Campo Grande, Segunda-Feira , 26 de Junho - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: camara-dos-deputados

Na contramão de senadores que estão de olho na Câmara, Zeca do PT confirma que sua meta é o Senado

Postado por Marco Eusébio , 22 Junho 2017 às 16:00 - em: Principal

Com respingos da Lava Jato Brasil afora, senadores de vários estados, cujos mandatos estarão expirando no ano que vem, cogitam desistir da reeleição (que deve ser ainda mais difícil com a torneira dos grandes doadores fechada) para disputar cadeiras de deputado federal e manter o foro privilegiado. Indaguei ao deputado federal Zeca do PT se pretende entrar nessa onda e alterar seus planos eleitorais para 2018 em MS. O ex-governador foi curto e objetivo: "Disputo o Senado. E só!"




Remédios com sibutramina, anfepramona, femproporex e mazindol terão venda autorizada por lei

Postado por Marco Eusébio , 21 Junho 2017 às 15:00 - em: Principal

Projeto que autoriza a produção, venda sob prescrição médica e consumo de remédios com sibutramina, anfepramona, femproporex e mazindol, indicados para emagrecimento, foi aprovado pela Câmara e, como já passou pelo Senado, segue à sanção do presidente Michel Temer para virar lei. O uso dessas substâncias foi proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 2011, sob argumento de que poderiam causar problemas cardíacos. Em 2014, decreto legislativo suspendeu a proibição, levando a Anvisa publicar nova norma autorizando a produção e comércio, com prescrição médica, desde que respeitados limites de quantidade. O projeto aprovado ontem obriga a classificação tarja preta para esse medicamentos, ou seja, só podem ser vendidos com retenção de receita azul.




São Petersburgo na rota dos deputados que vão saber como a Rússia se preparou para a Copa das Confederações

Postado por Marco Eusébio , 12 Junho 2017 às 17:45 - em: Papo de Arquibancada

Do blog do Lauro Jardim em O Globo:
 
"Depois de aprovar uma viagem de 11 deputados para Londres, Atenas e Barcelona, para 'conhecer o legado das Olimpíadas', a Comissão de Esporte aprovou agora viagens a Moscou e a São Petersburgo, na Rússia, para, acredite, 'tomar conhecimento de como o país se preparou para sediar a Copa das Confederações de 2017'."



Em manual para servidores, diretoria da Câmara esqueceu que o projeto de Niemeyer não incluiu janelas

Postado por Marco Eusébio , 08 Junho 2017 às 17:30 - em: Principal

"A diretoria-geral da Câmara divulgou ontem uma série de orientações para servidores em casos de ataques com bomba de lás lacrimongêneo no prédio. Lá pelas tantas, o texto sugere: "Abra as portas e janelas para ventilar o ambiente". Beleza. Pena que o prédio desenhado por Oscar Niemeyer praticamente não tenha janelas." (Do blog do Lauro Jardim em O Globo)




Maia e a ligação com o poder: 'ideologia' que pode unir os opostos democratas e comunistas

Postado por Marco Eusébio , 02 Junho 2017 às 13:45 - em: Principal

"Orlando Silva, Andrés Sanchez e Vicente Candido são os três deputados que estão representando a esquerda nas conversas para construir uma candidatura de Rodrigo Maia com Aldo Rebelo como vice. A propósito, a união do DEM com o PCdoB diz muito sobre a política brasileira". (Do blog do Lauro Jardim em O Globo)




Emenda incluirá na Constituição 'que não são cruéis as práticas desportivas que utilizem animais'

Postado por Marco Eusébio , 01 Junho 2017 às 17:00 - em: Principal

Por 373 votos a favor e 50 contrários, mais seis abstenções, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou em segunda votação hoje a PEC 304/17 que, na prática, permite a realização das vaquejadas e rodeios no Brasil. O placar foi bem acima dos 308 votos necessários. O texto inclui um parágrafo no artigo 225 da Constituição Federal para estabelecer que "não são cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que sejam manifestações culturais, bem de natureza imaterial integrante do patrimônio cultural brasileiro". Já aprovada pelo Senado, a emenda será promulgada em sessão do Congresso, em data a ser definida. Após a aprovação, odeputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) comemorou dizendo que a vaquejada tem origem na cultura do Nordeste brasileiro e na tradição do homem do campo. "Registro que fiz desse voto uma homenagem a terra onde nasci, terra dos rodeios crioulos que é o Rio Grande do Sul e também à terra onde decidi viver, que é o Mato Grosso do Sul dos encontros de clubes do laço", declarou.




Após passar pela CCJ do Senado hoje, se for aprovada por senadores e deputados mudança pode valer neste ano

Postado por Marco Eusébio , 31 Maio 2017 às 14:30 - em: Principal

Proposta para emendar a Constituição visando estabelecer eleições diretas para presidente da República se a cadeira do tituler e vice ficarem vagas nos três primeiros anos de mandato foi aprovada por unanimidade pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado e depende agora de o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE) mandar a PEC para votação no plenário. Se aprovada pelos senadores, a proposta apresentada em 2016 pelo senador Reguffe (sem partido-DF) vai para a Câmara. Se for aprovada pelas duas casas neste ano, pode haver eleição direta em caso da saída de Michel Temer do cargo. Atualmente, a Constituição prevê eleições indiretas, pelo Congresso, em caso de ausência do presidente e vice na segunda metade do mandato.




