Campo Grande, Terça-Feira , 21 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: carlos-marun

Marun é forte cotado a assumir o Ministério das Relações Institucionais e pode abrir vaga na Câmara para MS

Postado por Marco Eusébio , 20 Novembro 2017 às 19:15 - em: Principal

Depois de o deputado federal Alexandre Baldy (GO) anunciar hoje em seu site que tomará posse na quarta-feira no Ministério das Cidades, com apoio do Centrão da Câmara, as atenções se voltam para o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), forte candidato a assumir o cargo de ministro-chefe das Relações Institucionais, no lugar de Antônio Inbassahy. O que se diz em Brasília é que o anúncio do nome do futuro ministro deve sair nesta terça ou até quarta-feira. A possibilidade de Marun virar ministro agita a fila de suplentes em MS, que tem em primeiro Fábio Trad, seguido pelo radialista Marçal Filho, pelo pastor Isaías Bittencourt e Carla Stephanini.




Casal de moto xinga Marun de 'ladrão' e deputado federal chama os dois de 'vagabundos'

Postado por Marco Eusébio , 17 Novembro 2017 às 17:15 - em: Principal

Vídeo que mostra o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) discutindo e chamando de "vagabundos" um casal de moto que o xingou de "ladrão" enquanto ele falava com jornalistas em frente à sede do PMDB em Campo Grande ontem, após reunião que adiou a convenção da sigla para 2 de dezembro, repercutiu na imprensa e nas redes sociais. Em nota, Marun disse que "não aceita ofensas a ele e à família" e frisou que "quem com ferro fere, com ferro será ferido". Na sua opinião, político deve reagir às ofensas? Veja o vídeo abaixo divulgado pela TV Morena e opine à direita (conectado ao Facebook) na nova Enquete do Blog!




Marun, em nota à imprensa: 'Renovamos a nossa confiança em André Puccinelli, nosso líder maior'

Postado por Marco Eusébio , 16 Novembro 2017 às 16:45 - em: Principal

Depois de se reunir hoje com o ex-governador André Puccinelli e com demais integrantes da cúpula regional do PMDB, que resolveram adiar para o dia 2 de dezembro a convenção estadual do partido, o deputado federal Carlos Marun enviou nota à imprensa afirmando, em alusão a prisão do ex-governador revogada ontem pelo TRF3, que André "foi vítima de uma violência" reforçando a "nossa confiança em André Puccinelli, nosso líder maior". Leia a íntegra:
 
"NOTA EM relação à decisão da Executiva Estadual do PMDB, que transferiu para 2/12 a nossa Convenção Regional, declaro o que se segue:
 
1) Renovamos a nossa confiança em André Puccinelli, nosso líder maior.
 
2) O ex-governador foi vítima de uma violência. Assim sendo, foi correta a decisão de conceder-lhe um tempo para convívio familiar, distante de maiores eventos políticos;
 
3) Mesmo tendo a decisão representado uma perda política, já que faríamos uma convenção histórica, haja visto as dezenas de confirmações de caravanas do interior, entendo que não poderíamos agir como se nada tivesse acontecido, dando sequência normal a nossa agenda;
 
4) Como deputado espero que as circunstâncias no mínimo controversas presentes no episódio sejam esclarecidas, considerando as graves consequências pessoais e políticas resultantes da decisão reparada pelo Desembargador Paulo Fontes, que é oriundo do próprio Ministério Público. Afinal, prendeu-se equivocadamente o candidato que lidera as pesquisas para governador de MS;
 
5) MS é um estado de paz, que exige uma Justiça Sem Partido;
 
6) Por fim reafirmo minha confiança na Justiça e manifesto a certeza de que tudo isto se esclarecerá.
 
CARLOS MARUN
 16/11/17"



Carlos Marun escreveu no Facebook após visitar André em presídio: 'É chocante ver quem tanto fez por MS nessa situação'

Postado por Marco Eusébio , 15 Novembro 2017 às 12:00 - em: Principal

O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) visitou hoje pela manhã, antes de sair o alvará de soltura do TRF3, o ex-governador André Puccinelli no Centro de Triagem do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, e depois afirmou no Facebook: "Ele está dividindo espaço com outros 18 presos. É chocante ver um homem que tanto fez pelo MS nesta situação. Todavia, ele está sendo tratado com respeito e não faz reparos quanto a isto. Agradeceu as inúmeras manifestações de solidariedade que está recebendo, especialmente via redes sociais". Clique abaixo e leia a íntegra da mensagem de Marun na rede social.




Bancada do PMDB na Câmara articula com o PP para Carlos Marun ocupar a Secretaria de Governo

Postado por Marco Eusébio , 08 Novembro 2017 às 18:20 - em: Principal

A bancada do PMDB na Câmara está se articulando para ficar com a Secretaria de Governo, hoje com o PSDB. "Há uma conversa em andamento com o PP para os dois partidos juntos pressionarem para que Carlos Marun assuma a cadeira de Antônio Imbassahy. Em troca, Gilberto Occhi, do PP, ficaria com o Ministério das Cidades", diz hoje a jornalista Juliana Braga, no blog do Lauro Jardim em O Globo.




