Campo Grande, Domingo , 21 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: governadores

Governadores dos estados do Brasil Central pedem programa nacional de combate ao crime nas fronteiras

Postado por Marco Eusébio , 05 Janeiro 2018 às 13:00 - em: Principal

A criação de um programa nacional de combate ao crime nas fronteiras e uma legislação mais rígida "visando o fim da cultura da impunidade" são parte de cinco pedidos feitos ao governo federal em documento público assinado ontem pelos governadores de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Rondônia, Tocantins e Maranhão enviado ao Planalto hoje.

"Entendemos que não adianta combater o problema da droga nos morros do Rio de Janeiro e grandes centros se não blindarmos as nossas fronteiras”, afirma o governador Reinaldo Azambuja, de MS, que com 1.517 km de fronteira com Paraguai e Bolívia é uma das principais entradas do tráfico de drogas e armas no País e carece de atenção especial da segurança nacional. "Em qualquer país do mundo, a segurança de fronteira é feita pelas forças federais. Proteger Mato Grosso do Sul é proteger o Brasil", argumenta Azambuja.

Os governadores propõem ainda a criação de um Fundo Nacional de Segurança Pública, com recursos não contingenciáveis; criação de novos estabelecimentos penais federais para presos que requerem vigilância de alta complexidade, deixando os presídios estaduais para detentos de média e de baixa periculosidades; e descontingenciamento dos recursos retidos no Fundo Penitenciário Nacional (Funpen).




Levantamento anual do G1 avalia cumprimento de promessas feitas na campanha, debates, discursos e entrevistas

Postado por Marco Eusébio , 02 Janeiro 2018 às 16:00 - em: Principal

Depois de três anos de mandato, governadores de todo o Brasil cumpriram, em média, 32% dos compromissos de campanha. Em Mato Grosso do Sul, o índice é um pouco melhor. O governador Reinaldo Azambuja cumpriu 39,13% dos, aponta levantamento nacional do site G1 da Globo, divulgado hoje (veja aqui), que avalia a cada ano a administração dos governadores de todo o Brasil. A avaliação, diz o site, leva em conta promessas feitas feitas na campanha, em discursos, em entrevistas, em debates, no plano de governo registrado nos TREs e até no discurso de posse. Azambuja cumpriu totalmente 9 de 23 dos principais compromissos assumidos na campanha, diz a Globo.com. Duas promessas (8,6%) foram cumpridas em parte e doze (52,17%) ainda estão no aguardo. Leia mais aqui no G1.




Carlos Marun: 'Nada me afastará do objetivo de fazer com que o país não retroceda'

Postado por Marco Eusébio , 28 Dezembro 2017 às 14:15 - em: Principal

O ministro chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, reagiu hoje atirando contra os governadores do Nordeste que enviaram uma carta aberta a Michel Temer ameaçando processá-lo pelas declarações de que liberações de financiamentos de bancos públicos para os estados estão condicionadas ao apoio à reforma da Previdência. O protesto, conforme a coluna Painel da Folha, foi liderado por dois correligionários do ministro: os emedebistas Renan Filho, de Alagoas, e Jackson Barreto, de Sergipe, usando o WhatsApp. Ao Correio Braziliense a assessoria da Presidência informou que não havia recebido carta alguma até a manhã de hoje.
 
"A reação daqueles que querem continuar omitindo a participação do governo federal nas ações resultantes de financiamentos obtidos junto aos bancos públicos só se justifica pela intenção de buscar resultados eleitorais exclusivamente para si. Estes defendem a equivocada tese de que quem recebe financiamentos pratica ações de governo e que quem os concede, não", disse Marun, em nota divulgada hoje por sua assessoria e publicada pelo site do Correio Braziliense.
 
"Afirmei, como reafirmo, que espero que todos os agentes públicos tenham a responsabilidade de contribuir neste momento histórico da vida da Nação. E afirmei, como reafirmo, que vou dialogar de forma especial com aqueles que estão sendo beneficiados por ações do governo, pleiteando o seu envolvimento no esforço que estamos fazendo para realizar as reformas que o Brasil necessita", acrescentou o ministro, acrescentando que "o Brasil avança. Nossa economia reage". "Nada me afastará do objetivo de fazer com que o país não retroceda", finalizou Marun.



Ministro Carlos Marun avisa que Planalto saberá distinguir governadores beneficiados cujas bancadas não votarem com o Planalto

Postado por Marco Eusébio , 27 Dezembro 2017 às 09:00 - em: Principal

O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, deixou claro em entrevista ontem que o Planalto vai ficar de olho nos governadores que serão fiéis depois de receber verbas do governo federal. Para Marun, a liberação de recursos da Caixa é uma "ação de governo", e não "chantagem", para os governadores pressionarem deputados a votar a favor da reforma da Previdência.