Campo Grande, Segunda-Feira , 19 de Fevereiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br

Papo de Arquibancada

Postado por Marco Eusébio , 26 Fevereiro 2009 às 13:11 - em: Papo de Arquibancada

Em Presidente Prudente (SP) onde o Corínthians permanece até sábado, juntamente com os colegas, o centro-avante Ronaldo fez o reconhecimento do gramado. Há quem diga, porém, que o gramado, por sua vez, ficou assim meio na dúvida na hora de reconhecer o Fenômeno...




Postado por Marco Eusébio , 26 Fevereiro 2009 às 12:58 - em: Papo de Arquibancada

Em Campo Grande, Zeca do PT e os Trad - Nelson pai, Nelson filho e Fábio - voltaram a ter esperança. O Botafogo eliminou o Flu e disputará a final da Taça Guanabara contra o Resende. Não sabe quem é o Resende? Aquele que despachou o Fla.




Postado por Marco Eusébio , 24 Fevereiro 2009 às 15:49 - em: Papo de Arquibancada

(...) Infelizmente, estamos em uma cidade que nos dá as costas, até mesmo para um clube como o nosso. Grandes redes, vultuosos empresários (supermercados, calçados, redes de medicamentos, setor automobilístico, colchões, hotéis, transporte, jornais, redes de televisão), políticos e até mesmo grande parte de se é assim posso chamar torcedores, não tem contribuído com 1 centavo sequer, uma vergonha!(...)” - diz Antonio Vieira, presidente do Operário, em artigo "desabafo" publicado no site do clube.

Cá entre nós operarianos, Tony... Muita gente já cansou de contribuir e ver a grana sumir na mão de gente que só pensa em tentar faturar revelando jogador pra time grande, vide o recém-propalado conto do santo Gabriel. Enfim, na hora que houver seriedade e credibilidade, empresários e torcedores “de verdade” (que existe sim, mas não são otários e deixaram de acreditar em conto de vigários) terão boa vontade em voltar a colaborar!




Postado por Marco Eusébio , 24 Fevereiro 2009 às 15:35 - em: Papo de Arquibancada

Flamenguistas campo-grandenses como o jornalista Jorge Franco, da TV Brasil Pantanal, andam decidindo no cara ou coroa se aproveitam a rara chance de ver o Mengo jogar no Morenão, no dia 4 de março, contra o Ivinhema, ou não vão correr o risco de ver ao vivo a ampliação da crise do rubro-negro carioca depois que o clube foi batido pelo “poderoso” Resende por 3x1 e eliminado das finais da Taça Guanabara... A galera ivinhemense promete aproveitar a má fase do rival. E aos demais campo-grandenses, diante do Operário e Comercial em eterna má fase, resta torcer pro clube do interior...




Postado por Marco Eusébio , 24 Fevereiro 2009 às 15:06 - em: Papo de Arquibancada

Vascaínos saudosos não precisam mais perguntar “onde anda o Cocada?”, que em 1988 protagonizou no Maracanã o lance que iria se eternizar como a marca do bi-campeonato carioca do Vascão, quando aos 44 minutos do segundo tempo, logo depois de entrar no lugar de Vivinho, avançou com personalidade, driblou Edinho e encheu o pé esquerdo, pegou na veia e fez a bola entrar como um foguete no gol do Mengão. Um golaço que selava a sorte do campeonato e coroava a melhor campanha do Vasco. Cocada corria alucinado rodando a camisa na mão, em comemoração tão eufórica que acabou expulso. Depois de virar ídolo por cinco minutos... escafedeu-se do noticiário do futebol nacional. Pois é, Luís Edmundo Lucas Corrêa, o campo-grandense Cocada, irmão do atacante Muller, que levou o também campo-grandense volante Jean para o São Paulo, agora está no Corumbaense. Estreou neste início de semana na carreira de treinador, substituindo Heraldo Gonçalves.




Postado por Marco Eusébio , 23 Fevereiro 2009 às 15:19 - em: Papo de Arquibancada

A coisa que já não anda boa faz tempo para o Operário e o Comercial, os dois mais tradicionais clubes de futebol de Mato Grosso do Sul, parecem só piorar. Batidos por equipes do interior, os times da Capital estão fora da zona de classificação do estadual, depois de cinco rodadas. E olha que há cinco vagas para a segunda fase. O caso do Galo, sem patrocinador, é de pena no grupo B liderado pelo Itaporã. O Comercial, apesar de patrocínio e de alguns outros apoios, não engrena também no grupo A, liderado pelo Naviraiense (vide a tabela da FFMS). Desse jeito fica difícil querer torcedor no Morenão. Lastimável.


Postado por Marco Eusébio , 21 Fevereiro 2009 às 12:46 - em: Papo de Arquibancada

Para evitar as tradicionais confusões entre MT e MS em notícias sobre a Copa do Brasil, o site G1 da Globo fez recente matéria explicando a diferença entre o Misto de Três Lagoas (MS) e o Mixto de Cuiabá (MT). Esclareceu que o cuiabano, por ter 66 anos, leva a letra xis por causa da ortografia da época, e que o três-lagoense é grafado corretamente com a letra S por ter sido fundado em 1992, depois da reforma ortográfica anterior. Sei não, mas fiquei com uma dúvida: será que o repórter Victor Canedo, autor da tal matéria, conhece o sotaque cuiabano?




Postado por Marco Eusébio , 19 Fevereiro 2009 às 14:47 - em: Papo de Arquibancada

A difícil Libertadores começou comprovando: salto alto mais grama é igual tropeço. Imbatível no Paulistão, o Palmeiras suou pra perder só (?) de 3 a 2 pra LDU lá no Equador. O poderoso São Paulo, em casa, suou mais ainda pra arrancar um empate em um gol no finalzinho ao receber o colombiano Independiente Medellín. Enquanto isso, o mediano Sport, desdenhado pelo rival, pôs, literalmente, o Colo Colo no colo (desculpe amigo leitor, mas o trocadilho é inevitável). Venceu por 2 a 1 e poderia ser por mais, e lá na casa dos chilenos. É bom lembrar que o Verdão do rei da vaidade Luxemburgo anda com trauma desse tal Sport desde que perdeu por 2 a 0 para, é bom frisar, "os reservas" do Leão pelo Brasileirão em junho do ano passado, vai ter de pegar os pernambucanos na mesma chave. Caracas...


Postado por Marco Eusébio , 19 Fevereiro 2009 às 10:00 - em: Papo de Arquibancada


Postado por Marco Eusébio , 19 Fevereiro 2009 às 10:00 - em: Papo de Arquibancada

Depois de ter a vaga ameaçada pelo exército de volantes contratados pelo Tricolor Paulista, o campo-grandense Jean tem mostrado ser fundamental aos sistemas de defesa e de armação de ataque da equipe. E parece ter conquistado a confiança do técnico Muricy Ramalho. É um dos raros escalados em todos os jogos do clube no Paulistão. O recém-chegado Arouca ainda não convenceu. E Eduardo Costa, que seria a principal ameaça, nem em campo tem entrado