Campo Grande, Terça-Feira , 16 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: dem

Ulisses e André: presidente do MDB de Campo Grande vê Mandetta 'muito mais próximo' de seu partido
Correu em grupo de políticos no WhatsApp em Campo Grande, ontem, versão de uma suposta chapa que poderia ser encabeçada pelo MDB em 2018: "André governador, Mandetta vice, Nelsinho e Moka para o Senado e os ex-deputados Arroyo e Paulo Duarte puxando a chapa proporcional". 
 
Indaguei ao presidente municipal do partido. Ulisses Rocha respondeu: 
 
– "Se for, não é ruim. Há muita conversa, mas de concreto, até agora, é que o MDB terá candidato ao governo".
 
Em seguida, o Ulisses fez questão de acrescentar: 
 
– "O Mandetta tem conversado muito com o ex governador André Puccinelli. E com a ida da deputada Tereza Cristina para o Democratas, o deputado Mandetta está muito mais próximo do MDB. Tendo em vista que o ministro Marun não será candidato em 2018, o MDB, que é um grande partido, pode transferir muitos apoios ao Mandetta. Ele tem convite do Podemos, mas entendemos que seu melhor caminho é o MDB."



Tereza Cristina posa para foto com ficha de filiação, ao lado de Mandetta, Rodrigo Maia e do líder do DEM Efraim Filho

Postado por Marco Eusébio , 19 Dezembro 2017 às 18:00 - em: Principal

Entre convites de Michel Temer para ingressar no PMDB e do deputado Rodrigo Maia (RJ) para se filiar ao Democratas, Tereza Cristina (MS) – que deixou o PSB por apoiar projetos de Temer na Câmara, contrariando decisões do partido – ficou com o presidente da Câmara. A filiação da deputada federal ao DEM ocorreu hoje na sala da liderança da sigla na Câmara, com a presença de Maia e do líder da bancada, deputado Efraim Filho (PB), que destacou a experiência da parlamentar que "já exerceu a liderança do PSB na Câmara e presidirá a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) em 2018". Com Tereza, o partido, que já contava com Luiz Henrique Mandetta, presente hoje ao evento, passa a ter dois deputados dentre os oito de MS.




PMDB de Temer e PSDB de Aécio chegam a 75% de rejeição, superando o PT de Lula rejeitado por 62%

Postado por Marco Eusébio , 28 Setembro 2017 às 17:15 - em: Principal

Visando mudar de nome para tentar melhorar a imagem como têm feito outras siglas, o Democratas encomendou ao instituto GPP uma pesquisa para saber do humor dos eleitores em relação aos partidos. E se a cúpula do DEM já esperava respostas azedas, a rejeição surpreendeu diz a Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo. O PSDB de Aécio Neves e o PMDB de Michel Temer são campeões de rejeição que gira em torno de 75%, com cerca de 13% de aprovação, superando o PT de Lula rejeitado por 62% e aprovado por 28%. O DEM é rejeitado por 60% num empate técnico com o PT. Sua aprovação não foi divulgada.




Se sentindo 'em casa', Tereza Cristina discursa na convenção do PMDB em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 21 Agosto 2017 às 12:30 - em: Principal

Embora digam que Tereza Cristina (PSB) esteja com "um pé" no DEM à convite do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), a deputada federal sinalizou estar bem mais inclinada a aceitar o convite do peemedebista Michel Temer. Ao colocar os dois pés na convenção do PMDB em Campo Grande, com direito a microfone e saudação especial de André Puccinelli, ela demonstrou estar "em casa" entre seus antigos companheiros políticos. Só falta assinar a ficha de filiação. A conferir.




Em meio à disputa de Temer e Maia, Tereza Cristina disse à Globo ontem que tem conversado com os dois

Postado por Marco Eusébio , 19 Julho 2017 às 09:00 - em: Principal

Para evitar que deputados federais do PSB insatisfeitos com o partido mudem para o DEM e fortaleçam o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), primeiro na linha de sua sucessão, Michel Temer está pessoalmente convidando os parlamentares para migrarem para o PMDB. E como líder do PSB na Câmara, a deputada Tereza Cristina (MS) virou o principal alvo dois dois nessa disputa. 
 
Tereza recebeu Michel Temer ontem para um café da manhã, em Brasília, acompanhada dos deputados Danilo Forte (PSB-CE) e Fábio Garcia (PSB-MT) e do ministro Fernando Bezerra Coelho Filho (Minas e Energia). Ela também tem conversado com Maia.
 
São pelo menos 10 deputados do PSB que apoiam as reformas do governo, o que gerou um racha na sigla, que faz oposição ao Planalto. Após receber Temer, Teresa disse ao G1-DF que a conversa foi "comprida e tranquila" e relatou que houve um convite para o grupo ir para o PMDB. 
 



Renata Campos durante gravação de programa eleitoral, a preferida dos tucanos que caçam vice do Nordeste

Postado por Marco Eusébio , 17 Julho 2017 às 16:30 - em: Principal

Se Lula poderá ser ou não ser candidato em 2018, ninguém sabe, mas o PSDB já se prepara para tentar reduzir a influência do petista tem entre eleitores do Nordeste e estaria à caça de um político na região para ser vice de um de seus prováveis candidatos paulistas, o governador Geraldo Alckmin ou o prefeito João Doria, diz a Coluna Estadão. A preferida dos tucanos é Renata Campos, viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Esse acordo ainda facilitaria uma aliança nacional com o PSB, sonho antigo de Alckmin e que também interessa a Doria. Mas o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) também é lembrado, diz o Estadão.




Maia e a ligação com o poder: 'ideologia' que pode unir os opostos democratas e comunistas

Postado por Marco Eusébio , 02 Junho 2017 às 13:45 - em: Principal

"Orlando Silva, Andrés Sanchez e Vicente Candido são os três deputados que estão representando a esquerda nas conversas para construir uma candidatura de Rodrigo Maia com Aldo Rebelo como vice. A propósito, a união do DEM com o PCdoB diz muito sobre a política brasileira". (Do blog do Lauro Jardim em O Globo)




Caiado (DEM-GO) recuou do projeto para perdoar dívidas com o Funrural que iria beneficiar a JBS

Postado por Marco Eusébio , 24 Maio 2017 às 15:45 - em: Principal

Por Gabriel Mascarenhas no blog Radar da Veja:
 
"Ronaldo Caiado apresentou no início do mês um projeto de lei para perdoar as dívidas de produtores com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). Estava tudo muito bem, tudo muito bom, uma vez que Caiado, ruralista de carteirinha, ia capitalizar a medida com seu eleitorado-alvo.
 
Tudo certo, até o furacão Joesley Batista virar a república do avesso. Caiado se deu conta de que, se aprovada, sua proposta beneficiaria enormemente a JBS. Ontem, para evitar as pedradas que certamente viriam em sua direção, o senador desistiu da iniciativa e retirou o projeto de tramitação.
 
Agora, ele começou a apagar o incêndio com os outros produtores, que contavam com a benesse para aliviar seus caixas."