Campo Grande, Quarta-Feira , 22 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: jbs

Governador Azambuja reuniu deputados e representantes da JBS e empresa ofereceu garantias ao Estado

Postado por Marco Eusébio , 20 Outubro 2017 às 21:00 - em: Principal

O grupo JBS retomará na terça-feira os abates de 6 mil bovinos por dia, em média, nos seus sete frigoríficos em Mato Grosso do Sul. A garantia foi dada pelo presidente da Divisão de Carnes Brasil da empresa, Renato Costa, em reunião convocada pelo governador Reinaldo Azambuja no fim da tarde de hoje na Governadoria com participação de deputados da CPI da JBS na Assembleia. Os abates foram suspensos nesta semana pelo grupo, que alegou insegurança jurídica depois de ter contas e bens bloquados pela Justiça a pedido da CPI. Na reunião, ficou acertado que na segunda-feira advogados da JBS, da Assembleia e do Governo apresentarão à Justiça minuta de acordo em que a empresa se compromete a oferecer bens em garantia para ressarcir o Estado pela dívida acumulada, para que possa ter as contas desbloqueadas. O grupo assumiu o compromisso também de manter as atividades normais e o emprego dos cerca de 15 mil funcionários que atuam em MS.




O ex-procurador Miller e o poderoso Joesley Batista devem ser presos nas próximas horas por delação suspeita

Postado por Marco Eusébio , 09 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Autor da gravação de abalou a República, o poderoso Joesley Batista está sendo implodido por uma outra gravação. A prisão do empresário, do diretor da J&F Ricardo Saud e do ex-proucurador Marcelo Miller foi pedida ao Supremo por Rodrigo Janot na noite anterior, com base na gravação em que Joesley e Saud falam sobre suposta interferência de Miller para ajudar no acordo de delação premiada. No Supremo, as ordens de prisão devem partir do ministro Edson Fachin. E já são dadas como certa nos meios políticos.




Azambuja fala com a imprensa durante ato de entregas de medalhas da Polícia Militar de MS pelos 182 anos da corporação

Postado por Marco Eusébio , 05 Setembro 2017 às 14:15 - em: Principal

Ao comentar a decisão de Rodrigo Janot de revisar a delação da JBS por indícios de omissão de informações e ameaçar retirar benefícios concedidos aos irmãos Joesley e Wesley Batista no acordo com a PGR, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) declarou hoje que isso "mostra aquilo que nós sempre falamos, que a verdade prevalece à mentira". A afirmação foi feita à imprensa, ao participar da entrega de medalhas da PM pelos 182 anos da corporação, quando foi instado a falar sobre o assunto, por ter sido citado pelos irmãos Batista que acusaram governantes estaduais, desde a época de Zeca do PT, de cobrar propina para conceder incentivos fiscais aos frigoríficos do grupo em MS. O governador voltou a dizer que a delação tem sido usada por pessoas para se livrar da punição por crimes cometidos, e que se deve dar direito à defesa ao contraditório, antes de se condenar qualque pessoa.




Fábrica da Eldorado Celulose em Três Lagoas agora é da empresa holandesa Paper Excellence

Postado por Marco Eusébio , 02 Setembro 2017 às 13:30 - em: Principal

A J&F, controladora da JBS, anunciou neste sábado a venda da Eldorado Celulose sediada em Três Lagoas (MS) à empresa holandesa Paper Excellence por R$ 15 bilhões numa operação que deve ser concluída em doze meses. Em comunicado, a Paper Excellence afirmou que mantém a estratégia de expandir sua operação e que "sempre teve o Brasil no radar por ser um país com uma posição diferenciada no cenário global de produção do setor". A Eldorado produz cerca de 1,7 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano e, depois da Alpargatas (R$ 3,5 bilhões) e da Vigor (R$ 5,7 bilhões), é a terceira empresa vendida pela holding J&F só neste ano, após o escândalo envolvendo os irmãos Batista.




Eduardo Rocha na sessão de ontem da CPI: 'Se é para indenizar União, porque não indenizar os Estados?'

Postado por Marco Eusébio , 10 Agosto 2017 às 11:00 - em: Principal

A CPI da Assembleia que investiga as isenções fiscais concedidas aos frigoríficos da JBS em Mato Grosso do Sul aprovou ontem requerimento a ser encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF) questionando se no acordo de leniência firmado com o grupo J&F dos irmãos Batista, de 10,3 bilhões de reais (leia mais aqui), parte dos recursos poderia ser destinada aos estados em que a empresa tem planta. "O acordo visa pagar danos causados na União. Porque não separar uma parte para cobrir eventuais prejuízos que os estados possam ter tido com a JBS? No meu entendimento, desses recursos, um bilhão de reais poderia vir para Mato Grosso do Sul", disse ao Blog o deputado Eduardo Rocha (PMDB), autor da proposta.




