Campo Grande, Segunda-Feira , 26 de Junho - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: edson-fachin

Pedidos de Azambuja sobre delação da JBS e do próprio Fachin sobre sua atuação como relator, na pauta de hoje do STF

Postado por Marco Eusébio , 21 Junho 2017 às 11:00 - em: Principal

Os ministros do Supremo vão discutir hoje os limites de atuação do ministro relator na homologação de acordos de colaboração premiada celebrados com o Ministério Público e analisar dois pedidos do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB): se é justificada a distribuição, por prevenção e não por sorteio, ao ministro Edson Fachin, da petição relacionada à delação de executivos do Grupo J&F, em relação aos processos da Lava Jato no STF; e se a delação da JBS tem a ver com a Lava Jato. Veja detalhes aqui no site do Supremo.




Marun admite 'possibilidade' de convocar o ministro Fachin para esclarecer suas relações com a JBS

Postado por Marco Eusébio , 08 Junho 2017 às 12:15 - em: Principal

A base aliada de Michel Temer, com aval do Planalto, cogita usar a CPMI da JBS para pressionar a Lava Jato, diz O Estado de S.Paulo. Conforme o jornal, após reunião com Temer nesta semana, deputados decidiram acelerar a instalação da comissão no Congresso e pretendem convocar o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, para "esclarecer sua relação com o executivo Ricardo Saud, do grupo J&F", que teria atuado para que ele ocupasse uma vaga no STF, em 2015, por indicação da então presidente Dilma Rousseff. O ministro não comenta as afirmações. Questionado sobre a convocação de Fachin, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), da "tropa de choque" de Temer no Congresso, afirmou ao Estadão: "Existe uma possibilidade. Será um bom momento para que uma série de situações se esclareçam".




Azambuja alega que delação da JBS não tem nada a ver com Lava Jato e Fachin encaminhou pedido ao plenário

Postado por Marco Eusébio , 06 Junho 2017 às 17:00 - em: Principal


Lula quer evitar que mais um processo contra ele vá cair na alçada do juiz Sérgio Moro

Postado por Marco Eusébio , 29 Maio 2017 às 19:30 - em: Principal

A defesa de Lula pediu hoje ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, que reveja sua decisão de enviar ao juiz Sergio Moro, em Curitiba, as acusações ao petista feitas por Joesley Batista, que disse em delação ao MPF que o acesso do grupo JBS a aportes bilionários do BNDES foi comprado à custa de milionárias propinas destinadas a Lula e Dilma Rousseff  por meio do ex-ministro da Fazenda dos dois, Guido Mantega. No recurso, a defesa de Lula diz que Joesley fez apenas "duas referências genéricas ao nome de Lula em sua delação, sem qualquer base mínima que possa indicar a ocorrência dos fatos ou, ainda, a prática de qualquer ato ilícito" e que "tais referências referem-se a situações ocorridas em Brasília ou em São Paulo, sem nenhuma relação com a Operação Lava Jato" e pedem que o caso seja enviado à Justiça Federal do DF ou SP. Lula já é réu em três processos da Lava Jato sob a alçada de Moro, em Curitiba, a quem a defesa acusa, reiteradas vezes, de parcialidade. (Com Veja.com)



Rodrigo Janot pediu a Fachin que áudios de Joesley e Temer sejam periciados pela Polícia Federal

Postado por Marco Eusébio , 20 Maio 2017 às 16:30 - em: Principal

Depois do pronunciamento de Michel Temer deste sábado, questionando a validade da gravação usada por Joesley Batista contra ele na Lava Jato que, conforme perícia feita a pedido da Folha de S.Paulo teria dezenas de cortes para edição, o procurador-geral da República Rodrigo Janot pediu ao ministro Edson Fachin, relator da operação no Supremo, para que envie os áudios à perícia da Polícia Federal. Conforme o site de O Globo, Fachin foi aconselhado por ao menos três colegas ministros a agir com cautela diante da gravidade dos fatos. "Dois desses ministros acreditam que seria preferível a interrupção do inquérito neste momento, enquanto não se comprova a lisura dos áudios" diz o jornal. O relator poderá decidir sozinho, ou levar o o caso ao plenário do tribunal.




Michel Temer disse a senadores aliados que vê 'conspiração' e afirma que não vai cair

Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 14:00 - em: Principal

O relator da Lava Jato no Supremo, Edson Fachin, autorizou hoje a abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer (PMDB) acusado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, com gravação, de dar aval para "compra do silêncio" do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em Curitiba. Pela manhã, Temer disse hoje a senadores que o visitaram ser "vítima de uma conspiração" e sentenciou: "Não vou cair!". Conforme o noticiário nacional, o presidente disse achar estranho que os fatos tenham sido divulgados no momento em que a economia voltou a crescer e as reformas avançam no Congresso.
 
P.S.: Vale frisar que (se ainda estiver na Presidência) virar réu nesse inquérito, Michel Temer será afastado do cargo pelo Supremo.



Aécio foi afastado do cargo de senador e sua irmã Andrea foi presa hoje pela Polícia Federal

Postado por Marco Eusébio , 18 Maio 2017 às 11:15 - em: Principal

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, determinou hoje o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do cargo de senador. Há pouco, Fachin informou que negou o pedido de prisão do tucano feito pela Procuradoria-Geral da República e não encaminhou a decisão ao plenário do STF, como chegou a divulgar a imprensa. Aécio, que foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao dono da JBS, Joesley Batista, está proibido de se ausentar do País e não poderá entrar em contato com demais investigados na delação da JBS. Andrea Neves, irmã considerada "braço direito" de Aécio, foi presa nesta manhã num condomínio da Grande Belo Horizonte (MG), pela Polícia Federal que também prendeu um primo do senador, Frederico Pacheco de Medeiros (o Fred) e Menderson Souza Lima, assessor do senador Zezé Perrela (PMDB-MG). Outros mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão estão sendo efetuados em Minas, Brasília, Paraná e outros estados. 



Sessão da 2ª Turma presidida por Gilmar Mendes: a 'libertadora'

Postado por Marco Eusébio , 04 Maio 2017 às 12:45 - em: Principal

Depois de sofrer três derrotas na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que libertou José Dirceu, José Carlos Bumlai e João Cláudio Genu condenados pelo juiz Sérgio Moro, o relator da Lava Jato na Casa, Edson Fachin, decidiu mandar ao plenário da Corte o debate sobre prisões preventivas no âmbito da operação. O caso a ser analisado é o pedido de liberdade de Antonio Palocci, negado ontem em decisão liminar pelo próprio Fachin. Com isso, os onze ministros vão julgar o mérito do habeas corpus e não apenas a turma presidida por Gilmar Mendes, na qual Fachin tem sido voto vencido.




Fachin negou habeas corpus a petista, mas recurso deve ser julgado na turma de Gilmar Mendes

Postado por Marco Eusébio , 03 Maio 2017 às 18:30 - em: Principal


Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo

Postado por Marco Eusébio , 12 Abril 2017 às 11:00 - em: Principal

O relator da Lava Jato no Supremo, ministro Edson Fachin, acatou pedido para arquivar as investigações contra pessoas que integraram, nas décadas de 80 e 90, os governos de Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e de Santa Catarina. Essas pessoas não foram identificadas, informa a Agência Brasil.