Campo Grande, Quinta-Feira , 18 de Janeiro - 2018


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br
Depois de a S&P rebaixar a nota de credito do Brasil, Marun diz que, sem reforma, país vai viver 'de rebaixamento em rebaixamento'

Postado por Marco Eusébio , 13 Janeiro 2018 às 09:00 - em: Principal

A tropa de Michel Temer vai usar o rebaixamento da nota de credito do Brasil feita nesta semana pela agência internacional de risco Standard&Poor's (S&P) como argumento para a aprovação da reforma da Previdência. "O ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) diz que a decisão da S&P corrobora o discurso de que, sem mudança, 'o país vai viver de rebaixamento em rebaixamento'", informa a coluna Painel, da Folha de S.Paulo.




Postado por Marco Eusébio , 13 Janeiro 2018 às 08:00 - em: Principal


Operação será realizada em todo o Brasil da tarde de sábado até a madrugada de domingo neste fim de semana

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 20:30 - em: Principal

Por meio de suas forças policiais Civil e Militar, Mato Grosso do Sul é um dos 23 estados que vão deflagrar neste sábado da Operação Lei Seca que marca o início das ações do calendário de mobilização nacional, visando diminuir os índices de acidentes decorrentes da combinação álcool e direção. A iniciativa faz parte do Fórum Permanente das Operações Lei Seca. As blitze acontecerão simultaneamente em todo Brasil das 16h de sábado até às 4h da manhã de domingo. As rodovias estaduais também terão operações realizadas pelo 14º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv). Em 2017, a operação abordou 19,3 mil motoristas pelo País, dos quais 2,5 mil com sintomas de embriaguez.



Nelsinho, Olarte e Bernal: acusados de improbidade administrativa pelo Ministério Público Estadual

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 18:30 - em: Principal

O juiz David de Oliveira Gomes Filho, 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos da Capital, determinou o bloqueio de pouco mais de R$ 16 milhões em bens de três ex-prefeitos de Campo Grande: Nelsinho Trad (PTB), Alcides Bernal (Progressistas) e Gilmar Olarte (sem partido). A decisão, que atende pedido do Ministério Público Estadual (MPE-MS), em ação civil de improbidade administrativa no caso que apurou irregularidades e contratações fictícias de "funcionários fantasmas" em convênios com Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária e Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar). Cabe recurso.




Prefeitura de Jardim diz que é 'fake' anúncio de folia com suposto apoio municipal

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 17:45 - em: Principal

Em Jardim, a prefeitura divulgou aos foliões e demais interessados que não vai promover nem apoiar nenhum evento carnavalesco neste ano. O alerta foi emitido depois que começou a circular em redes sociais falso anúncio, conforme a assessoria municipal, de um evento denominado "Jardim Folia" informando ter suposto apoio da prefeitura. "Trata-se de um ato de má fé que não expressa verdade", diz o aviso municipal. O prefeito Guilherme Monteiro afirma que não há viabilidade para realizar uma festa com a qualidade e segurança, no momento, e adianta que a única festa prevista para este início de ano será em maio, em comemoração ao 72º aniversário da cidade.




Etanol e gasolina estão entre os produtos que mais pesaram na balança da inflação em 2017 na Capital

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 16:30 - em: Principal

A inflação em Campo Grande fechou o ano de 2017 em 2,6%, bem abaixo da meta inflacionária de 4,5%, estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), conforme o Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais (Nepes) da Uniderp. O índice foi o menor da série histórica do Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC-CG) desde 2006, quando ficou em 2,29%. O resultado incluiu também a inflação de dezembro, 0,42%, segundo maior porcentual em 2017, só inferior ao de 0,43% registrado em janeiro do ano passado. "A inflação ainda permanece controlada, o que indica que as medidas econômicas tomadas pelas autoridades estão surtindo os efeitos esperados. Também há que se que considerar que, em 2017, o Brasil colheu uma supersafra de grãos, o que possibilitou a estabilização e até a baixa em alguns produtos do grupo Alimentação, favorecendo a queda da inflação. Outros motivos são o alto desemprego no país, os juros ainda elevados e o grande endividamento da população, reduzindo a demanda, inclusive, em produtos de alimentação", explica o coordenador do Nepes-Uniderp, Celso Correia de Souza.




