Campo Grande, Sexta-Feira , 24 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Posts com a tag: alcides-bernal

Alegação de juiz para devolver ao TJ caso sobre cassação de Bernal seria que Siufi, agora deputado, tem foro privilegiado

Postado por Marco Eusébio , 03 Novembro 2017 às 09:00 - em: Principal

O caso sem fim da investigação da Coofee Break que concluiu que empresários e vereadores de Campo Grande teriam se unido para cassar o prefeito Alcides Bernal e tomar o poder administrativo e financeiro de Campo Grande continua na enrolação. O jornal Correio do Estado divulga hoje que o processo foi devolvido ao Tribunal de Justiça pelo juiz Marcio Alexandre Wust, sob alegação de que um dos vereadores da época, Paulo Siufi (PMDB), tem foro privilegiado por ser deputado estadual. Ele assumiu no início do ano a vaga do primo Marquinhos Trad, eleito prefeito da Capital. O MP estadual,diz o jornal, entrou com recurso.




Ulisses Duarte, Ricardo Ayache e Alcides Bernal. 'Podemos fazer um projeto juntos', disse o ex-prefeito da Capital

Postado por Marco Eusébio , 25 Outubro 2017 às 18:00 - em: Principal

Alcides Bernal, presidente regional do PP, visitou hoje o médico Ricardo Ayache (PSB), acompanhado de Ulisses Duarte, presidente estadual da Fundação Milton Campos, ligada ao partido. "Falamos sobre a política de MS, as dificuldades dos gestores públicos que necessitam de respaldo técnico e político e sobre a necessidade de renovação, mas com experiência" disse o ex-prefeito de Campo Grande ao Blog. Sobre possível união, Bernal respondeu: "Conhecemos os problemas e as soluções. Podemos fazer um projeto juntos. Que passa pela eleições de 2018". Consultado, Ayache foi econômico nas palavras: "Foi uma visita de cortesia em que falamos sobre a conjuntura política."




Alcides Bernal, sobre apartamento: 'Nesse caso eu me endividei por 25 anos e não enriqueci'

Postado por Marco Eusébio , 29 Setembro 2017 às 19:30 - em: Principal

"Talvez eu deixe a política, pois a perseguição é desmedida e implacável. O que me dá força são a fé em Deus e o incentivo do povo", declarou o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), depois de ter de R$ 2.568.000 de seus bens bloqueados pelo juiz Alexandre Antunes da Silva, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), por meio do promotor Marcos Alex Vera, em ação que apura suposto enriquecimento ilícito na compra de apartamento em 2013, três meses depois de assumir o cargo. "Nesse caso eu me endividei por 25 anos e não enriqueci", disse Bernal site CapitalNews. Leia mais aqui.




Bernal diz que vai mostrar, com provas documentais, que não houve irregularidade na compra de apartamento

Postado por Marco Eusébio , 23 Setembro 2017 às 13:00 - em: Principal

O Ministério Público Estadual pediu à Justiça o bloqueio de R$ 2,5 milhões do ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal, com base em inquérito que aponta sua evolução patrimonial de 2011 a 2013, que chegou a 141%. O promotor Marcos Alex Vera cita na ação por improbidade administrativa a compra de um apartamento por R$ 1,5 milhão em março de 2013, dando R$ 642 mil de entrada e financiando R$ 858 mil, três meses após ter assumido o cargo de prefeito. 
 
Conforme o MP, o valor de apartamentos no local, à época, girava em torno de R$ 2,8 milhões. Poucos meses depois, Bernal vendeu o imóvel por R$ 2,3 milhões. "Ou seja, não seria possível, em curto espaço de tempo, a valorização do imóvel em R$ 800.000,00, o que reforça indícios de que o valor declarado na compra do apartamento pelo demandado foi subfaturado", diz o promotor. 
 
Procurado, Bernal disse que não foi notificado, e prometeu mostrar, com provas documentais, não haver qualquer irregularidade na compra do apartamento, onde não chegou a morar. "Mas por que eu não poderia comprar um apartamento financiado. Só porque é em um lugar considerado por alguns como bairro nobre?", questionou o ex-prefeito. "De qualquer forma confio no Judiciário e espero ter o direito de ampla defesa", acrescentou Bernal. (Com informações do Midiamax)



André Puccinelli na lista de lideranças partidárias com quem Bernal anda conversando sobre as eleições de 2018

Contrariando a imagem de não ter diálogo, que foi uma de suas marcas quando prefeito, Alcides Bernal anda conversando com muita gente de olho nas eleições de 2018 na condição de presidente regional do PP. Já andou falando com João Leite Schimidt, do PDT, com o ex-deputado Biffi (ainda do PT) e com os presidentes do Podemos, Cláudio Sertão; do PMN, Máximo Brasil; e do PROS, Abrão Malulei. E, conforme orientação do PP que em nível nacional segue alinhado ao PMDB, Bernal esteve ontem com um de seus mais famosos desafetos, o ex-governador André Puccinelli.




