Campo Grande, Segunda-Feira , 11 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: edson-giroto

O prefeito Marquinhos Trad ao prestigiar a eleição do ex-governador André à presidência de seu antigo partido, o PMDB

Postado por Marco Eusébio , 02 Dezembro 2017 às 15:30 - em: Principal

Além dos dirigentes tucanos citados na nota acima, o ato político que elegeu André Puccinelli presidente regional do PMDB hoje em Campo Grande teve outras presenças marcantes. Uma delas foi a volta de Marquinhos Trad (PSD) a um evento do PMDB, depois de deixar o partido para conquistar o cargo de prefeito da Capital nas últimas eleições. Também marcaram presença, o ex-prefeito Nelsinho Trad, ex-PMDB e atual presidente do PTB estadual; o ex-deputado federal Edson Giroto, e o empresário e político Antônio João Hugo Rodrigues, sócio acionista do jornal Correio do Estado, que foi um dos primeiros a abraçar André na chegada do ex-governador hoje pela manhã na sede campestre do clube Nipo-Brasileiro, conforme mostra o vídeo abaixo.




Postado por Marco Eusébio , 02 Dezembro 2017 às 15:15 - em: Papo de Arquibancada

Além dos dirigentes tucanos citados na nota acima, o ato político que elegeu André Puccinelli presidente regional do PMDB hoje em Campo Grande teve outras presenças marcantes. A do prefeito Marquinhos Trad (PSD), que deixou o PMDB para conquistar o comando político-administrativo da Capital nas últimas eleições; a do ex-deputado federal Edson Giroto; e a do empresário e político Antônio João Hugo Rodrigues, sócio acionista do grupo Correio do Estado, que foi um dos primeiros a abraçar André na chegada do ex-governador hoje pela manhã na sede campestre do clube Nipo-Brasileiro, conforme mostra o vídeo abaixo.




João Antônio Pacífico Ferreira durante depoimento à Lava Jato

Postado por Marco Eusébio , 18 Abril 2017 às 09:00 - em: Principal

 
Em nota enviada ao jornal Correio do Estado, que divulga hoje a notícia, André Puccinelli afirma:
 
"Sobre notícias de doação de campanha envolvendo meu nome, tenho a esclarecer que:
 
1 – O governo do estado negociou com o ACOMPANHAMENTO  da PGE (Procuradoria Geral do Estado ) uma dívida do governo do PT de 79 milhões por 24 milhões em quatro parcelas fixas e mensais.
 
2 – EU não pedi qualquer vantagem pessoal mesmo porque tendo exigido junto com a PGE (SETENTA  POR  CENTO  DE  DESCONTO), seria inverossímil acreditar que contribuíssem para minha campanha.
 
3 – Estou à disposição da justiça, como sempre estive, e sou político que sempre abriu mão dos sigilos bancário e fiscal desde o primeiro mandato eletivo, até hoje."