Campo Grande, Sábado , 16 de Dezembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br


Mato Grosso do Sul vai triplicar compra direta de gás da Bolívia, diz Azambuja

Divulgação Mato Grosso do Sul vai triplicar compra direta de gás da Bolívia, diz Azambuja
Pedro Taques, Tião Viana, Evo Morales, Reinaldo Azambuja e Confúcio Moura posam para foto após reunião hoje em Brasília

Postado por Marco Eusébio , 05 Dezembro 2017 às 14:20 - em: Principal

Mato Grosso do Sul deve ampliar, a partir do início de 2018, a compra direta do gás natural boliviano dos atuais 600 mil m³ por dia para 2 milhões de m³/dia, para a termelétrica que está sendo implantada na divisa de Corumbá e Ladário. O acordo foi definido hoje pelo governador Reinaldo Azambuja, em reunião com Evo Morales, em Brasília, onde o presidente da Bolívia faz nesta terça-feira visita oficial a Michel Temer. Participaram do encontro os governadores Pedro Taques (MT), Confúcio Moura (RO) e Tião Viana (AC), estados que também fazem fronteira com a Bolívia e têm interesse no gás. O acordo será oficializado em Puerto Ustarez (Beni), no dia 30 de janeiro. "Vamos firmar o memorando de entendimento, que vai ter aval do governo federal, e com isso o estado ganha uma fonte de energia competitiva para atrair novos investimentos", disse Azambuja. "O Governo do Estado repassará o gás à iniciativa privada, sem onerar os cofres públicos e gerando receita com a venda e a arrecadação (12%) do ICMS", emendou.




Deixe seu comentário