Campo Grande, Sexta-Feira , 24 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: desembargadora

Conforme causídico, desembargadora estaria sendo 'atropelada' por gente de olho no comando da Justiça estadual

Postado por Marco Eusébio , 02 Outubro 2017 às 16:20 - em: Principal

Conversa entreouvida em corredor forense de Campo Grande diz que os problemas enfrentados pela desembargadora presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Tânia Borges, seriam atiçados pelo chamado "fogo amigo". Um causídicos explicava ao colega: "É que, pela tradição, quem preside o TRE-MS será o próximo presidente do Tribunal de Justiça. E tem gente querendo furar a fila."




Seccional da OAB do Distrito Federal busca apurar se advogada negociou sentenças valendo-se da influência da mãe

Postado por Marco Eusébio , 19 Setembro 2017 às 13:40 - em: Principal

A Seccional da OAB do Distrito Federal abriu investigação ético-disciplinar para apurar a conduta da advogada Renata Prado, filha da desembargadora Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que teria supostamente negociado sentenças valendo-se da influência da mãe. Caso confirme irregularidades, a Ordem poderá cassar o registro da advogada. (Com O Globo)




Conselho Seccional da OAB-MS se terá sessão ordinária amanhã, última sexta-feira do mês

Postado por Marco Eusébio , 24 Agosto 2017 às 10:30 - em: Principal

Última sexta-feira de agosto, amanhã é dia de sessão ordinária do Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS). Entre os assuntos na pauta, o "pedido de providências para apurar possível irregularidades no cumprimento de ordem judicial expedida pelo TJ-MS, para liberação de Breno Fernando Solon Borges", filho da desembargadora do tribunal e presidente do TRE-MS, Tânia Garcia Borges.




Depois de nova matéria do Fantástico sobre o caso, CNJ apura se há irregularidades na soltura de outro filho da magistrada

Postado por Marco Eusébio , 08 Agosto 2017 às 10:00 - em: Principal

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) investiga se a desembargadora do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS) e presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), Tânia Garcia de Freitas Borges, beneficiou outro filho, preso em 2005, informa o jornal O Estado de S.Paulo. Acusado de roubo a mão armada, Bruno Borges foi julgado em apenas um mês e transferido para tratamento psiquiátrico em uma clínica no interior de São Paulo, revelou reportagem do "Fantástico" no domingo (veja aqui na Globo.com). Bruno é irmão de Breno, preso em abril acusado de tráfico de drogas, igualmente liberado para tratamento psiquiátrico no interior paulista por outros dois desembargadores do TJMS, José Ale Ahmad Netto e Rui Celso Barbosa Florence, também investigados pela Corregedoria do CNJ.




'É necessário esclarecer circunstâncias relatadas por juiz de Três Lagoas', diz Mansour Karmouche, da OAB-MS

Postado por Marco Eusébio , 31 Julho 2017 às 18:45 - em: Principal

Depois de o Fantástico da TV Globo (veja aqui) divulgar contestações no procedimento que deu liberdade ao filho da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, que havia sido preso em abril com quase 130 kg de maconha e munições, a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS) decidiu solicitar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apuração para avaliar a conduta da magistrada. "O procedimento se faz necessário para esclarecer as circunstâncias relatadas pelo Juiz da 1ª Vara Criminal de Três Lagoas, Rodrigo Pedrini Marcos, e para que a população saiba como os fatos se deram, uma vez que a Ordem acredita no papel das instituições e espera que essa apuração traga mais segurança a sociedade e, se for o caso, absolvição ou penalização da conduta praticada", diz o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, em nota no site da instituição.




'É necessário esclarecer circunstâncias relatadas por juiz de Três Lagoas', diz Mansour Karmouche, da OAB-MS

Postado por Marco Eusébio , 31 Julho 2017 às 18:45 - em: Principal

Depois de o Fantástico da TV Globo (veja aqui) divulgar contestações no procedimento que deu liberdade ao filho da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, que havia sido preso em abril com quase 130 kg de maconha e munições, a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS) decidiu solicitar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apuração para avaliar a conduta da magistrada. "O procedimento se faz necessário para esclarecer as circunstâncias relatadas pelo Juiz da 1ª Vara Criminal de Três Lagoas, Rodrigo Pedrini Marcos, e para que a população saiba como os fatos se deram, uma vez que a Ordem acredita no papel das instituições e espera que essa apuração traga mais segurança a sociedade e, se for o caso, absolvição ou penalização da conduta praticada", diz o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, em nota no site da instituição.