Campo Grande, Sexta-Feira , 24 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: antonio-palocci

Dilma, Palocci e mais quatro ex-conselheiros que aprovaram compra superfaturada de Pasadena têm bens bloqueados

Postado por Marco Eusébio , 11 Outubro 2017 às 13:15 - em: Principal


Lula com seu ex-ministro Antonio Palocci nos tempos de devoção, agora ex-companheiro em vias de ser consagrado delator

Postado por Marco Eusébio , 27 Setembro 2017 às 09:00 - em: Principal

 



Apontado como elo do dinheiro das empreiteiras a Lula, Antonio Palocci confirma o que disse Delcídio em sua delação

Postado por Marco Eusébio , 17 Setembro 2017 às 13:30 - em: Principal

Do blog O Antagonista: "Vera Magalhães lembra no Estadão que as revelações do ex-senador Delcídio do Amaral, em delação premiada, sobre a cadeia de comando no PT e na relação do partido com as empresas, embora não tenham recibo, se mostraram precisas na descrição da engrenagem.
 
'Ele disse: Antonio Palocci era o elo que levava o dinheiro das empreiteiras a Lula.'
 
O elo, agora, está ligando todos os pontos."
 
Leia aqui (para assinantes) o artigo "Quando a máfia briga" da Vera Magalhães no Estadão.



Lula e Palocci nos tempos de companheirismo petista, hoje de lados opostos divididos pela Lava Jato

Postado por Marco Eusébio , 15 Setembro 2017 às 17:30 - em: Principal

Em trecho da delação premiada de Antonio Palocci ainda não homologada, antecipado pela revista Veja, o ex-ministro revela que entregou dinheiro vivo ao ex-presidente Lula em pelo menos cinco encontros. Anunciando manchete da edição que vai às bancas neste fim de semana, o site da revista diz que o pagamento era feito pessoalmente por Palocci em pequenos pacotes de R$ 30 mil, R$ 40 mil e R$ 50 mil, frutos de propina da Odebrecht que eram gastos por Lula em despesas pessoais e com a família. O ex-ministro relatou, conforme a Veja, que quantias superiores eram repassadas a Lula por meio do sociólogo Branislav Kontic, então responsável pelo transporte e entrega da propina no Instituto Lula, em São Paulo. Na delação, Palocci diz Lula desviava dinheiro doado ao instituto, que mantinha uma contabilidade paralela para acobertar os desvios. A conta ilícita, relata o ex-ministro, era administrada pelo presidente da organização, Paulo Okamotto, que sempre negou qualquer irregularidade durante o seu comando à frente da entidade.




Vídeo postado hoje por Lula nas redes sociais tenta desqualificar denúncias de Palocci contra o ex-presidente

Postado por Marco Eusébio , 15 Setembro 2017 às 16:40 - em: Principal

Em vídeo postado hoje nos perfis oficiais de Lula nas redes sociais, a assessoria do ex-presidente afirma que seu ex-ministro Antonio Palocci faz "mentira premiada", permitida pelo juiz Sérgio Moro, para tentar condenar o petista sem provas e assim obter benefícios que amenizem sua pena. "É a espetacularização da mentira para impedir um direito básico do ex-presidente que é presunção da inocência", diz. Veja o vídeo postado no Twitter pelo perfil @LulapeloBrasil.




Simone Tebet vê nas revelações de Palocci o 'sepultamento da vida pública de Lula e seus companheiros'

Postado por Marco Eusébio , 07 Setembro 2017 às 14:00 - em: Principal

Da senadora Simone Tebet (PMDB-MS), ao blog O Antagonista, sobre o depoimento de ontem de Antonio Palocci:
 
– "O que dizer? Ninguém mais próximo dos fatos do governos petistas do que o Palocci. Homologada a delação, ele contará detalhes que levarão ao sepultamento da vida pública de Lula e seus companheiros."



