Campo Grande, Quinta-Feira , 25 de Maio - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: eleicoes-2018

Na Governadoria, retorno de aliados próximos e distantes tem sido constante nos últimos dias

Postado por Marco Eusébio , 19 Maio 2017 às 15:00 - em: Principal

Na sala de espera da Governadoria não passou despercebido nos últimos dias o retorno de lideranças políticas de Campo Grande e do interior que andavam ausentes e chegaram a bater asas para o lado adversário, mas agora fazem questão de registrar que sempre foram parceiros do governador Azambuja (PSDB). Em conversas externas, entretanto, muitos lamentaram que a quarta fase da Lama Asfáltica tenha respingado na imagem do ex-governador André Puccinelli (PMDB), até então cotado como principal nome para enfrentar o sucessor nas urnas em 2018. "A falta de uma disputa forte desaquece o mercado e quem cria dificuldade para vender facilidade perde a função", avaliou um atento observador do cenário regional.




Dagoberto e Ciro Gomes vão receber a imprensa em coletiva na quinta-feira, na sede do PDT-MS

Postado por Marco Eusébio , 16 Maio 2017 às 10:15 - em: Principal

De olho na sucessão de Michel Temer em 2018, Ciro Gomes começa a percorrer o Brasil e visitará Campo Grande nesta semana. Acompanhado do deputado federal Dagoberto Nogueira, presidente regional do PDT, o ex-ministro e ex-governador do Ceará receberá à imprensa a partir das 9h na sede do partido no Bairro Santa Fé para falar da conjuntura política nacional. A chegada de Ciro é prevista para amanhã à noite e ele deve se encontrar com o juiz federal Odilon Oliveira para ouvir sugestões sobre o combate ao crime na faixa de fronteira com o Paraguai e Bolívia visando propostas para seu plano de governo, disse ao Blog o vereador Odilon Jr., filho do magistrado e presidente municipal do PDT.




Ciro Gomes almoçou no Fiorentina com o dono do restaurante, o mineiro Omar Peres

Postado por Marco Eusébio , 16 Maio 2017 às 09:00 - em: Principal

A propósito, Ciro Gomes, que estará em Campo Grande nesta semana, "procura um João Doria para chamar de seu". É o que diz o blog Radar da Veja, acrescentando que "tudo indica ele já encontrou": O ex-governador do Ceará almoçou na semana passada no restaurante Fiorentina, de Omar Peres, também dono do tradicional Bar Lagoa, no Rio de Janeiro. Além do empresário, Carlos Lupi, presidente do PDT, também esteve presente. No encontro, Gomes ofereceu a Peres a legenda para que ele dispute a eleição para governador do Rio no ano que vem. O aspirante a novo João Doria tem interesse em se candidatar, mas ficou de pensar".




Ciro Gomes almoçou no Fiorentina com o dono do restaurante, o mineiro Omar Peres

Postado por Marco Eusébio , 16 Maio 2017 às 09:00 - em: Principal

"Ciro Gomes procura um João Doria para chamar de seu. E ao que tudo indica ele já encontrou. O ex-governador do Ceará almoçou na semana passada no restaurante Fiorentina, de Omar Peres, também dono do tradicional Bar Lagoa, no Rio de Janeiro. Além do empresário, Carlos Lupi, presidente do PDT, também esteve presente. No encontro, Gomes ofereceu a Peres a legenda para que ele dispute a eleição para governador do Rio no ano que vem. O aspirante a novo João Doria tem interesse em se candidatar, mas ficou de pensar", diz o blog Radar da Veja.



Doria é contra prisão de Lula agora: 'Primeiro, tem de ser derrotado pelo povo'

Postado por Marco Eusébio , 15 Maio 2017 às 15:30 - em: Principal

Por Eliane Cantanhêde, no O Estado de S.Paulo
 
"Por convicção, raiva ou puro cálculo político? Talvez por tudo isso, o político brasileiro que mais acidamente confronta o ex-presidente Lula e lucra diretamente com a implosão dele, de Dilma Rousseff e do PT na Justiça é o prefeito de São Paulo, João Doria, que é do PSDB, mas de um PSDB, digamos, diferenciado.
 
Apesar disso, e de ter liderado o movimento 'Cansei' na época do mensalão petista de 2005-2006, Doria não defende a condenação e muito menos a prisão de Lula agora. Católico praticante, ele prefere outra cronologia, mas não por condescendência nem por fé cristã e sim por pragmatismo: 'O Lula precisa ser derrotado antes nas urnas, para então se tornar apenável'.
 
Ele destrincha o próprio raciocínio: se Lula fosse preso agora, usaria isso a seu favor, posaria de vítima, mobilizaria boa parte da sociedade brasileira e até líderes internacionais. E ainda abusaria da versão de que só estaria sendo preso para não poder voltar à Presidência. 'Um novo golpe', gritariam os petistas.
 