David e Marquinhos: coronel diz que definição de partido passa por conversa com o prefeito de Campo Grande

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 15:15 - em: Principal

Sobre especulações de que estaria indo para esse ou aquele partido para disputar uma vaga na Assembleia neste ano, o Coronel David (PSC) afirmou há pouco aqui ao Blog que está conversando com várias lideranças, entre elas o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, e que não tem nada definido, por enquanto. 
 
– "A única coisa certa, é que, seja em que partido estiver, apoio o Bolsonaro para presidente". 
 
O coronel poderou, entretanto, que "a entrada de Bolsonaro no PSL será um ponto decisivo" para ele escolher o novo partido. 
 
Por fim, o David avisou: 
 
– "Não escolho nada enquanto não definir minha conversa com o Marquinhos. Questão de educação e respeito com quem iniciei uma conversa."



Presidenciável da direita e o petista Paulo Pimenta afirmam no Twitter que ataques à Bolsonaro visam eleger Alckmin

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 14:00 - em: Principal

Adversários, os deputados Jair Bolsonaro (RJ) e Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara, concordam em uma coisa. Sobre a "guerra" da Folha com o presidenciável de direita, ambos postaram nas redes sociais que os ataques visam ajudar a eleger o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) como sucessor de Michel Temer. 
 
Bolsonaro, entre outras postagens no Twitter, exibiu imagem extraída do Facebook do tucano dizendo que Alckmin é o "pré-candidato preferido dos leitores da Folha" e escreveu: "Só não entende quem não quer! Extraído do FaceBook do próprio Governador. Parabéns Folha de São Paulo pela força ao seu patrão."
 

Paulo Pimenta, também no Twitter, disparou: "Não se iludam com a grande mídia atacando Bolsonaro. Sua verborragia criminosa de extrema-direita é notória há mais de 20 anos e o atacam agora não por combater racismo, homofobia, misoginia ou xenofobia, mas para que ele não atrapalhe os tucanos nas #eleições2018"

Vejam as postagens abaixo:




Em vídeo no Facebook, Bolsonaro diz à repórteres que 'mamata de milhões da Folha durante governos do PT petistas deixará de existir'

Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 13:00 - em: Principal

Em "guerra" contra a Folha de S.Paulo desde o jornal divulgou neste início de ano que sua famíllia "multiplicou seu patrimônio após entrar na política", Jair Bolsonaro contra-ataca nas redes sociais. Ao responder a uma repórter do jornal que o abordou ontem em frente à sua casa em Angra dos Reis (RJ) questionando como ele usou o auxílio-moradia de R$ 4.253,00 que a Câmara paga aos parlamentares (além dos R$ 33.763 de salário), mesmo tendo imóvel próprio em Brasília, Bolsonaro ironizou: 
 
– "Como eu estava solteiro naquela época, esse dinheiro de auxílio-moradia eu usava para comer gente. Tá satisfeita agora ou não?". 
 
Sobre a divulgação do seu patrimônio pela Folha, Bolsonaro reclamou o fato de incluírem os bens dos filhos e disse que logo vão querer falar da mãe dele. "Se meu filho assaltar um banco ou ganhar na Mega Sena agora, é problema dele, não é meu", disparou. Hoje no Facebook, Bolsonaro postou o vídeo abaixo em que diz à reporter que a "mamata de milhões da Folha durante os governos do PT vai deixar de existir".




Postado por Marco Eusébio , 12 Janeiro 2018 às 12:15 - em: Principal