Em seus 'ensaios' no Facebook, o ex-BBB petista Mamão provoca a cúpula de seu partido sobre 'silêncio' em relação à JBS

Postado por Marco Eusébio , 25 Julho 2017 às 19:15 - em: Principal

De volta ao Jornal Nacional no fim de semana, a delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista sobre suposto esquema de propina no governo de MS voltou a gerar polêmicas e debates nas redes sociais. O advogado Ilmar Renato Fonseca, o "Mamão", conhecido por participar do Big Brother Brasil da Globo, que é militante petista em Campo Grande, chegou a convocar protesto contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia, mas foi lembrado por companheiros que a Casa está em recesso. O petista também foi alertado sobre o "telhado de vidro", pois a denúncia da JBS diz que o esquema de propina foi iniciado no governo Zeca do PT, passando pelas gestões de André Puccinelli (PSDB) e chegado ao atual governo. Questionado, o Mamão afirmou ao Blog: "Nós da militância estamos provocando o debate com a direção do partido, já que o diretório estadual presidido por Zeca e a bancada estadual estão em silêncio. E na Assembleia, não dá pra apostar nessa CPI do Paulo Corrêa (PR) comandada por aliados do governo". Hoje no Facebook, o Mamão disparou contra a cúpula de seu próprio partido. "O silêncio no PT/MS está reinando ou está Reinaldo? Com a palavra a militância petista que não se cala. Direção omissa, base aguerida!"




Aviso na porta da mansão de Joesley Batista, o 'gravador-mor da República', no elegante Jardim Europa, em SP

Postado por Marco Eusébio , 10 Julho 2017 às 12:15 - em: Principal

Do Lauro Jardim em blog no O Globo:
 
"Na porta da mansão de Joesley Batista, no Jardim Europa (SP), há uma placa de metal, de cerca de um metro de altura, na qual consta um pedido insólito para quem é o gravador-mor da República. 
 
Diz o seguinte: 
 
'Para a privacidade de todos, agradecemos a gentileza de não postar fotos e vídeos em redes sociais dos momentos aqui compartilhados'. 
 
Michel Temer deveria botar uma no Jaburu."



Rocha Loures terá de usar tornozeleira eletrônica, falar com outros investigados nem se ausentar do Brasil

Postado por Marco Eusébio , 30 Junho 2017 às 17:20 - em: Principal

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato e da denúncia da JBS no Supremo, mandou soltar o ex-deputado Rocha Loures, ex-assessor de Michel Temer que foi preso no dia 3 deste mês depois de flagrado pela Polícia Federal recebendo uma mala com 500 mil reais que, conforme delação da JBS, seria propina. Conforme Fachin, Loures terá de usar tornozeleira eletrônica e ficar em casa das 20h às 6h e nos fins de semana e feriados. Também não poderá entrar em contato com outros investigados nem se ausentar do Brasil.




Sessão da OAB-MS em Bonito, onde acontece hoje encontro do Colégio de Presidentes das Subseções da Ordem

Postado por Marco Eusébio , 30 Junho 2017 às 14:15 - em: Principal

Por unanimidade, o Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS) decidiu hoje pedir à Procuradoria Geral da República (PGR) abertura de inquérito para investigar denúncias dos donos da JBS, Wesley e Joesley Batista, envolvendo o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em suposto esquema de pagamento de propina para os frigoríficos do grupo obterem benefícios fiscais no estado. 
 
A decisão foi tomada em sessão na cidade de Bonito, onde acontece encontro do Colégio de Presidentes das subseções da Ordem, com base em parecer da comissão criada para analisar as denúncias que concluiu: "não obstante a gravidade dos fatos delatados, é necessário que os mesmos sejam comprovados para justificar a medida extrema de impedimento e qualquer outra de natureza criminal". 
 
Na ocasião, o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, disse que a Seccional da Ordem "cumpre, mais uma vez, seu papel constitucional agindo dentro dos critérios principiológicos, sempre adotados pela nossa instituição com prudência, equilíbrio e razoabilidade no agir de suas ações".



Além de negar pedido de prisão, Marco Aurélio revogou medidas de Fachin que havia afastado Aécio do Senado

Postado por Marco Eusébio , 30 Junho 2017 às 12:00 - em: Principal

Aécio Neves poderá voltar a exercer suas funções de senador, entrar em contato com sua irmã e outros investigados na delação da JBS e até deixar o País. A decisão é do ministro do Supremo, Marco Aurélio Mello, que, além de negar pedido de prisão do tucano mineiro, determinou na manhã desta sexta-feira o restabelecimento da sua situação jurídico-parlamentar. Aécio estava afastado da função desde o dia 17 de maio pelo ministro Edson Fachin, relator da delação da JBS, que também o proibiu de falar com outros investigados ou se ausentar do País. O "libertador" Marco Aurélio afastou todas essas medidas cautelares.