Com um sorriso sarcástico, Doria provoca: 'Deixem o Lula concorrer e ser derrotado. Ele precisa ser condenado primeiro pelo povo e só depois pela Justiça, não o contrário. É assim que ele tem de entrar para a história', disse o prefeito, durante almoço na Prefeitura de São Paulo, na quinta-feira, dia seguinte ao depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro e aos procuradores."
 
Leia aqui a íntegra no site do Estadão.
 



Pedro Chaves planeja voltar ao Senado, mas já começa a pensar na sucessão de Azambuja

Postado por Marco Eusébio , 15 Maio 2017 às 13:00 - em: Principal

Em conversa informal com três vereadores de Campo Grande na sexta-feira anterior, o senador Pedro Chaves (PSC-MS) admitiu pela primeira vez pensar na possibilidade de disputar o governo de Mato Grosso do Sul no ano que vem. Na avaliação dos interlocutores, no cenário atual o ex-governador André Puccinelli (PMDB), um dos mais fortes nomes, estaria por enquanto impedido ante às investigações da Lama Asfáltica; o governador Azambuja teria dificuldade com aliados e a esquerda anda sem quadro e sem força para a disputa.

"O professor Chaves, ex-reitor que fez crescer a Uniderp, é notório bom gestor. Tem perfil de outsider, o 'fora da política' que o povo anda buscando; e pode ser o fato novo nesse cenário até agora estagnado para 2018", avaliou um dos ouvintes ao confidenciar o assunto aqui ao Blog. Nesta segunda-feira de manhã, Chaves, em entrevista a uma rádio local, confirmou que estuda a possibilidade de se candidatar à Governadoria e até julho deve tomar uma decisão.




Vídeo de Casagrande elogiando Lúcifer e atacando Deus é exibido por Bolsonaro no contra-ataque

Postado por Marco Eusébio , 15 Maio 2017 às 09:00 - em: Papo de Arquibancada

Jair Bolsonaro usou as redes sociais para contra-atacar os comentaristas esportivos e ex-jogadores Neto (do time da Band) e Casagrande (da Globo) que criticaram os jogadores Felipe Melo (Palmeiras) e Jadson (Corinthians) por declararem apoio a ele. No começo do mês, o deputado rebateu as críticas de Neto mostrando imagens do ex-meia ao lado de Lula e usando camisa com estampa de "Guevara" (veja aqui no Facebook). Como Casagrande também resolveu atacar, Bolsonaro postou no Twitter neste fim de semana o vídeo abaixo que mostra o ex-atacante dizendo ser "admirador de Lúcifer" e que "Deus não é tão bom assim".




Postado por Marco Eusébio , 14 Maio 2017 às 11:20 - em: Principal

A situação de Lula na corda banda entre o risco de ser preso na Lava Jato e prometendo voltar a disputar a Presidência da República divide a opinião de leitores. Dos 43 que votaram na Enquete da Semana do Blog, 10 (23.26%) disseram que Lula será inocentado e eleito presidente pela 3ª vez; 9 (20.93%) que será condenado 1ª e 2ª instâncias, fica fora da eleição e será preso; 8 (18.6%) que será condenado só na 1ª instância, mas se elegerá presidente e ficará livre; 7 (16.28%) acreditam que será inocentado, mas condenado nas urnas; 6 (13.95%) opinaram que será condenado e preso, antes do recurso; e para 3 leitores (6.98%), Lula será condenado, mas vai recorrer em liberdade.




Vídeo de Casagrande elogiando Lúcifer e atacando Deus é mostrado por Bolsonaro no contra-ataque

Postado por Marco Eusébio , 14 Maio 2017 às 03:54 - em: Papo de Arquibancada

Jair Bolsonaro pode até não parecer, mas sabe jogar o jogo político. Em resposta aos comentaristas de TV e ex-jogadores que fizeram fama no Corinthians – Neto (do time da Band) e Casagrande (da Globo) – que criticaram os jogadores Felipe Melo (Palmeiras) e Jadson (Corinthians) por declarar apoio a ele, Bolsonaro chutou a canela da dupla e acertou em cheio o "Casão'. "Veja quem ele idolatra e quem ele acredita" diz o deputado, em vídeo nas redes sociais mostrando Cagrande dizendo ser "admirador de Lúcifer" e frisando que "Deus não é tão bom assim". Para quem entende o mínimo de tática política num país cristão, nem precisa ser metido a comentarista para avaliar que, com inimigos assim, Bolsonaro nem precisa de aliados. Veja, abaixo, o vídeo:




Doria e Luciano Huck são 'o novo' na política, embora seja cedo para falar de 2018 diz FHC

Postado por Marco Eusébio , 09 Maio 2017 às 14:15 - em: Principal