Campo Grande, Segunda-Feira , 20 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br


Temer desiste de novo 'imposto sindical'

Reprodução Temer desiste de novo 'imposto sindical'
Pressionado pelo presidente da Câmara, Michel Temer desistiu de incluir contribuição para sindicatos em MP

Postado por Marco Eusébio , 07 Novembro 2017 às 11:00 - em: Principal

Após pressão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é contra a medida, Michel Temer não vai propor por meio de medida provisória (MP) alternativas de custeio para sindicatos que deixarão de receber o imposto sindical a partir da próxima semana, com a entrada em vigor da reforma trabalhista no sábado. A proposta que deve ser enviada até sexta-feira ao Congresso não incluirá a contribuição assistencial, defendida pelas centrais sindicais para amenizar o impacto no caixa dos sindicatos. Temer deve fazer a proposta no futuro, em projeto de lei, o que tornaria grande a possibilidade de ser barrada pelos deputados. As centrais negociam com parlamentares incluir na proposta que será publicada na sexta pelo menos uma regra de transição para o fim do imposto, em um período de seis anos, com três anos de carência, mantendo a cobrança até 2020. Nos três anos seguintes, o tributo seria reduzido gradualmente. (Com informações da Folha de S.Paulo)



Deixe seu comentário