Marun: 'Ele não fará falta. Já vai tarde'. Randolfe: 'Essa CPI é um espetáculo circense com um roteiro pronto'

Postado por Marco Eusébio , 02 Novembro 2017 às 14:30 - em: Principal

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) renunciou ao seu cargo na CPI da JBS na terça-feira depois que a comissão decidiu convocar Eduardo Pelella, ex-chefe de gabinete de Rodrigo Janot, para depor. Randolfe saiu batendo: 
 
– "A CPI é uma farsa montada para desqualificar os procuradores da República e destruir a Lava-Jato e as demais investigações no país. Não encontro alternativa para atuar nessa CPI. É um espetáculo circense com um roteiro pronto", disse o senador.
 
 
– "Ele não fará falta. Era um integrante pouquíssimo atuante, que tentava, em aparições eventuais, fazer da comissão um picadeiro para os seus shows de quinta categoria. Sem dúvidas, o senador já vai tarde."



Leitor do Blog fez fotomontagem de Wladimir Costa que disse no Facebook pensar em tatuar nome de Marun

Postado por Marco Eusébio , 31 Outubro 2017 às 15:00 - em: Principal

Conhecido por ter homenageado Michel Temer com uma tatuagem de henna, o deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) disse agora que está pensando em tatuar o nome de Carlos Marun (PMDB-MS). Ao comentar vídeo da participação de Marun no programa "O Povo se Defende", apresentado pelo deputado estadual Maurício Picarelli, em Campo Grande, Wladimir rasgou elogios ao sul-mato-grossense dizendo que Marun "é muito respeitado", "não tem duas caras", "combate as roubalheiras do PT" e declarou: "SINCERAMENTE! APÓS 'TATUAR' O NOME DO TEMER PENSO EM TATUAR O NOME DELE, MARUN É UMA REFERÊNCIA PRA TODOS NÓS".




Jovem Pan divulgou vídeo do programa que mostra o bate-boca ao vivo de Marun com comentaristas da rádio

Postado por Marco Eusébio , 30 Outubro 2017 às 15:30 - em: Principal

A dancinha de Carlos Marun (PMDB-MS) na Câmara, ao comemorar a votação que livrou Michel Temer da segunda denúncia da PGR ao Supremo (veja aqui o vídeo), rendeu um bate-boca ao vivo do deputado com comentaristas políticos do programa "3 em 1" da Rádio Jovem Pan de SP - Carlos Andreazza e Vera Magalhães. Marun disse que na quinta à noite foi informado de que teria sido ofendido pelos integrantes do "3 em 1" e quis dar sua versão sobre o episódio. Na sexta-feira, o deputado participou por telefone ao vivo do programa. E o debate acabou em discussão. Veja o vídeo da Jovem Pan.




Após vídeo da dancinha, Marun classificou de 'mediocridade' a reação de Benito di Paula que o chamou de 'babaca'

Postado por Marco Eusébio , 27 Outubro 2017 às 20:00 - em: Principal

 
"É um desrespeito. Me colocando numa situação dessas, como se eu estivesse apoiando. Eu não tô apoiando porra nenhuma", afirmou Benito. "O cara merecia até um processo. Mas não vou fazer isso. Sou um homem do bem".
 
Consultado, Marun classificou de 'mediocridade" a reação do cantor. "Se o Benito Di Paula não tem o que fazer, eu tenho. Se quando a gente for comemorar não puder usar as músicas dele, do tempo que ele era um compositor brilhante, que ele avise por escrito", disse o deputado ao site Campo Grande News, frisando que erã fã de Benito, mas agora vai retirar as canções dele de seu repertório.



Carlos Marun ao falar com a imprensa hoje em Campo Grande durante evento na Esplanada Ferroviária

Postado por Marco Eusébio , 27 Outubro 2017 às 12:45 - em: Principal

Carlos Marun (PMDB) defendeu hoje em Campo Grande que seu partido tenha como candidatos majoritários em 2018 André Puccinelli para o governo de MS e Michel Temer para a reeleição à Presidência da República. "O PMDB não vai apoiar o Alckmin e precisa ter candidato próprio" disse o deputado, colocando Temer como "primeira opção" pois "não está tal mal como tentam mostrar". 
 
Para o governo de Mato Grosso do Sul, Marun frisou que André "sempre será" a primeira opção do PMDB. E disse que há outros nomes caso o ex-governador não queria ser candidato, citando Waldeli dos Santos Rosa, prefeito de Costa Rica, que deve ingressar no partido nos próximos dias.
 
Sobre a votação da Câmara que barrou a segunda denúncia da PGR contra o presidente e as críticas por ser um dos principais defensores de Temer no Congresso, Marun afirmou: "Agora está tudo tranquilo, o presidente está governando o País e o Brasil voltou a avançar. Tenho recebido mais cumprimentos do que críticas, em relação ao desempenho do governo".
 
(Com CampoGrandeNews)