Campo Grande, Segunda-Feira , 19 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: eliseu-padilha

Padilha alegando que a filha 'mecheu' no celular; e a foto da torcida do Bayern que Gleisi pensou que fosse homenagem a Lula

Postado por Marco Eusébio , 15 Janeiro 2018 às 09:00 - em: Principal

No fim de semana, dois jogadores famosos do campo político – a senadora e presidente do PT Gleisi Hoffmann e o ministro-chefe da Casa Civil Elizeu Padilha – chutaram e erraram feio nas redes sociais.
 
Gleisi reproduziu no Twitter a foto acima, à direita, e escreveu: 
 
– "SHOW DE TORCIDA!! Um apaixonado por futebol como @LulapeloBrasil merece mesmo o carinho e a homenagem de torcedores no mundo todo. Recebi esta imagem, que mostra uma faixa 'FORZA LULA' na torcida do Bayern de Munique, ontem, na partida contra o Bayer Leverkusen, pela Liga Alemã".
 
O jornal curitibano Gazeta do Povo divulgou a gafe, informando a senadora paranaense que a faixa dizia "Forza Luca", feita por torcedores do Bayern de Munique, homenageava um torcedor italiano que entrou em coma após uma briga de torcidas. 
 
Raivosa, Gleisi deu de bico na canela a Gazeta do Povo: 
 
– "Recebi de um torcedor! Fiz de boa fé! Sacanagem é esse tabloide virtual de quinta categoria ficar sacaneando".
 
Do lado oposto do campo, Elizeu Padilha curtiu uma tuitada da esquerda, e depois se explicou no Twitter: 
 
– "Não curti nenhum Twitter de Leonardo Boffo hoje à tarde. Tenho uma filha de 3 aninhos que mecheu no meu celular. Foi um acidente que já corrigi." 
 
Ironizado por escrever "mecheu" com ch, o Padilha corrigiu a postagem e escreveu "mexeu". Mas não escapou dos cartões amarelos. Embora apagada, a gafe (acima, à esquerda) já havia sido printada e foi reproduzida pelo Ricardo Noblat (O Globo) no Twitter.



Ao falar sobre projeto político para 2018 com siglas da base, Padilha disse que PSDB já anunciou saída

Postado por Marco Eusébio , 29 Novembro 2017 às 11:45 - em: Principal

O ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil, disse hoje a jornalistas que considera o PSDB fora da base do governo. Questionado se o PMDB visa manter a aliança com o PSDB para a eleição de 2018, Padilha disse que o objetivo é costurar uma coalizão com partidos da base no Congresso. “Nós vamos fazer de tudo para manter a base de sustentação do governo e o projeto único de poder para 2018”, afirmou. "O PSDB não está mais na base do governo", emendou, dizendo que o "PSDB já disse que vai sair dia 9". Indagado sobre os três ministros tucanos - Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Luslinda Valois (Direitos Humanos) e Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Padilha destacou que eventuais saídas passam pela decisão de Temer. Conforme o noticiário nacional, Aloysio é o único que deve permanecer.