Campo Grande, Domingo , 19 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: correios

Trabalhadores filiados ao sindicato de Mato Grosso do Sul decidiram ontem pelo fim da greve

Postado por Marco Eusébio , 07 Outubro 2017 às 16:30 - em: Principal

Trabalhadores dos Correios decidiram aceitar a proposta de acordo coletivo apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e encerrar a greve da categoria iniciada em 19 de setembro e retornar ao trabalho na próxima segunda-feira. Segundo orientação da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a decisão foi tomada ontem em assembleias da maioria dos sindicatos filiados à entidade, incluindo o de Mato Grosso do Sul. "A principal reivindicação, manutenção do plano de saúde nos moldes atuais sem nenhuma mudança (como retirada de dependentes), foi conseguida", disse ao Blog hoje o jornalista Eber Benjamin, assessor de imprensa do  Sintect-MS.




Em assembleia hoje em Campo Grande, trabalhadores dos Correios decidiram continuar a greve em MS

Postado por Marco Eusébio , 29 Setembro 2017 às 18:00 - em: Principal

Trabalhadores dos Correios decidiram manter a greve em Mato Grosso do Sul, seguindo orientação da federação nacional da categoria, a FENTECT. A presidente do sindicato estadual, Elaine Regina de Souza, diz que a paralisação atinge 42 municípios em MS. Para os sindicatos, a liminar do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que decretou a greve abusiva ontem, é questionável legalmente. "Estamos na data-base da categoria, o acordo coletivo expirou no dia 31 de julho, notificamos a empresa no devido prazo legal a respeito da greve, então porquê é abusiva? A federação já entrou com recurso e a greve continua", diz Elaine.




Funcionários em greve reunidos em frente a sede regional dos Correios em Campo Grande hoje

Postado por Marco Eusébio , 20 Setembro 2017 às 15:20 - em: Principal

Servidores dos Correios iniciaram greve hoje em Mato Grosso do Sul, após assembleia do sindicato da categoria (Sintect-MS) que aderiu à paralisação nacional. Balanço parcial da entidade contabilizou até o fim da amanhã a adesão à greve em 25 municípios do estado, incluindo Campo Grande. Os trabalhadores reivindicam 8% de reajuste salarial, reajuste no valor do ticket-refeição, reajuste linear de R$ 300,00 e manutenção de direitos como plano de saúde e cláusulas do atual acordo coletivo de trabalho. Elaine Regina Oliveira, presidente do sindicato, diz que o momento é decisivo para se garantir os direitos da categoria e apela aos trabalhadores que se juntem ao movimento. "A greve só está começando. Vamos resistir", afirma.




Agência do distrito de Casa Verde, em Nova Andradina, foi uma das que tiveram a energia cortada

Postado por Marco Eusébio , 01 Julho 2017 às 10:15 - em: Principal