Ex-ministro dos governos de Lula e Dilma, Palocci revelou hoje ao juiz Sérgio Moro detalhes do 'pacto' do PT com a Odebrecht

Postado por Marco Eusébio , 06 Setembro 2017 às 18:00 - em: Principal

O PT tinha um "pacto de sangue" com a Odebrecht e o acordo no fim do governo Lula para a empresa manter o "bom relacionamento" com o governo Dilma previa que o partido deveria receber R$ 300 milhões. Do total, R$ 4 milhões foram dados em dinheiro a Lula, para pagamentos ao Instituto que leva seu nome. As afirmações feitas por Antonio Palocci hoje ao juiz Sérgio Moro foram reveladas à imprensa por advogados do ex-ministro de Lula e Dilma, após o depoimento em Curitiba.
 
Palocci também contou que Lula sabia da compra de um terreno para o Instituto Lula e de um imóvel vizinho ao seu apartamento em São Bernardo do Campo. "A destinação dos recursos era determinada a partir da cúpula do PT, seja pelo presidente Lula, Paulo Okamotto ou Antônio Palocci", disse o advogado André Pontarolli. Essa conta também foi usada "para o pagamento de campanha, seja por caixa dois, seja por caixa oficial", acrescentou. 
 
"Especificamente no que tange o assunto do Instituto Lula, que é o objeto dessa denúncia, ficou absolutamente claro que esse assunto foi deliberado conjuntamente por um colegiado de pessoas composto por Paulo Okamotto, José Carlos Bumlai, Roberto Teixeira, o próprio Antonio Palocci, que não nega o seu mea culpa, não se exime da sua responsabilidade", disse Adriano Bretas, outro advogado do ex-ministro. Conforme a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula recebeu o terreno e o imóvel como vantagem indevida da Odebrecht. Já condenado em outra ação da Lava Jato e preso em Curitiba, Palocci responde neste processo por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.



Paulo Henrique Amorim e Janine Borba anunciam 'bomba' em suposições sobre delação de Antonio Palocci

Postado por Marco Eusébio , 17 Julho 2017 às 14:00 - em: Principal

Depois de um período de trégua, a "guerra das TVs" voltou ao ar. A Rede Record do bispo Macedo divulgou com destaque na noite anterior, no programa "Domingo Espetacular" apresentado pelo ex-global Paulo Henrique Amorim, suposições de que a delação de Antonio Palocci estaria gerando "pesadelos" na cúpula da Rede Globo porque o ex-ministro dos governos Lula e Dilma estaria disposto a "contar o que sabe sobre os negócios dos irmãos Marinho" sobre suposto esquema de sonegação bilionária de impostos em contratos de exclusividade para transmissão de eventos por meio de empresa de fachada no exterior. Veja aqui o vídeo no site da Record.




Palocci diz que seu companheiro Mantega vendia informações aos bancos e tem 'capítulo' sobre a Globo, diz a imprensa

Postado por Marco Eusébio , 08 Julho 2017 às 16:00 - em: Principal

Em fase de conclusão, a delação de Antonio Palocci movimenta o noticiário neste fim de semana. O jornalista Maurício Lima, no blog Radar da Veja, revela que a delação de Palocci "tem um anexo que entra e sai da versão final – sobre questões fiscais da Rede Globo".
 
A manchete de hoje da Folha de S.Paulo diz que o ex-ministro da Fazenda dos governos petistas afirma que seu sucessor, Guido Mantega, vendia informações privilegiadas aos banqueiros em troca de apoio para o PT. 
 
A defesa de Mantega rebateu, dizendo que no ministério ele desagradou aos bancos. E contra-atacou: "Qualquer caixa de agência bancária do país sabe que quem representava os interesses do mercado financeiro era o próprio Palocci", disse à Folha o advogado Fábio Tofic Simantob.



Preso desde setembro em Curitiba, Antonio Palocci foi condenado hoje pelo juiz federal Sérgio Moro

Postado por Marco Eusébio , 26 Junho 2017 às 10:15 - em: Principal

Antonio Palocci foi condenado nesta segunda-feira pelo juiz federal Sérgio Moro a doze anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. É a primeira condenação do ex-ministro dos governos Lula e Dilma na Lava-Jato. Palocci está preso em Curitiba desde setembro de 2016 e, conforme a decisão do juiz, deve seguir encarcerado mesmo durante a fase de recurso.