Campo Grande, Quarta-Feira , 22 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: andre-cance

Levado na semana passada para colocar tornozeleira, André vai ficar livre do monitoramento eletrônico
André Puccinelli (PMDB) não precisa mais pagar a fiança de R$ 1 milhão até segunda-feira para evitar a prisão e também vai ficar livre da tornozeleira eletrônica que está usando desde a semana passada, quando a Polícia Federal deflagrou a quarta fase da operação Lama Asfáltica em Campo Grande. A decisão é do desembargador Paulo Fontes, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) com sede em SP e jurisdição em MS, que acatou pedido de habeas corpus feito hoje pela defesa.
 
A defesa alegou ao TRF3 que o ex-governador que está com os bens bloqueados pela Justiça Federal não teria como pagar a fiança. O desembargador que concordou com a alegação é o mesmo que mandou soltar dois dos três presos na operação: ontem liberou o ex-secretário adjunto de Fazenda do ex-governador, André Cance; e hoje mandou soltar o dono da Gráfica Alvorada, Mirched Jafar Júnior.
 
O advogado Eduardo Mendonça Alvarenga, do escritório Mariz de Oliveira, de São Paulo, disse ao site Campo Grande News que o argumento usado para pedir a retirada da tornozeleira eletrônica foi o fato de que André Cance foi libertado ontem sem a exigência de uso do aparelho de monitoramento. A defesa do professor e ex-coordenador de Administração da Secretaria Estadual de Educação, Jodascil da Silva Lopes, que permanece preso, deve apresentar pedido semelhante ao dos demais ao tribunal.



André Cance, acompanhado de advogado, ao deixar o centro de triagem do Presídio de Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 16 Maio 2017 às 17:44 - em: Principal

André Cance, que foi ex-secretário-adjunto de Fazenda do governo de André Puccinelli e preso na semana passada na quarta fase da Operação Lama Asfáltica, da Polícia Federal, foi solto na tarde de hoje em Campo Grande. O habeas corpus foi concedido pelo desembargador Paulo Fontes, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, sediado em SP com jurisdição em MS, a pedido do advogado José Wanderley. Advogados do dono da Gráfica Alvorada, Mirched Jafar Júnior, outro preso na operação, também pediram alvará de soltura e aguardam decisão do TRF3.