Campo Grande, Segunda-Feira , 11 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: folha-de-s-paulo

Meirelles diz que crescimento de Lula e Bolsonaro tem limite e que eleitor aguarda candidato sem posições extremas

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 17:00 - em: Principal

O Planalto terá candidato à sucessão de Michel Temer em 2018 e não será Geraldo Alckmin, por faltar "comprometimento claro" do PSDB com as reformas, diz o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em entrevista à Folha de S.Paulo. Filiado ao PSD, Meirelles não descarta ser ele o candidato, mas repete que só decidirá sobre isso no final de março de 2018. Para Meirelles, seu baixo percentual de até 2% nas pesquisas reflete o fato de ele não estar em campanha.
 
Para o ministro, quando o resultado de políticas como o teto de gastos e a reforma trabalhista ficar evidente para a população, haverá oportunidade um candidato "com credibilidade" mostrar que o crescimento econômico e a renda vêm desses projetos. Meirelles avalia que a polarização entre Lula e Bolsonaro tem um "teto de crescimento". "A grande maioria ainda aguarda um candidato que não tenha posições extremadas", afirmou.
 
O líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Tripoli, reagiu dizendo à Folha que, na reforma trabalhista, seu partido deu ao governo mais votos do que o PSD de Meirelles. "Isso é porque ele é candidato e ele quer agora, obviamente, começar a campanha eleitoral. Começou muito mal. Não é por aí que ele vai conseguir convencer a população brasileira que o PSDB não tem ajudado o governo. Quero ver na hora de pegar os votos lá e conferir", afirmou.



Luciano Huck, em artigo publicado hoje na Folha: 'Contem comigo. Mas não como candidato a presidente'

Postado por Marco Eusébio , 27 Novembro 2017 às 09:00 - em: Principal

"Contem comigo. Mas não como candidato a presidente", diz Luciano Huck em artigo publicado na edição desta segunda-feira da Folha de S.Paulo. "É fundamental o movimento de sair da proteção e do conforto das selfies para somar forças na necessária renovação política. Mas daí a postular a candidatura a presidente da República há uma distância maior que os oceanos da jornada de Ulisses", acrescenta o apresentador de TV.




Colunista da Veja defende anulação da delação e Globo desqualifica perícia divulgada pela Folha

Postado por Marco Eusébio , 22 Maio 2017 às 14:30 - em: Principal

Além de abalar o Planalto, a gravação de Joesley Batista em conversa com Michel Temer gerou uma batalha midiática. A Globo, que acendeu o estopim da delação e pediu a renúncia de Temer em editorial, desqualificou no Fantástico a defesa feita por Temer em pronunciamento no sábado baseada em perícia contratada pela Folha de S.Paulo que apontou edições no áudio. No contra-ataque, a Globo torpedeou o perito contratado pela Folha classificando o trabalho de Ricardo Caires dos Santos como amador e chegou a dizer que ele não domina nem a língua portuguesa. Na Veja, o colunista Reinaldo Azevejo ataca em artigos a "gravação clandestina" e defende a extinção do inquérito contra Temer. De quebra, disparando pela esquerda, a revista CartaCapital defende a saída de Temer e eleições diretas já, como quer o PT para tentar voltar a eleger Lula, que, a propósito, também é alvo das denúncias.




Postado por Marco Eusébio , 22 Maio 2017 às 13:45 - em: Principal

A entrevista de Michel Temer divulgada hoje pela Folha de S.Paulo serviu de munição para mais um disparo do jornal O Globo contra o presidente esquentando a polêmica na mídia. Questionado sobre o motivo para receber Joesley Batista, da JBS, fora da agenda oficial, Temer respondeu à Folha que o empresário tentou muitas vezes falar com ele: "achei que fosse por questão da [Operação] Carne Fraca", em alusão à ação da PF sobre o esquema de corrupção envolvendo frigoríficos e funcionários do Ministério da Agricultura. O site do O Globo rebateu lembrando que a Operação Carne Fraca só foi deflagrada dez dias após o encontro de Temer e Joesley ocorrido às 22h40 (DF) do dia 7 de março. Ficou no ar a dúvida se o presidente sabia das investigações 10 dias antes e teria tratado do assunto com um dos alvos. Questionada, a assessoria de disse ao O Globo que ele se enganou na resposta à Folha.




O Globo destaca: Carne Fraca só aconteceu 10 dias depois; assessoria diz que Temer se enganou

Postado por Marco Eusébio , 22 Maio 2017 às 13:45 - em: Principal

A entrevista de Michel Temer divulgada hoje pela Folha de S.Paulo serviu de munição para mais um disparo do jornal O Globo contra o presidente esquentando a polêmica na mídia. Questionado sobre o motivo para receber Joesley Batista, da JBS, fora da agenda oficial, Temer respondeu à Folha que o empresário tentou muitas vezes falar com ele: "achei que fosse por questão da [Operação] Carne Fraca", em alusão à ação da PF sobre o esquema de corrupção envolvendo frigoríficos e funcionários do Ministério da Agricultura. O site do O Globo rebateu lembrando que a Operação Carne Fraca só foi deflagrada dez dias após o encontro de Temer e Joesley ocorrido às 22h40 (DF) do dia 7 de março. Ficou no ar a dúvida se o presidente sabia das investigações 10 dias antes e teria tratado do assunto com um dos alvos. Questionada, a assessoria de disse ao O Globo que ele se enganou na resposta à Folha.




Contrato de publicidade do BB é de R$ 500 milhões por ano

Postado por Marco Eusébio , 25 Abril 2017 às 10:15 - em: Principal