Campo Grande, Segunda-Feira , 20 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: desmatamento

Medida compensatória pela remoção de 1.222 árvores será o plantio de 1.705 mudas de grande porte, informa a prefeitura

Postado por Marco Eusébio , 08 Novembro 2017 às 14:20 - em: Principal

Um dia depois de o deputado Amarildo Cruz (PT) denunciar em nota à imprensa desmantamento de árvores nativas no Parque dos Poderes (leia aqui), a Prefeitura de Campo Grande divulgou hoje em seu site que a obra visa a abertura de uma rua com cerca de 400m de extensão ligando, em sentido diagonal, a Avenida Mato Grosso (perto da rotatória com a Hiroshima), com a Rua Desemabrgador Leão Neto do Carmo onde ficam sedes de órgãos como o a Justiça Federal, o TRE-MS, a TVE Regional etc. Conforme a prefeitura, ao contrário do que disse o deputado, a obra tem licenciamento ambiental e a área de 1,5 hectare fica fora do perímetro do Parque Estadual do Prosa, de mata preservada, e foi doada pelo Estado ao Município para servir de traçado à nova via. "Como medida compensatória pela remoção de 1.222 árvores, a Semadur cobrou o plantio de 1.705 mudas de grande porte e o transplante de um pé de pequi", diz a nota.




Derrubada de árvores nativas do Parque dos Poderes foi flagrada hoje pela manhã pelo deputado Amarildo (ao centro)

Postado por Marco Eusébio , 07 Novembro 2017 às 16:30 - em: Principal

Mais um flagrante de desmatamento de árvores nativas no Parque dos Poderes, em Campo Grande, foi denunciado hoje pelo deputado estadual Amarildo Cruz (PT), desta vez nos fundos da Assembleia Legislativa. Amarildo disse que recebeu a denúncia pela manhã. "Fomos até o local e constatamos que a Prefeitura de Campo Grande autorizou a realização da obra que faz parte do Complexo Mata do Jacinto", declarou o deputado, frisando que a área deveria ser protegida pelo poder público pois concentra espécies raras de vegetação e é habitat de animais silvestres. O petista voltou a questionar o Ministério Público Estadual sobre a obra. "O MPE fez um levantando das espécies de árvores e a quantidade dos exemplares na área depois que a Procuradoria Geral do Estado deu início a um desmatamento na mesma área, alguns meses atrás. Quero saber se o órgão está de acordo com essa ação, se vai se manifestar", afirmou.