Campo Grande, Domingo , 25 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: evangelicos

Evo disse no Twitter que vai revogar lei para que 'a direita não tenha argumentos para gerar desestabilização no país'

Postado por Marco Eusébio , 22 Janeiro 2018 às 09:00 - em: Principal

Evo Morales anunciou neste fim de semana no Twitter que decidiu revogar o novo Código Penal da Bolívia, depois de protestos de religiosos, advogados, jornalistas e outros segmentos no país vizinho e mobilizou até pastores evangélicos de Corumbá (veja aqui). Um dos pontos polêmicos é o 12º parágrafo do 88 torna crime "o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto" e preve prisão que prevê prisão de sete a doze anos. Além da liberdade religiosa, o novo código também acaba com a liberdade de imprensa nos artigos 309, 310 e 311, que tratam de “injúria e difamação” e preveem prisão para quem fizer denúncias contra o governo e políticos (leia aqui). Ao canal estatal El Pueblo es Noticia, Evo declarou que "levou em conta as propostas do povo". No Twitter (veja abaixo), Evo disse que decidiu revogar o código "evitar confusões e para que a direita deixe de conspirar e não tenha argumentos para gerar a desestabilização do país" e prometeu enviar uma carta ao Congresso nos próximos dias.




Governo de Evo Morales quer censurar a evangelização e imprensa e trata liberdade de expressão como 'concessão de Estado'

Postado por Marco Eusébio , 16 Janeiro 2018 às 19:00 - em: Principal

Lideranças religiosas que atuam na Bolívia e em Corumbá estão denunciando a tentativa do presidente Evo Morales de criminalizar a evangelização. O Novo Código do Sistema Criminal boliviano, no artigo 88 em seu 12º parágrafo caracteriza como crime "o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto" e preve prisão que prevê prisão de sete a doze anos, o que preocupa lideranças católicas e evangélicas. Advogados e jornalistas denunciam que o novo código também acaba com a liberdade de imprensa nos artigos 309, 310 e 311, que tratam de “injúria e difamação”. Na prática, preveem prisão para quem fizer denúncias contra o governo e políticos. O governo boliviano argumenta que liberdade de expressão (seja religiosa ou na imprensa) é uma "concessão de Estado", pensamento típico das ditaduras, que aproxima mais ainda a Bolívia da Venezuela. Veja o vídeo em que pastores da Assembleia de Deus em Corumbá e da Bolívia falam sobre o assunto.




Postado por Marco Eusébio , 16 Janeiro 2018 às 18:42 - em: Papo de Arquibancada

Lideranças religiosas que atuam na Bolívia e em Corumbá estão denunciando a tentativa do presidente Evo Morales de criminalizar a evangelização. O Novo Código do Sistema Criminal boliviano, no artigo 88, preocupa bispos católicos e pastores de diferentes igrejas evangélicas, que prevê com prisão de sete a doze anos e no seu 12º parágrafo caracteriza como crime "o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto". Evangélicos, advogados e jornalistas denunciam que o novo código também acaba com a liberdade de imprensa nos artigos 309, 310 e 311, que tratam de “injúria e difamação”. Na prática, preveem prisão para quem fizer denúncias contra o governo e políticos. O governo boliviano argumenta que liberdade de expressão (seja religiosa ou na imprensa) é uma "concessão de Estado", pensamento típico das ditaduras, que aproxima mais ainda a Bolívia da Venezuela. Veja o vídeo em que aparece o pastor João Martins, presidente das Assembleias de Deus em Corumbá e pastores que atuam na Bolívia postado nesta semana na internet.




O evangélico Herculano tentou barrar votação, mas projeto do católico Siufi foi aprovado pela maioria dos deputados

Depois da conversão e confissão, jovem se entregou e foi levado para a Delegacia de Nazaré da Mata

Postado por Marco Eusébio , 03 Novembro 2017 às 12:45 - em: Principal

Um jovem 18 anos revelou ter assassinado quatro pessoas e participado de outras duas tentativas de homicídios a mandato de um traficante, ao se converter durante um culto evangélico na noite anterior na igreja Assembleia de Deus, na cidade de Carpina, no interior de Pernambuco. Contou ainda que tinha um revólver guardado em casa e pretendia matar a companheira. Após a confissão, ele participou das orações e pediu aos fiéis que chamassem a Polícia Militar para se entregar, e foi levado para a Delegacia de Nazaré da Mata. "A fé do jovem o ajudou a resgatar sua própria vida", disse à imprensa local o subcomandante do 2º Batalhão da PM da região, major Fábio Batista. (Com Jornal do Commercio)




Janot na mira dos evangélicos por defender ensino de educação sexual e ideologia de gênero

Postado por Marco Eusébio , 16 Junho 2017 às 09:00 - em: Principal