Campo Grande, Sábado , 18 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: gas-de-cozinha

Menos de um mês depois, Petrobras anuncia novo reajuste no preço médio do gás de cozinha

Postado por Marco Eusébio , 03 Novembro 2017 às 16:45 - em: Principal

O preço do GLP residencial em botijões de até 13 kg, o gás de cozinha, vai subir 4,5%, em média, a partir de domingo, anunciou hoje a Petrobras. Conforme a estatal, se o ajuste for integralmente repassado ao consumidor pelas distribuidoras, a alta será de 2%, em média, cerca de R$ 1,21 por botijão, se "mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos", diz em nota. No ano, o preço médio do gás de cozinha no país acumula alta de 15,58%, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). O último reajuste, de 12,9%, aconteceu há menos de um mês, no dia 11 de outubro.




Postado por Marco Eusébio , 03 Novembro 2017 às 16:42 - em: Papo de Arquibancada

O preço do GLP residencial em botijões de até 13 kg, o gás de cozinha, vai subir 4,5%, em média, a partir de domingo, anunciou hoje a Petrobras. Conforme a estatal, se o ajuste for integralmente repassado ao consumidor pelas distribuidoras, a alta será de 2%, em média, cerca de R$ 1,21 por botijão, se "mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos", diz em nota. No ano, o preço médio do gás de cozinha no país acumula alta de 15,58%, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). O último reajuste, de 12,9%, aconteceu há menos de um mês, no dia 11 de outubro.




Preços do botijão de gás comum em Campo Grande variam de R$ 55 a R$ 72 e devem subir nos próximos dias

Postado por Marco Eusébio , 10 Outubro 2017 às 16:15 - em: Principal

Com mais um reajuste anunciado pela Petrobras, o preço do gás de cozinha sobe 12,9% nas distribuidoras a partir de hoje. Em Campo Grande, os preços do botijão comum, que variam hoje de R$ 55 (Mendes Gás, na Mata do Jacinto) a R$ 72 (Telegás, Centro), conforme levantamento do site Campo Grande News, podem chegar a R$ 81,28 caso alguns revendedores repassem o índice integral ao valor final do gás. No acumulado deste ano, os aumentos já somam 51,5%.




Um dos motivos do reajuste, diz a Petrobras, foi o furacão Harvey na cidade de Houston (EUA), uma das maiores exportadoras

Postado por Marco Eusébio , 06 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Passa a valer a partir de hoje reajuste de 12,2% para o gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, o chamado gás de cozinha, vendido em botijões de até 13 quilos. O aumento foi decidido pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) da Petrobras e anunciado ontem pela estatal. O Gemp considerou para efeito de ajuste o cenário externo de estoques baixos, além dos reflexos de eventos climáticos, como o furacão Harvey, na maior região exportadora mundial do produto, que é a cidade de Houston, no Texas (EUA), cujos terminais permanecem fora de operação, o que afeta o mercado internacional. Com a menor disponibilidade de gás, os mercados consumidores, inclusive o brasileiro, sofreram aumento de preço.