Campo Grande, Quinta-Feira , 18 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: claudio-sertao

O médico Mafuci Kadri recebeu convite do empresário Cláudio Sertão para encabeçar chapa do Podemos em MS

Postado por Marco Eusébio , 11 Janeiro 2018 às 15:30 - em: Principal

Mafuci Kadri participou hoje de café da manhã na sede do Podemos em Campo Grande e foi convidado pelo presidente regional do partido, Cláudio Sertão, para disputar o Governo de MS nas eleições deste ano. Embora seja pré-candidato, Sertão disse hoje ao Blog que afirmou ao médico que abre mão para ele encabeçar no estado o projeto que tem Álvaro Dias como pré-candidato à Presidência. O médico está avaliando. Ouça abaixo o que disse o Sertão ao Blog. 





Odilon iria para o segundo turno e enfrentaria André ou Azambuja, hoje tecnicamente empatados em segundo lugar

Se o primeiro turno fosse hoje, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) com 32,50% iria para o segundo turno da disputa pelo Governo de Mato Grosso do Sul e teria como adversários ou o ex-governador André Puccinelli (PMDB), com 24,58%, ou o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com 23,17%, que aparecem tecnicamente empatados pela margem de erro de 2,05% para mais ou para menos. É o que diz pesquisa Ipems divulgada hoje pelo jornal Correio do Estado. O índice dos que pretendem anular ou votar em branco é de 11,64% e o de idecisos 3,88%.

Dos demais citados, Ricardo Ayache (PSB) tem 3,60%, Humberto Amaducci (PT) 0,42% e Cláudio Sertão (Podemos) 0,22%. Num segundo cenário, com o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa como candidato do PMDB em vez de André, Odilon aparece com 36,56% e Azambuja com 32,37%, numa diferência de apenas 4,19 pontos próxima do limite da margem de erro de 4,10 pontos. Nesse caso, Waldeli lidera o bloco de trás com 4,83%, Ayache tem 3,83%, Amaducci 0,44% e Sertão 0,24%. Conforme o jornal, a pesquisa foi feita de 9 a 17 de dezembro nos 79 municípios de MS com 2.285 eleitores.




Pesquisa estimulada aponta elevado índice de indecisos tecnicamente empatado com o líder Odilon de Oliveira em MS
Primeiro dentre os principais nomes a se anunciar como pré-candidato à disputa, Odilon de Oliveira (PDT) lidera a preferência de votos em pesquisa estimulada feita pelo Ranking Comunicação & Pesquisas divulgada hoje pelo site Diário da Mídia, do Toni Ueno, em Campo Grande. O juiz federal aparece na estimulada, com nomes apresentados ao eleitor, com 28.36%, seguido pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB) com 17.06%, tecnicamente empatado com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com 16.13%. É elevado o índice de indecisos. Os que que não souberam ou não quiseram opinar são 27.77% e estão tecnicamente empatado com o líder. 
 
Vale lembrar que a pesquisa não cita o nome do prefeito Waldeli dos Santos Rosa, de Costa Rica, considerado "Plano B" do PMDB para o pleito. Os demais citados são Ricardo Ayache (PSB) com 3.63%, Henrique Mandeta (DEM) 2.73%, Alcides Bernal (PP) 1.70%, Coronel David (PSC) 1.13%, Suél Ferranti (PSTU) 0.83%, Cláudio Sertão (Podemos) 0.43% e Humberto Amaducci (PT) com 0.23%. 
 
NA ESPONTÂNEA, sem citar nomes ao eleitor, Odilon lidera com 18.36%, seguido por André (10.16%) e Azambuja (9.56%) tecnicamente empatados. Nesse caso, Ayache também lidera entre os demais com 2.16%.
 
EM REJEIÇÃO estimulada, citando nomes, o líder é André com 29.13%, Azambuja 30.56%, Bernal 17.63%, Mandetta 3.26%, David 2.50%, Ayache 2.13%, Odilon 1.43%, Amaducci 1.20%, Suél 0.70% e Sertão 0.53%. 
 
Conforme o site, a pesquisa foi feita de 4 a 12 deste mês em 17 municípios de MS, com 3.000 pessoais de 16 anos acima e a margem de erro é de 2,50 pontos para mais ou menos.



Álvaro Dias teve de adiar a visita e marcará nova data para vir a Campo Grande com Romário, diz em nota o Podemos MS

Postado por Marco Eusébio , 27 Outubro 2017 às 15:00 - em: Principal

Depois de anunciar a visita dos senadores Álvaro Dias (PR), presidenciável da sigla, e Romário (RJ), a Campo Grande para ato político do partido nos dias 9 e 10 de novembro, o presidente do Podemos (ex-PTN) em MS, Cláudio Sertão, informa hoje em nota à imprensa que Dias teve de adiar a viagem. A data ainda será confirmada, diz a nota.




Dirigentes regionais do Podemos vão lançar pré-candidatura de Cláudio Sertão (à direita) no dia 10 em ato na Capital

Postado por Marco Eusébio , 21 Outubro 2017 às 13:00 - em: Principal

O Podemos, ex-PTN, é o primeiro partido a anunciar pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul para as eleições 2018. O escolhido é o empresário Cláudio Sertão, presidente regional da sigla, que terá a pré-candidatura lançada no dia 10 de novembro, às 10h, no plenário da Câmara de Campo Grande, em ato que contará com a presença dos senadores Álvaro Dias (PR), pré-candidato à Presidência da República, e Romário (RJ). Além de Sertão como cabeça de chapa, pretende lançar dois candidatos ao Senado, dezesseis para deputado federal e 48 à Assembleia.




O presidenciável Álvaro Dias e Romário estarão em Campo Grande nos dias 9 e 10 para lançamento do Podemos

Postado por Marco Eusébio , 16 Outubro 2017 às 18:00 - em: Principal

Visando as eleições de 2018, os senadores Álvaro Dias (PR), pré-candidato à Presidência da República, e Romário (RJ), visitarão Campo Grande em novembro para o ato de lançamento do Podemos (ex-PTN) em Mato Grosso do Sul. O evento está marcado para o dia 10, às 10h, na Câmara dos Vereadores. A comitiva chegará um dia antes e contará com participação da presidente nacional da sigla, a deputada federal Renata Abreu (SP), e o ex-jogador Marcelinho Carioca. Cláudio Sertão, presidente regional do Podemos, disse hoje ao Blog que deverão ser filiados pelo menos 25 vereadores de todo o estado no evento.




André Puccinelli na lista de lideranças partidárias com quem Bernal anda conversando sobre as eleições de 2018

Contrariando a imagem de não ter diálogo, que foi uma de suas marcas quando prefeito, Alcides Bernal anda conversando com muita gente de olho nas eleições de 2018 na condição de presidente regional do PP. Já andou falando com João Leite Schimidt, do PDT, com o ex-deputado Biffi (ainda do PT) e com os presidentes do Podemos, Cláudio Sertão; do PMN, Máximo Brasil; e do PROS, Abrão Malulei. E, conforme orientação do PP que em nível nacional segue alinhado ao PMDB, Bernal esteve ontem com um de seus mais famosos desafetos, o ex-governador André Puccinelli.