Eunício de Oliveira ao ler o pedido de criação da CPI de deputados e senadores para investigar o grupo JBS

Postado por Marco Eusébio , 31 Maio 2017 às 10:15 - em: Principal

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), leu na noite anterior o pedido de criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar o grupo de frigoríficos JBS. Líderes de partidos vão indicar 16 senadores e 16 deputados titulares e igual número de suplentes e a CPI da JBS deve começar a funcionar na semana que vem. Como de praxe, os dois principais autores do pedido da CPI, deputado Alexandre Baldy (Podemos-GO) e senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), devem comandar a comissão. Baldy disse à imprensa que um acordo prevê que ele seja relator e o senador tucano presida a CPI. Ambos afirmaram que um dos primeiros atos deve ser a convocação de executivos do grupo J&F, como os irmãos Joesley e Wesley Batista, e funcionários do BNDES. A meta é fiscalizar contratos de empréstimos do BNDES às empresas do grupo J&F, holding que controla a JBS, o acordo de delação dos executivos da JBS, as operações no mercado de dólar e na bolsa antes de a delação ser divulgada e possíveis irregularidades fiscais e previdenciárias dessas empresas.




Marun, da tribuna da Câmara, rebate Renan, que o acusa de ter indicado ministro a mando de Cunha

Postado por Marco Eusébio , 25 Maio 2017 às 10:30 - em: Principal

As sessões do Legislativo nacional foram marcadas por Renan Calheiros (PMDB-AL) versus peemedebistas de Mato Grosso do Sul ontem. Além do bate-boca com o senador Waldemir Moka no plenário do Senado aqui divulgado, o líder do PMDB usou a tribuna da Casa para atacar o deputado Carlos Marun. Ao voltar a criticar a nomeação de Osmar Serraglio como ministro da Justiça que, para ele é uma indicação de Eduardo Cunha que teve Marun como emissário, Renan afirmou ter dado os seguintes conselhos a Michel Temer:
 
– "Olha Michel. Você pode receber o deputado Marun em qualquer circunstância. Pode botar o Marun como presidente da comissão da Previdência. Pode botar o Marun para fazer a sua defesa na Ordem dos Advogados do Brasil. A única coisa, presidente, que você não pode fazer, é receber o Marun como enviado de Curitiba para nomear o ministro da Justiça". E em seguinta emendou: "Um governo chantageado publicamente, que não tem noção do que significa o que pode ou não pode fazer, continue a ser pautado por um presidiário, inclusive, na nomeação de um ministro da Justiça."
 
Da tribuna da vizinha Câmara, Marun respondeu a Renan: "Pare de mentir. Vossa excelência já está mentindo tanto, que já está acreditando nas próprias mentiras. Vossa excelência não tem consideração pelo seu partido. Vossa excelência não tem consideração pelo seu País. É motivo hoje de vergonha para nós peemedebistas". E repetiu o que já havia dito antes ao senador alagoano, dizendo que visitou Cunha em dezembro porque "eu posso entrar em presídios e sair a hora que eu quiser", acrescentando que no Natal "é muito provável que eu visite novamente. O que eu tenho medo é de encontrá-lo lá". 
 
Veja o vídeo.
 




'A decolagem desse aviãozinho da alegria indignou muita gente', disse Marun sobre a ida de Joesley para os EUA

Um dos principais aliados do presidente Michel Temer no Congresso, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) está propondo a criação de uma comissão parlamentar de inquérito para investigar o acordo de delação premiada feito pelos donos da JBS, os irmãos Joesley e Wesley Batista. "Estamos nos baseando em matéria do jornal O Globo e da Folha de S.Paulo que disseram que esse acordo de delação tem uma benevolência inédita na história da vida jurídica brasileira" disse Marun. Em nota que acaba de enviar ao Blog, o deputado, que iria começar a colher assinaturas hoje para a CPI, afirma: 

"Decidi, no lugar de fazer correr uma lista de assinaturas para a CPI do JBS, me asociar ao requerimento de CPI Mista do deputado Baldi e do senador Ataíde sobre o mesmo tema (relação da JBS com o BNDES e o acordo de delação premiadíssimo). Penso que assim o objetivo de esclarecermos a sociedade a respeito desta questão e, eventualmente, propormos punições e anulações de atos jurídicos, poderá ser também cumprido".

"A decolagem deste aviãozinho da alegria indignou muita gente", justificou Marun, em referência à viagem de Joesley Batista para os EUA. As comissões de Finanças e de Controle e Tributação da Câmara também devem convocar o presidente da Comissão de Valores Mobiliários, que investiga o ganho de milhões de dólares dos irmãos Batista com venda de ações e compra de dólares antes da divulgação da delação, e o da bolsa de valores, a Bovespa, para repercutir os impactos no mercado financeiro. "Queremos saber quem ganhou e quem perdeu nessa história", disse Marun.

(Texto alterado às 11h45 para inclusão da nota enviada por Carlos Marun)