Campo Grande, Sexta-Feira , 20 de Outubro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br


Em nova denúncia ao STF, Janot acusa Temer de chefiar 'quadrilhão' do PMDB

Fotos Reprodução Em nova denúncia ao STF, Janot acusa Temer de chefiar 'quadrilhão' do PMDB
Michel Temer vai precisar de novo do apoio dos deputados para se livrar de nova denúncia de Rodrigo Janot

Postado por Marco Eusébio , 14 Setembro 2017 às 19:00 - em: Principal

Em sua derradeira semana como procurador-geral da República, Rodrigo Janot deu sua última "flechada" e apresentou hoje ao Supremo sua segunda denúncia contra Michel Temer, em que acusa o presidente de organização criminosa e obstrução de Justiça chefiando o chamado "quadrilhão" do PMDB. Também são alvo da denúncia os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco, os ex-ministro Geddel Vieira Lima, o ex-deputado e ex-ministro Henrique Alves, os ex-deputados Eduardo Cunha e Rocha Loures, e os empresários Joesley Batista e Ricardo Saud.
 
Na denúncia, Janot afirma que Temer e os peemedebistas citados formaram um núcleo político para cometer crimes contra empresas e órgãos públicos e receberam propinas que, somadas, superam R$ 587,1 milhões. Janot diz ainda que "diversos elementos de prova" apontam Temer no "papel central" da organização criminosa desde quando integrava a base do governo Lula. 
 
Para analisar a denúncia, o Supremo precisa de autorização da Câmara onde o presidente tem apoio da maioria dos deputados. Em agosto, os parlamentares rejeitaram a primeira denúncia de Janot contra Temer por corrupção passiva. Hoje, ao comentar a nova denúncia, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse que o caso "é grave" e deve paralisar a Casa.



Deixe seu comentário