Campo Grande, Domingo , 19 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: disciplina-nas-escolas

Kemp e Harfouche contemporizam após tumulto na Assembleia; embora divergentes vão buscar o diálogo
Depois de gerar polêmica e até bate-boca na Assembleia, o projeto que prevê penalidades para aluno que cometer atos de vandalismo e indisciplina nas escolas da rede pública estadual de Mato Grosso do Sul, a chamada "Lei Harfouche", deve mudar de nome. Um grupo de oito deputados, incluindo o autor da proposta Lídio Lopes (PEN), apresentou hoje uma emenda que retira do título do projeto o sobrenome do promotor de Justiça da Infância e Juventude, Sérgio Harfouche, em cujas ações já aplicadas em escolas de Campo Grande a matéria foi inspirada. Sem a personalização, os deputados acreditam que poderão reduzir resistências e facilitar a aceitação da proposta.
 
Já aprovado em primeiro turno embora rejeitado pela bancada petista, o projeto teve sua segunda votação suspensa hoje após confusão no plenário da Assembleia envolvendo um grupo de defensores da lei e o deputado Pedro Kemp (PT) que teve o discurso interrompido por vaias e foi chamado por um manifestante de "cristofóbico", por ser contrário a proposta, provavelmente em alusão ao fato de o promotor Harfouche e o deputado Lídio, autor do projeto, serem pastores evangélicos. Depois, Kemp e Harfouche conversaram. E embora tenham opiniões divergentes, resolveram marcar uma reunião para aparar arestas, minimizar excessos e buscar um consenso em torno da proposta.
 
 
O assunto repercute nas redes sociais. Embora existam opiniões contrárias, a maioria lembra que liberdade exige responsabilidade, e que embora direitos inviduais devam ser respeitados, deveres também devem ser cumpridos para, justamente, preservar o direito das outras pessoas e da coletividade em geral.
 
Ao comentar a proposta no Facebook. o arquiteto Fayez José Rizk, de Campo Grande, disse entender que a matéria "é acertada", embora tenha "falhas, que podem ser corrigidas". O arquiteto citou que o Colégio Militar é considerado o melhor da cidade nas avaliações do MEC e questionou: "Porque os professores são melhores? Duvido que sejam melhores que os professores da rede pública ou privada! Porque a base dessa instituição é a DISCIPLINA!".