a votar nela e em Marcus Vinícius (também do PTB) para deputado estadual. Ambos foram eleitos. O uso de cargo público para interesses pessoais (coisa comum Brasil afora) ficou escondido. Até ser revelado agora. Veja aqui o vídeo do Fantástico.



Em anúncio do governo, mulher faz perguntas a um homem que dá quase sempre a mesma resposta

Postado por Marco Eusébio , 03 Fevereiro 2018 às 15:00 - em: Principal

O governo Michel Temer copiou anúncio do Posto Ipiranga em propaganda a favor da reforma da Previdência. A gravação mostra uma mulher fazendo perguntas sobre aposentadorias de "privilegiados" do setor público a um homem que sempre responde "Posto da Previdência". Por fim, a mulher indaga onde encontrar uma "Previdência justa, com todos trabalhando igual e recebendo igual?" e o homem responde: "Ah, aí é só com a reforma da Previdência, uai!". O site Poder360, que reproduziu o vídeo abaixo, diz que ainda não se sabe se o Planalto pagou os direitos para usar a ideia criadapela agência que atende o Posto Ipiranga.




Michel Temer completou 77 anos em setembro, não fez a 'prova de vida' no mês do aniversário e teve aposentadoria suspensa

Postado por Marco Eusébio , 01 Fevereiro 2018 às 18:00 - em: Principal

Michel Temer não recebeu sua aposentadoria referente a novembro e dezembro do ano passado, como procurador aposentado de São Paulo, porque não fez seu recadastramento anual obrigatório, a chamada prova de vida, que todo beneficiário tem de fazer no mês de seu aniversário. Temer completou 77 anos no dia 23 de setembro. A São Paulo Previdência (SPPrev), que administra as pensões e aposentadorias do governo paulista, diz que quando não é feita a prova de vida, o benefício é automaticamente suspenso; e que a situação do presidente “já está sendo regularizada". Em nota, a assessoria da Presidência declarou que Temer não fez o recadastramento por "falta de tempo", mas que "fará assim que possível". 
 
Temer se aposentou aos 58 anos, em 1999, como procurador. O portal da transparência do Governo de SP mostra que, em outubro, o valor pago de sua aposentadoria foi de R$ 45.050. Com o abatimento do teto previsto para o cargo, seu rendimento final ficou em R$ 22,1 mil naquele mês. Depois disso, não há mais registro de pagamento. Além da aposentadoria, Temer recebe como presidente da República, mas esta remuneração também sofre abatimento, por conta do teto constitucional para servidor público. Com isso, o peemedebista recebe por mês mais R$ 2,7 mil pelo exercício do cargo de presidente. Mesmo sem a aposentadoria, o salário de presidente teve o abatimento. (Com O Globo)



Temer diz que algumas pessoas não vão com sua 'cara', mas é preciso analisar que o País está se recuperando após 'recessão medonha'

Postado por Marco Eusébio , 31 Janeiro 2018 às 14:00 - em: Principal

Nesta quarta-feira em que nova pesquisa Datafolha aponta uma rejeição de 70% e só 6% de aprovação ao presidente, Michel Temer atribuiu sua baixa popularidade com uma falta de empatia com o eleitor. Em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador, quando defendeu a reforma da Previdência, Temer afirmou que as pessoas, às vezes, "não vão" com sua "cara". Frisou não ver problemas nisso, mas destacou que é necessário "analisar friamente" o que está sendo feito em sua gestão: 
 
– "As vezes as pessoas não vão com a minha cara. O sujeito diz... esse Temer, não vou com a cara dele. Tudo bem, não tem problema nenhum. O problema é analisar o que que está sendo feito. Vamos analisar friamente. Nós pegamos uma recessão medonha, uma recessão extraordinária. O País estava à beira do colapso, e estamos recuperando pouco a pouco".
 
Na entrevista, Temer também foi indagado sobre a condenação de Lula, o impasse sobre a deputada cotada a ministra Cristiane Brasil (PTB) e sobre as eleições para sua sucessão.
 




Silvio Santos gravou programa com Michel Temer que foi levado ao ar na noite anterior pelo SBT

Postado por Marco Eusébio , 29 Janeiro 2018 às 13:30 - em: Principal

A participação de Michel Temer no programa Silvio Santos em que o presidente defendeu a reforma da Previdência, que havia sido grava e foi levada ao ar na noite anterior pelo SBT, repercutiu nas redes sociais. No Twitter, a maior parte das mensagens foram negativas ao governo e a hastag #SilvioSantos ficou nos trends topics mundiais, os assuntos mais comentados da rede social. E os internautas não pouparam memes sobre a entrevista, como estes abaixo:




Cristiane Brasil deve tomar posse na segunda-feira, antes de Michel Temer viajar para o Fórum Econômico na Suiça

Postado por Marco Eusébio , 20 Janeiro 2018 às 13:15 - em: Principal