Progressistas durante a convenção que elegeu Bernal presidente da sigla, na sede do PP em Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 14 Agosto 2017 às 17:45 - em: Principal

Mudando de nome para Progressistas (leia aqui), o PP elegeu como presidente da sigla em MS por dois anos Alcides Bernal, que vinha respondendo pela comissão provisória. Na convenção realizada na sexta-feira em Campo Grande, o  ex-prefeito falou em reforçar a legenda para as eleições de 2018 e reforçou sua disposição de ser candidato. Embora diga que ainda não definiu qual cargo pretende disputar, cogita concorrer a uma cadeira de deputado federal. Para as eleições majoritárias, os progressistas colocam o nome do delegado de Polícia Civil, Moura Fé, como pré-candidato e dizem estar abertos à possíveis alianças com outros partidos.




Presidente do PP em MS, Alcides Bernal aprovou novo nome do partido: 'Retrata melhor nossos ideais e idéias'

Postado por Marco Eusébio , 14 Agosto 2017 às 14:20 - em: Principal

O Partido Progressista (PP) trocará de nome: passará a se chamar Progressistas, seguindo a tendência de tirar o 'partido' dos nomes das legendas, assim como o Avante (ex-PTdoB), Podemos (ex-PTN) e Patriota (ex-PEN). A mudança agradou o ex-prefeito de Campo Grande e presidente do PP em Mato Grosso do Sul: "Acho bom. Retrata melhor os nossos ideais e idéias", disse o Alcides Bernal hoje ao Blog.




Nelsinho e Zeca para o Senado: 'dobradinha' cogitada pelo petista foi criticada pelo ex-prefeito Bernal

Postado por Marco Eusébio , 15 Julho 2017 às 13:30 - em: Principal

Uma possível união do deputado federal Zeca do PT e o ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PTB) em "dobradinha" para as duas vagas de MS no Senado em disputa nas eleições do ano que vem, foi criticada hoje pelo também ex-prefeito Alcides Bernal (PP). 
 
"Pega muito mal essa aliança. O povo não vai entender como pessoas tão antagonistas estão juntas", disse o progressista ao repórter Paulo Fernandes, do site Midiamax. "Mas eu acho bom porque já mostra quem são" emendou. No ano passado, Bernal apoiou Marquinhos Trad (PSD), irmão de Nelsinho, à sua sucessão. Embora exótica, a parceria não foi rejeitada pelo eleitor. Marquinhos acabou eleito. 
 
A suposta "dobradinha" com Nelsinho foi revelada por Zeca ao repórter no começo do mês (leia aqui), quando o ex-governador disse que falou de seu projeto a Lula, ao se reunir com o ex-presidente em ato do PT nacional em SP. 
 
Bernal, que completou ontem 50 anos, pretende disputar uma cadeira de deputado federal, mas não descarta voltar a concorrer ao Senado. A decisão sobre candidaturas, ponderou, só deve ocorrer no ano que vem.



Bernal escreveu seu endereço no Facebook e postou vídeo afirmando que vai hoje ao Tribunal de Contas

Postado por Marco Eusébio , 12 Julho 2017 às 14:30 - em: Principal

Depois de saber que está sendo "procurado" pela Corte Fiscal que divulgou em seu diário oficial que ele estaria em local "incerto e não sabido", o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), postou hoje seu endereço no Facebook com um vídeo em que afirma: "Hoje mesmo estarei no Tribunal de Contas procolando o meu endereço, que é o mesmo, pra que esse mal entendido não ocorra. O meu respeito à todas as autoridades, inclusive do Tribunal de Contas do Estado." Veja o vídeo.




Fotos de ruas do Bairro São Brás, em Dourados, enviadas hoje por morador ao repórter Nicanor Coelho

Postado por Marco Eusébio , 05 Junho 2017 às 15:40 - em: Principal

Embora pouco divulgada, a herança administrativa herdada por Délia Razuk (PR) em Dourados não se mostra tão diferente da que Marquinhos Trad (PSD) diz ter recebido do antecessor Bernal (PP) em Campo Grande, conforme amplante mostrado pelo noticiário no primeiro semestre. Além de buracos nas ruas decorrentes da velha pavimentação raramente recapeada para fomentar a fagemigerada indústria sem fundo dos tapa-buracos, a prefeita da segunda maior cidade do estado começa a exibir mazelas recebidas do antecessor Murilo Zauith (PSB). Como o "calote na Previdência" divulgado hoje (veja aqui) pelo repórter Nicanor Coelho no Midiamax.