Campo Grande, Sexta-Feira , 19 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: dourados

Prefeita Délia Razuk, de Dourados, esteve no evento com o senador Pedro Chaves e o deputado Geraldo Resende

Postado por Marco Eusébio , 20 Dezembro 2017 às 15:15 - em: Principal

O governo federal assinou hoje em Brasília termos para modernização e reforma de onze aeroportos regionais em sete estados, incluindo o de Dourados (MS). O repasse de R$ 224 milhões para Estados e municípios foi oficializado em ato no Ministério dos Transportes, em Brasília.  Os investimentos incluem obras de sinalização, reforma de terminais, iluminação de pátio, restauração de pista de pouso e compra de equipamentos. "O aeroporto de Dourados vai receber um reforço na pista de pouso para suportar aviões de alto peso e isso, trará um desenvolvimento ainda maior para uma das cidades mais prósperas de MS", disse o senador Pedro Chaves (PSC-MS), presente ao evento com a prefeita Délia Razuk e o deputado federal Geraldo Resende (PSDB-MS). Dos aeroportos listados, três têm voos regulares: o de Dourados, o de Sinop (MT) e o de Chapecó (SC). Também serão beneficiados aeroportos de Cáceres (MT), Tangará da Serra (MT), Angra dos Reis, Itaperuna e Resende (todos no RJ); Araguaína (TO), Jataí (GO) e São Carlos (SP).




Os conselheiros Sindoley Morais e Horêncio Filho com o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche (ao centro)

Postado por Marco Eusébio , 07 Dezembro 2017 às 09:00 - em: Principal


Panfletagem na linha que divide Brasil e Paraguai e manifestantes no posto da Avenida Brasil, em Pedro Juan

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 10:15 - em: Principal

Contra a alta carga tributária que encarece produtos e serviços no Brasil, um comboio de mais de mil veículos, conforme a organização protesto, percorreu 125 km de Dourados a Pedro Juan Caballero para comprar gasolina brasileira mais barata ontem no Paraguai. Enquanto em MS o preço ultrapassa R$ 4,20 o litro, o grupo pagou R$ 2,65 na cidade paraguaia. Organizador do protesto, o advogado Sindoley Luiz Souza disse que paga R$ 191 para abastecer seu carro em Dourados e gastou R$ 119 em Pedro Juan, R$ 72 a menos. "Esse protesto foi para chamar a atenção da população de que no Brasil somos obrigados a pagar a conta da corrupção com a alta carga tributária", afirmou Sindoley, que já pensa em novas manifestações.




Integrantes do protesto abasteceram pagaram R$ 2,65 por litro de gasolina no posto da Avenida Brasil, em Pedro Juan

Postado por Marco Eusébio , 04 Dezembro 2017 às 09:00 - em: Principal

Contra a elevada carga tributária que encarece preços de produtos e serviços em gerais no Brasil, um comboio de mais de mil veículos, conforme a organização protesto, percorreu 125 km ontem de Dourados até Pedro Juan Caballero para comprar gasolina brasileira mais barata no Paraguai. Enquanto na cidade sul-matogrossense o preço do combustível ultrapassa R$ 4,20 o litro, o grupo pagou R$ 2,65 na cidade paraguaia. Organizador do protesto, o advogado Sindoley Luiz Souza disse que paga R$ 191 para abastecer seu carro em Dourados e hoje gastou R$ 119 em Pedro Juan, R$ 72 a menos. "Esse protesto foi para chamar a atenção da população de que no Brasil somos obrigados a pagar a conta da corrupção com a alta carga tributária", afirmou Sindoley, que já pensa em novas manifestações.




Sindoley Luiz Souza (ao centro) e apoiadores convidam proprietários de veículos a aderir ao protesto deste domingo

Postado por Marco Eusébio , 02 Dezembro 2017 às 20:30 - em: Principal

A divulgação feita aqui percutiu nas redes sociais e imprensa, atraiu dezenas de adesões e será neste domingo a carreata em protesto contra o preço da gasolina que vai sair em comboio de Dourados (onde o litro do combustível chega a R$ 4,29) e percorrer 125 km pela BR 463 até a cidade de Pedro Juan Caballero para abastecer os veículos no Paraguai onde a gasolina brasileira, sem os impostos daqui, custa em torno de R$ 2,50 o litro. O evento foi convocado pelo advogado Sindoley Luiz Souza, de Dourados, que pretende atrair cerca de 1 mil veículos no comboio. "Quem quiser participar ainda dá tempo. A concentração começa às 8h deste domingo na Avenida Marcelino Pires, em frente ao Parque do Lago. Vamos fazer um 'buzinaço' pelas ruas da cidade e depois partir para o Paraguai", avisa. Contatos com Sindoley podem ser feitos via WhatsApp pelo telefone (67) 9681-1155.
 



Governadores Azambuja (MS), Beto Richa (PR) e Geraldo Alckmin (PR) durante o evento da Ferroeste em SP

Postado por Marco Eusébio , 29 Novembro 2017 às 16:40 - em: Principal

A ferrovia que vai ligar Dourados (MS) ao Porto de Paranaguá (MS) levará a produção agropecuária de Mato Grosso do Sul a uma nova fronteira de competitividade. A avaliação foi feita pelo governador Reinaldo Azambuja, que, juntamente com o governador Beto Richa (PR) lançou hoje em São Paulo, o edital de chamamento para empresas do setor de logística se manifestarem para a elaboração de estudos de viabilidade econômica da ferrovia. 
 
