Campo Grande, Sábado , 20 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: cnh

Roberto Hashioka, presidente do Detran-MS, exibe em smartphone sua versão da CNH digital

Postado por Marco Eusébio , 19 Janeiro 2018 às 10:00 - em: Principal

Condutores de veículos de Mato Grosso do Sul têm acesso à Carteira Nacional de Habilitação (CNH-e) digital. “A CNH-e armazena todas as informações da carteira impressa, garantindo a autenticidade do documento", diz o presidente do Detran-MS, Roberto Hashioka. A CNH-e funciona por meio de aplicativo gratuito que pode ser baixado pelo Play Store e pela App Store, mas só pode ser gerada para quem tem a última versão da CNH impressa, emitida a partir de 2 de maio de 2017 com um QR Code na parte interna. Quem não tiver a CNH com o código, mas quer a versão digital, deve antecipar a renovação ou solicitar segunda via. A CNH-e tem a mesma validade da impressa, mas o condutor deve ficar atento: se o smartophone estiver descarregado na hora da ficalização, ele será autuado por não portar o documento, infração leve que gera multa de R$ 88,38 mais três pontos na CNH e retenção do veículo até a apresentação da carteira. A CNH-e é acessível offline, sem necessidade de conexão wi-fi ou dados móveis habilitados. 




Lucas Zamperlini diz que Anoreg vai fazer convênio com órgãos públicos para cartórios de MS emitirem documentos

Postado por Marco Eusébio , 30 Setembro 2017 às 14:15 - em: Principal

Cartórios de registro civil passarão a emitir documentos de identidade como RG, CPF, Carteira de Habilitação, Carteira de Trabalho e até passaportes. Além disso, pais poderão escolher a naturalidade do filho ao fazer o registro civil da criança, entre o local de nascimento ou a cidade onde a família mora, para evitar que cidades sem maternidade fiquem sem seus cidadãos. As mudanças estão previstas na Lei nº 13.484, assinada pelo presidente Michel Temer, publicada nesta semana no Diário Oficial da União. Em Mato Grosso do Sul, os 96 cartórios de registro civil só passarão a emitir esses documentos depois que a Associação dos Notários e Registrados (Anoreg-MS) fechar convênios com os respectivos órgãos públicos responsáveis pela emissão dos documentos, informa o presidente da entidade Lucas Zamperlini. Os cartórios também poderão corrigir documentos, como, por exemplo, o sobrenome "Souza" escrito com "Z" de alguém de uma família que usa "Sousa" com "S", informou.