Campo Grande, Domingo , 19 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: curiosidades

Livro de Zé Cavalcanti

Postado por Marco Eusébio , 13 Outubro 2017 às 15:45 - em: Principal

 
"Zé Cavalcanti, ex-deputado paraibano, conta em seu livro A Política e os Políticos, que um coronel do sertão, ao passar o comando de seus domínios para o filho, aconselhou:
 
– Meu rapaz, se queres ser bem sucedido na política, cultiva estas duas verdades: a sinceridade e a sagacidade.
 
– O que é sinceridade, meu pai?
 
– É manter a palavra empenhada, custe o que custar.
 
– E o que é sagacidade?
 
– É nunca empenhar a palavra, custe o que custar."



Nota publicada neste Blog em setembro de 2010 alertava o risco de Dilma com a 'maldição' dos vices do PMDB

Postado por Marco Eusébio , 26 Setembro 2017 às 17:45 - em: Principal

Um leitor atento constatou que há sete anos, antes de Dilma Rousseff virar "presidenta", este Blog já alertava sobre o risco que a petista corria de ser tirada do Planalto caso confirmasse o favoritismo como candidata do então presidente Lula e viesse a ser eleita. Leia aqui "Dilma e a 'maldição' dos vices do PMDB..." publicado nesta coluna em 19 de setembro de 2010.




Postado por Marco Eusébio , 19 Setembro 2017 às 11:00 - em: Principal

Nestes tempos em que inversão de valores tem sido regra, ninguém parece mais saber o que fazer para se mostrar "antenado" nas grotescas "evoluções" e, às vezes, aparecem fazendo papel de bobo na vã tentativa de parecer "inteligente". Foi o que aconteceu com vários visitantes do Museu de Arte Moderna de São Francisco, no estado da Califórnia (EUA), que confundiram um par de óculos caído no chão com uma obra de arte. A brincadeira foi feita por TJ Khayatan, um jovem de 17 anos, que decidiu colocar os óculos no chão pra ver se os visitantes que admiravam obras curiosas como um bicho de pelúcia enrolado em um cobertor, expostas no museu, cairiam na pegadinha. E não deu outra: muitos "apreciadores da arte moderna" caíram. Embora inusitado, o episódio é até inocente. No Brasil, o que não falta faz tempo é gente que se acha inteligente e costuma confundir bandidos com heróis e outras coisas do tipo faz tempo. Em cartaz... na rede social mais próxima de você.




Demora do caso na Justiça acabou aproximando o advogado e a cliente que acabaram se casando

Postado por Marco Eusébio , 25 Agosto 2017 às 14:45 - em: Principal

Do site Migalhas jurídicas:
 
"Quem diria que tanto advogado quanto parte poderiam beneficiar-se com a demora no julgamento de uma causa ajuizada em 2013? Mais do que isso, eles encontraram o amor e a felicidade. O caso aconteceu no 2º Juizado Especial da Fazenda Pública de Natal (RN) e foi narrado pelo próprio causídico, em inspirada petição.
 
"Convicto estava da plausibilidade do direito da Autora que cometi o erro de anunciar o breve desfecho da causa. De fato, a minha inexperiência enquanto advogado e a beleza incomum da cliente fizeram-me afiançar o resultado da lide."
 
Sem cobrar honorários, crente que tudo se resolveria rápido ("mais um erro meu"), o advogado viu-se constantemente questionado pela autora da evolução do processo e os motivos do pedido de tutela antecipada não ter sido sequer apreciado.
 
"De fato meu repertório de respostas esgotou-se e me vi acuado. O que fazer? Pensei. Chamei, então, educadamente a cliente para um almoço, que depois virou um cinema, um passeio na praia, um namoro, até que casamos no final de 2014. Quem diria, Excelência, que eu me casaria com tão distinta moça? Pois é, já deu para ver que perdi aqueles honorários..."
 
Quase quatro anos depois da distribuição, o juízo apreciou o pedido de liminar, indeferindo-o por não reconhecer a verba salarial como de caráter alimentar.
 
"De fato isso me surpreendeu, mas também, agora escrevendo-lhe esse relato, mais me surpreende ter casado com minha cliente. Coisas da vida."
 
Gentil, o advogado afirma no documento que, ao verificar os dados da vara, constatou que o acervo processual é enorme para a quantidade de magistrados e servidores, e por isso entende a situação. "Não tenho do que reclamar, mas sim agradecer, pois tivesse o mérito sido resolvido antes, talvez recebesse honorários, mas não teria encontrado o amor."
 
Dessa forma, em petição datada do último dia 9, o advogado – em nome da autora/esposa – requereu o julgamento do processo, pois não há mais provas a serem produzidas. Um verdadeiro conto de fadas do Judiciário. Resta aguardar se a decisão do magistrado será tão inspirada quanto o relato do causídico.
 



