Campo Grande, Domingo , 18 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: evo-morales

Evo disse no Twitter que vai revogar lei para que 'a direita não tenha argumentos para gerar desestabilização no país'

Postado por Marco Eusébio , 22 Janeiro 2018 às 09:00 - em: Principal

Evo Morales anunciou neste fim de semana no Twitter que decidiu revogar o novo Código Penal da Bolívia, depois de protestos de religiosos, advogados, jornalistas e outros segmentos no país vizinho e mobilizou até pastores evangélicos de Corumbá (veja aqui). Um dos pontos polêmicos é o 12º parágrafo do 88 torna crime "o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto" e preve prisão que prevê prisão de sete a doze anos. Além da liberdade religiosa, o novo código também acaba com a liberdade de imprensa nos artigos 309, 310 e 311, que tratam de “injúria e difamação” e preveem prisão para quem fizer denúncias contra o governo e políticos (leia aqui). Ao canal estatal El Pueblo es Noticia, Evo declarou que "levou em conta as propostas do povo". No Twitter (veja abaixo), Evo disse que decidiu revogar o código "evitar confusões e para que a direita deixe de conspirar e não tenha argumentos para gerar a desestabilização do país" e prometeu enviar uma carta ao Congresso nos próximos dias.




Governo de Evo Morales quer censurar a evangelização e imprensa e trata liberdade de expressão como 'concessão de Estado'

Postado por Marco Eusébio , 16 Janeiro 2018 às 19:00 - em: Principal

Lideranças religiosas que atuam na Bolívia e em Corumbá estão denunciando a tentativa do presidente Evo Morales de criminalizar a evangelização. O Novo Código do Sistema Criminal boliviano, no artigo 88 em seu 12º parágrafo caracteriza como crime "o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto" e preve prisão que prevê prisão de sete a doze anos, o que preocupa lideranças católicas e evangélicas. Advogados e jornalistas denunciam que o novo código também acaba com a liberdade de imprensa nos artigos 309, 310 e 311, que tratam de “injúria e difamação”. Na prática, preveem prisão para quem fizer denúncias contra o governo e políticos. O governo boliviano argumenta que liberdade de expressão (seja religiosa ou na imprensa) é uma "concessão de Estado", pensamento típico das ditaduras, que aproxima mais ainda a Bolívia da Venezuela. Veja o vídeo em que pastores da Assembleia de Deus em Corumbá e da Bolívia falam sobre o assunto.




Postado por Marco Eusébio , 16 Janeiro 2018 às 18:42 - em: Papo de Arquibancada

Lideranças religiosas que atuam na Bolívia e em Corumbá estão denunciando a tentativa do presidente Evo Morales de criminalizar a evangelização. O Novo Código do Sistema Criminal boliviano, no artigo 88, preocupa bispos católicos e pastores de diferentes igrejas evangélicas, que prevê com prisão de sete a doze anos e no seu 12º parágrafo caracteriza como crime "o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto". Evangélicos, advogados e jornalistas denunciam que o novo código também acaba com a liberdade de imprensa nos artigos 309, 310 e 311, que tratam de “injúria e difamação”. Na prática, preveem prisão para quem fizer denúncias contra o governo e políticos. O governo boliviano argumenta que liberdade de expressão (seja religiosa ou na imprensa) é uma "concessão de Estado", pensamento típico das ditaduras, que aproxima mais ainda a Bolívia da Venezuela. Veja o vídeo em que aparece o pastor João Martins, presidente das Assembleias de Deus em Corumbá e pastores que atuam na Bolívia postado nesta semana na internet.




Pedro Taques, Tião Viana, Evo Morales, Reinaldo Azambuja e Confúcio Moura posam para foto após reunião hoje em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 14:20 - em: Principal

Mato Grosso do Sul deve ampliar, a partir do início de 2018, a compra direta do gás natural boliviano dos atuais 600 mil m³ por dia para 2 milhões de m³/dia, para a termelétrica que está sendo implantada na divisa de Corumbá e Ladário. O acordo foi definido hoje pelo governador Reinaldo Azambuja, em reunião com Evo Morales, em Brasília, onde o presidente da Bolívia faz nesta terça-feira visita oficial a Michel Temer. Participaram do encontro os governadores Pedro Taques (MT), Confúcio Moura (RO) e Tião Viana (AC), estados que também fazem fronteira com a Bolívia e têm interesse no gás. O acordo será oficializado em Puerto Ustarez (Beni), no dia 30 de janeiro. "Vamos firmar o memorando de entendimento, que vai ter aval do governo federal, e com isso o estado ganha uma fonte de energia competitiva para atrair novos investimentos", disse Azambuja. "O Governo do Estado repassará o gás à iniciativa privada, sem onerar os cofres públicos e gerando receita com a venda e a arrecadação (12%) do ICMS", emendou.




Evo afirma que quarta candidatura garante

Postado por Marco Eusébio , 29 Novembro 2017 às 15:30 - em: Principal

Evo Morales recebeu aval do Judiciário boliviano para se eternizar no poder. O presidente da vizinha Bolívia disse hoje que recente decisão do Tribunal Constitucional (TC) boliviano que lhe permite se candidatar a futuras eleições garante a "continuidade democrática" e a "estabilidade" do seu país. Caso ele seja eleito, cumprirá o seu quarto mandato consecutivo. Além de Evo, a sentença do TC também permite a outras autoridades voltar a se candidatar a cargos eletivos, sem restrição e favorece o atual vice-presidente Álvaro García Linera, além de governadores, prefeitos e legisladores que estavam impedidos de voltar a disputar as eleições, por ter cumprido sua segunda gestão consecutiva.




Molina estava internado em Brasília para onde foi levado depois do acidente áereo em Luziânia no entorno do DF

Postado por Marco Eusébio , 16 Agosto 2017 às 11:45 - em: Principal

Morreu na madrugada de hoje o ex-senador boliviano Roger Pinto Molina, aos 58 anos, no Hospital de Base de Brasília, estava internado desde sábado depois que o avião que pilotava caiu após decolar em Luziânia (GO). Opositor do presidente da Bolívia, Evo Morales, Molina vivia desde 2013 no Brasil, após ficar refugiado por um ano na embaixada brasileira em La Paz e ser trazido de carro para Corumbá (MS) com ajuda de fuzileiros navais. A FAB investiga as causas do acidente.




Avião caiu na tarde de ontem em Luziânia; ex-senador Molina foi levado para o Hospital de Base de Brasília

Postado por Marco Eusébio , 13 Agosto 2017 às 11:30 - em: Principal

O ex-senador boliviano Roger Pinto Molina, de 58 anos, que ficou conhecido ao se refugiar por um ano na embaixada brasileira em La Paz em 2012 e depois ter sido levado de carro para Corumbá (MS) com ajuda de fuzileiros navais, está internado em estado grave no Hospital de Base de Brasília. Ele pilotava um  avião de pequeno porte que caiu na tarde de ontem em Luziânia (GO). Molina estava sozinho na aeronave. A Força Aérea Brasileira (FAB) investiga as causas do acidente.