"Nosso grande gargalo é a logística. Não tenho dúvidas de que a construção desse modal ferroviário é o caminho para aumentar a competitividade da produção, ampliar a oferta, os dividendos aos produtores e agregar valor aos nossos produtos", disse Azambuja. O evento no Hotel Sheraton contou com o governador de SP, Geraldo Alckmin, e a prefeita Délia Razuk, de Dourados. 
 
Juntos, Mato Grosso do Sul e Paraná respondem por cerca de 30% de toda a produção de grãos do País. Com mil quilômetros de extensão, 250 km já prontos ligando as cidades paranaenses de Cascavel e Guarapuava, a ferrovia tem os estudos de viabilidade orçados em R$ 25 milhões e o custo estimado da obra é de R$ 10 bilhões.



Reinaldo Azambuja e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante audiência ontem em Brasíli

Postado por Marco Eusébio , 28 Novembro 2017 às 09:00 - em: Principal

O governador Reinaldo Azambuja se reuniu ontem, em Brasília, com o ministro Ricardo Barros (Saúde), e cobrou a liberação de R$ 45 milhões, já acertados com o governo federal, para compra de equipamentos e custeio de hospitais da rede pública de MS. R$ 30 milhões serão para equipar os hospitais de Três Lagoas, Corumbá e Dourados, e aquisição de alguns aparelhos para o Hospital do Trauma da Santa Casa e o Hospital de Câncer, ambos de Campo Grande. Os R$ 15 milhões restantes são para custeio das unidades de saúde da rede pública. Reinaldo também se encontrou com o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, para saber da saúde de Michel Temer, que passou por cirurgia de desobstrução de artérias no fim de semana e teve alta ontem e disse que torce pela rápida recuperação do presidente.




Cartaz do grupo Direita MS anuncia exibição do boneco gigante de Bolsonaro a Campo Grande neste sábado

Postado por Marco Eusébio , 24 Novembro 2017 às 18:30 - em: Principal

Sobre a nota "Direita MS exibirá boneco gigante de Bolsonaro em Campo Grande e Dourados" (leia aqui), o jornalista e nosso leitor Euclydes Bezerra, perguntou o motivo da palavra "opressão" na frase "12 metros de pura opressão" que aparece no cartaz acima divulgado pelo Direita MS. Indaguei ao coordenador do grupo, o arquiteto Pietro Decenzo, que respondeu: 
 
– "A palavra 'oprimir' teve o seu significado esvaziado pela esquerda. A direita brinca com isso, por exemplo: usar uma camiseta do Bolsonaro é 'opressão' na certa, sempre haverá a intolerância de um esquerdista que torcerá o nariz se sentindo 'oprimido'. Então a brincadeira é essa. Brincar com a intolerância e a retórica esvaziada dos que se dizem 'tolerantes'."



Novo traçado corta as cidades de Dourados, Caarapó, Amambai, Iguatemi, Eldorado e Mundo Novo em MS

Postado por Marco Eusébio , 24 Novembro 2017 às 13:00 - em: Principal

Os governadores Reinaldo Azambuja (MS) e Beto Richa (PR), e prefeitos dos municípios na rota da obra, participam na próxima terça, no Hotel Sheraton, em São Paulo, do lançamento do projeto da nova ferrovia ligando Dourados (MS) ao Porto de Paranaguá (PR). O evento é promovido pelo Governo do Paraná e a Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste S/A). Os dois estados concentram 30% da produção brasileira de grãos. Nas últimas décadas, o campo se modernizou e porto cresceu, devendo movimentar 80 milhões de toneladas em 2030, quase o dobro do que ocorre hoje. Porém, a ligação campo-porto segue precária. Apenas 20% dos 45 milhões de toneladas atuais chegam ao terminal por trem e só 1% vem da região Oeste. Com cerca de mil km de extensão, o novo traçado ligará Dourados, Caarapó, Amambai, Iguatemi, Eldorado e Mundo Novo (em MS) a Guaíra, Cascavel, Guarapuava e Paranaguá (no PR). O investimento previsto é da ordem de R$ 10 bilhões.




Direita MS anuncia exibição em Campo Grande do 'Bolsonarão' lançado no sábado anterior em Fortaleza

Postado por Marco Eusébio , 23 Novembro 2017 às 11:30 - em: Principal

Um boneco gigante no estilo "Pixuleco", representando Jair Bolsonaro será exibido em Campo Grande no próximo sábado, a partir das 10 horas, nos altos da Avenida Afonso Pena (em frente ao Parque das Nações Indígenas); e no domingo (26) será exibido em Dourados, também às 10h, no Parque Arnulpho Fioravanti (atrás do shopping). A promoção é do Direita MS, grupo coordenado pelo arquiteto Pietro Decenzo que apoia no estado a pré-candidatura de Bolsonaro à Presidência da República. As duas cidades sul-mato-grossenses serão as primeiras a receber a visita do boneco de doze metros de altura confeccionado pelo grupo Endireita Fortaleza, com apoio de organizações parceiras como a de MS, lançado no último sábado na capital do Ceará.