Miguel Palácios postou a cena no Facebook e escreveu:

Postado por Marco Eusébio , 09 Agosto 2017 às 10:15 - em: Principal

Uma calcinha vermelha em uma das cadeiras do plenário chamou a atenção na primeira sessão da semana da Câmara de Campo Grande, ontem. O repórter-fotográfico Miguel Palácios disse que não entendeu o "protesto", mas fotografou a cena e postou no Facebook. "Uma mulher descalça colocou a calcinha lá e foi embora", disse o Miguel aqui ao Blog.




Usando palavras chulas, 'chifrudo' relata em boletim de ocorrência que não aguenta mais as traições da morena

Postado por Marco Eusébio , 20 Julho 2017 às 15:45 - em: Principal


O perfeito idiota brasileiro adora ultrapassar pelo acostamento, avançar sobre o espaço do outro, o tempo do outro

Postado por Marco Eusébio , 09 Julho 2017 às 12:30 - em: Principal

"Ele fura fila, estaciona em vagas para reservadas a idosos ou cadeirantes, acha que pertence a uma casta privilegiada. Anda de metrô - mas só no exterior. Não faz deveres domésticos, pois acha que isso é coisa de subalternos. Usa um sistema de ética que, infelizmente, virou a cara do Brasil, que está no uso descarado dos acostamentos nas estradas. E está, principalmente, na luz amarela do semáforo. No Brasil, ela é um sinal para avançar, que ainda dá tempo – enquanto no Japão, por exemplo, é um sinal para parar, que não dá mais tempo. Nada traduz melhor nossa sanha por avançar sobre o outro, sobre o espaço do outro, sobre o tempo do outro. Parar no amarelo significaria oferecer a sua contribuição individual em nome da coletividade. E isso o PIB prefere morrer antes de fazer"... Publicado em 2014, o artigo "Idiota à Brasileira" de Adriano Silva continua superatual. Leia aqui a íntegra no site da Superinteressante.




Tomar duas canecas de cerveja pode diminuir as dores em 25% diz estudo da Universidade de Greenwich

Postado por Marco Eusébio , 23 Junho 2017 às 14:30 - em: Principal

Quem costuma alegar que bebe "para espantar as dores" agora pode ter uma explicação científica. Tomar duas canecas de cerveja (pouco mais de um litro) pode diminuir as dores em 25% e ser mais eficaz do que analgésicos como o paracetamol, revela pesquisa da Universidade de Greenwich, no Reino Unido, recém publicada no periódico científico Journal of Pain.  
 
Ao elevar o nível de álcool no sangue em aproximadamente 0,08%, o corpo reduz o limiar de intensidade da dor, constatou o estudo. Ainda não está claro se o álcool reduz a sensação de dor por afetar receptores do cérebro ou apenas por diminuir o nível de ansiedade, o que faz com que a dor não seja tão ruim. 
 
"O álcool pode ser comparado a drogas opioides, como a codeína, e seu efeito é ainda mais poderoso que o do paracetamol", disse o coordenador da pesquisa, Trevor Thompson, ao tabloide The Sun. Ele alerta, entretanto, sobre os prejuízos do álcool ao organismo. "Se pudermos desenvolver uma droga sem os prejudiciais efeitos colaterais [do álcool], então teremos algo potencialmente melhor do que existe atualmente", afirmou. (Com Veja.com)



Peritos da polícia paraguaia no cemitério onde corpo de andarilho que se passava por 'lobisomem' foi encontrado

Postado por Marco Eusébio , 23 Junho 2017 às 13:15 - em: Principal

Um andarilho brasileiro identificado como Roberto dos Santos, de 31 anos, que costumava se fazer passar por "lobisomem" para assustar as pessoas na região conforme moradores, foi encontrado morto a tiros e com uma facada no peito ontem, no cemitério da cidade paraguaia de Zanja Pytã, próxima a Ponta Porã (MS). A polícia paraguaia acredita que Santos teria sido flagrado na noite de quarta-feira invadindo alguma residência para furtar, tentou se esconder no cemitério e acabou sendo executado.




Para 16,4 milhões de adultos nos Estados Unidos vaca marrom é que produz achocolatado

Postado por Marco Eusébio , 19 Junho 2017 às 12:15 - em: Principal

Sete por cento dos adultos nos Estados Unidos – 16,4 milhões de pessoas – acreditam que leite achocolatado é produzido por vacas marrons, diz pesquisa divulgada pelo jornal Washington Post. O resultado causou surpresa a especialistas em educação alimentar e nutricional que esperavam um número maior de consumidores mal-informados. Nos anos 90, uma pesquisa encomendada pelo Departamento de Agricultura dos EUA revelou que um em cada cinco adultos não sabia que hambúrguer é feito de carne. "Estamos condicionados a pensar que, se você precisa de comida, você vai ao mercado. Nada em nosso sistema de ensino diz às crianças de onde vem o alimento", disse ao jornal Cecily Upton, cofundadora da FoodCorps, ONG que visa promover educação nutricional em escolas de ensino fundamental nos EUA.