Deputado condenado em 2ª instância é preso ao desembarcar em Guarulhos

Deputado condenado em  2ª instância é preso ao desembarcar em Guarulhos
Legenda: Deputado catarinense João Rodrigues (PSD) diz que virou 'bode expiatório' para que Lula, condenado como ele pelo TRF, seja preso

Postado por Marco Eusébio , 08 Fevereiro 2018 às 11:34 - em: Principal

A Polícia Federal pretendeu hoje o deputado federal João Rodrigues (PSD) no Aeroporto de Guarulhos, quando ele desembarcou de Orlando (EUA), onde estava em viagem de férias com a família. Rodrigues foi condenado em 2009 pelo TRF4 a cinco anos e três meses de prisão, por fraude e dispensa de licitação quando foi prefeito de Pinhalzinho (SC). Como Rodrigues assumiu o cargo de deputado federal em 2011, o caso foi parar no Supremo que decidiu na terça-feira pela prisão imediata após condenação em segunda instância. Após a decisão, o deputado, nos EUA, disse que teria virado "bode expiatório" para que fosse determinada a prisão de Lula, também condenado pelo TRF4. Em vídeo na madrugada de hoje, o Rodrigues afirmou que iria reverter a decisão e seguiria de Orlando para o Paraguai, mas a PF soube da mudança de rota e, autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, avisou a Interpol. O deputado foi impedido de desembarcar no Paraguai, e teve de descer em Guarulhos, onde foi preso.