Campo Grande, Sexta-Feira , 19 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: dagoberto-nogueira

Schimidt discursa como novo presidente regional do PDT em ato no Grand Park Hotel em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 01 Dezembro 2017 às 11:00 - em: Principal

João Leite Schimidt volta a ser o presidente regional do PDT e vai conduzir o partido nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. A chapa de consenso planejada pelo deputado federal Dagoberto Nogueira, que abriu mão da presidência e agora é vice (conforme foi antecipado aqui ontem) visando se licenciar para sua campanha de reeleição à Câmara, foi eleita nesta manhã, em ato no Grand Park hotel em Campo Grande, com participação do juiz aposentado e pré-candidato da sigla ao Governo de MS Odilon de Oliveira.
 
Veja como ficou a nova diretoria executiva estadual do partido:
 
Presidente - João Leite Schimidt
1º vice-presidente - Dagoberto Nogueira Filho
2º vice-presidente - Antonio Carlos Biffi
Secretário - Sérgio Roberto Castilho Vieira
1º secretário - Paulo Roberto Duarte
Tesoureiro - Carlos Gustavo de Almeida Brum
1º tesoureiro - Marlene Alves Nogueira Rondon
Consultor Jurídico - Yves Drosghic
Vogais - Jamilson Name e Odilon de Oliveira Júnior
Secretária dos Movimentos Sociais - Kelly Cristina
Secretária da Ação da Mulher Trabalhista - Madalena Pereira da Silva
Secretária de Assuntos Institucionais - Lecádia Aglê Petry



Ao lado de Schimidt e do juiz aposentado Odilon de Oliveira, Dagoberto discursa em ato do PDT

Postado por Marco Eusébio , 01 Dezembro 2017 às 10:56 - em: Papo de Arquibancada

João Leite Schimidt volta a ser o presidente regional do PDT e vai conduzir o partido nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. A chapa de consenso planejada pelo deputado federal Dagoberto Nogueira, que abriu mão da presidência e agora é vice (conforme foi antecipado aqui ontem) visando se licenciar para sua campanha de reeleição à Câmara, foi eleita na manhã desta sexta-feira, em ato do partido no Hotel Grand Park, em Campo Grande, com participação do juiz federal aposentado e pré-candidato da sigla ao Governo de MS Odilon de Oliveira.
 
Veja como ficou a nova diretoria executiva estadual do partido:
 
Presidente - João Leite Schimidt
1º vice-presidente - Dagoberto Nogueira Filho
2º vice-presidente - Antonio Carlos Biffi
Secretário - Sérgio Roberto Castilho Vieira
1º secretário - Paulo Roberto Duarte
Tesoureiro - Carlos Gustavo de Almeida Brum
1º tesoureiro - Marlene Alves Nogueira Rondon
Consultor Jurídico - Yves Drosghic
Vogais - Jamilson Name e Odilon de Oliveira Júnior
Secretária dos Movimentos Sociais - Kelly Cristina
Secretária da Ação da Mulher Trabalhista - Madalena Pereira da Silva
Secretária de Assuntos Institucionais - Lecádia Aglê Petry



'Por não ser candidato, Schimidt tem mais legitimidade para conduzir PDT nas eleições', diz Dagoberto

Postado por Marco Eusébio , 30 Novembro 2017 às 18:15 - em: Principal

João Leite Schimidt deve comandar o PDT de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2018. Em reunião às 9h desta sexta-feira no Hotel Grand Park, em Campo Grande, o diretório vai se reunir para eleger a nova direção executiva da sigla. A princípio, o deputado federal Dagoberto Nogueira deve ser reconduzido à presidência regional e teria Schmidt como vice. Porém, Dagoberto acaba de dizer ao Blog que vai tentar convencer Schimidt a assumir o comando desde já.

"Ficou combinado que ele seria o vice, para assumir o comando do partido em 2018, quando vou me licenciar para cuidar da minha campanha à reeleição. Porém vou visitar o doutor Schimidt agora à noite e fazer um apelo para que ele assuma a presidência já nesta sexta. Como ele não será candidato, tem mais legitimidade para conduzir a campanha majoritária de governador, senador e as chapas para deputado estadual e federal", afirmou. 




Dagoberto: 'Takimoto alegou que, se não votasse a favor do governo, seria difícil manter sistema funcionando'

Postado por Marco Eusébio , 30 Novembro 2017 às 18:00 - em: Principal


Takimoto admite ter contrariado a orientação do PDT, mas afirma que não pretende sair do partido

Postado por Marco Eusébio , 30 Novembro 2017 às 12:30 - em: Principal

A bancada do PDT na Assembleia Legislativa de MS pode ser extinta, caso o partido resolva expulsar seu único deputado, George Takimoto, que contrariou recomendação da sigla e votou em favor da Reforma da Previdência dos servidores estaduais proposta pelo governo Azambuja e aprovada na semana passada. 
 
"Dagoberto pediu para não votar a favor da reforma mas ele não impôs nada", disse o médico de Dourados ao Correio do Estado. Takimoto declarou ainda ao jornal que não pretende deixar o PDT, mas, se for expulso, sairá de "consciência tranquila" e afirmou ter convites do PMDB, PR, PHS e DEM. Takimoto disse ainda ao diário que Nelsinho Trad pediu para ele ir para o PSD, partido do irmão dele, o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad. “Mas isso ocorreu antes da votação da reforma da Previdência. Agora não sei se eles vão me querer ainda”, acrescentou.
 
No PDT, o secretário-geral do partido, Sérgio Vieira (Serginho), disse hoje ao Blog que não há nada, por enquanto, neste sentido. "Tem que ver se vão pedir a expulsão. Até agora não tem nada. Se pedirem, vai para a comissão de ética analisar. Alguém tem que formalizar o pedido", explicou.



Schimidt, o 'bruxo de Coxim', será eleito vice-presidente do PDT e vai assumir o leme com licença de Dagoberto

Postado por Marco Eusébio , 01 Novembro 2017 às 12:00 - em: Principal

João Leite Schimidt vai comandar o PDT durante as eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. Conhecido como "raposa" de articulações políticas, o "bruxo de Coxim" deverá ser eleito vice-presidente regional da sigla durante a convenção marcada para o dia 11 no Ondara Palace, em Campo Grande, onde o juiz aposentado Odilon de Oliveira, já filiado à sigla, deve ser anunciado como pré-candidato ao governo de MS. O deputado federal Dagoberto Nogueira deverá ser reconduzido à presidência, mas pedirá licença no início do ano para se dedicar à campanha de reeleição, passando o comando para Schimidt.




Entre Dagoberto e João Leite Schimidt, juiz Odilon fala em tom de pré-candidato: 'Quero ressuscitar a esperança do povo'

Postado por Marco Eusébio , 31 Outubro 2017 às 16:20 - em: Principal

Cotado pelo PDT para ser candidato à sucessão do governador Azambuja em 2018 e já aparecendo no site da Justiça Eleitoral como filiado ao partido, Odilon de Oliveira fez sua primeira reunião com a cúpula do partido e lideranças de movimentos sindicais e sociais, no escritório do deputado federal Dagoberto Nogueira, presidente regional da sigla, em Campo Grande ontem. E o juiz aposentado já está falando como pré-candidato: "Quero ressuscitar a esperança do povo", afirmou. Dentre os pontos discutidos, o principal foi a mobilização para a festa política do dia 11 quando Odilon será apresentado pelo PDT no Ondara Palace.




Cotado para disputar o governo de MS, Odilon aparece em vídeo do PDT convidando eleitores a 'uma nova caminhada'

Postado por Marco Eusébio , 28 Outubro 2017 às 11:30 - em: Principal

Já filiado ao PDT, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira gravou vídeos de propaganda do partido convidando eleitores a seguir com ele "uma nova caminhada" e a participar da convenção da sigla no dia 11 de novembro, no Ondara Palace, em Campo Grande. No evento, que deve contar com a presença do presidenciável Ciro Gomes, dirigentes do PDT devem anunciar a pré-candidatura de Odilon ao governo de Mato Grosso do Sul. 
 
Depois de o partido fazer mistério anunciando a suposta "filiação" para novembro, o presidente estadual do PDT, Dagoberto Nogueira, admitiu em entrevista publicada neste sábado pelo Correio do Estado que Odilon se filiou logo após ter se aposentado no início do mês. "Ele está no partido desde o dia que marcou um ano antes das eleições, assim que ele se aposentou. Isso porque ele poderia correr o risco de não disputar as eleições em relação ao prazo de filiação partidária. Mas o prazo voltou para seis meses. Na dúvida ele requereu a ficha", disse o deputado federal. 
 
Veja o vídeo do PDT publicado ontem no Facebook com a fala do juiz.
 




Sessão da Câmara onde prossegue a votação sobre o relatório que arquiva denúncia da PGR contra Michel Temer

Parte da imprensa divulgou a 'indenização para presos' informada pela assessoria de Dagoberto, hoje corrigida em errata

Postado por Marco Eusébio , 13 Outubro 2017 às 12:15 - em: Principal

Na terça, véspera do feriadão, a assessoria de Dagoberto Nogueira (PDT-MS) enviou release à imprensa informando que projeto do deputado federal que altera a Lei de Execução Penal e prevê "indenização para presos" mantidos em situação degradante havia sido aprovado na comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara. A notícia foi publicada por alguns sites e jornais de MS. Na manhã desta sexta-feira 13, para azar de quem escreveu, tiveram de corrigir a informação. Em errata, a assessoria explica hoje à imprensa que o objtivo do projeto é o contrário do que havia sido antes informado: o texto "proíbe indenizações em dinheiro para presos". A matéria seguiu para apreciação final na CCJ da Casa, antes de ser enviada ao Senado.
 
P.S.: Em mensagem via WhatsApp ao Blog hoje, o Dagoberto justificou sua proposta: "Houve uma decisão onde, irresponsavelmente, um juiz mandou indenizar preso, por causa das más condições. Imagina se isso vira moda. Todos os presídios do Brasil estão em péssimo estado. Não haveria mais dinheiro, a não ser para pagar indenização".