Campo Grande, Sábado , 18 de Novembro - 2017


Email: marcoeusebio@marcoeusebio.com.br


AGU faz 'blitz' em MS para saber como prefeitura consegue pagar 16º salário

Fotos Igor Santana e Francisco Rodrigues/O Estado MS Reprodução AGU faz 'blitz' em MS para saber como prefeitura consegue pagar 16º salário
A 'chefe de controle de gastos' Liliana, e a reunião dos técnicos da AGU com secretários de Costa Rica

Postado por Marco Eusébio , 04 Novembro 2017 às 14:00 - em: Principal

Um inspeção de surpresa foi feita por técnicos do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (AGU) em uma prefeitura do interior de Mato Grosso do Sul. O motivo da "fiscalização", entretanto, foi diferente. A equipe ficou por três dias na cidade, duas semanas atrás, tentando entender como a gestão do prefeito Waldeli dos Santos Rosa, em Costa Rica, consegue economizar nos gastos, fazer sobrar dinheiro em caixa e até pagar o "décimo sexto salário" para professores da rede municipal e usar essas informações para servir de modelo a outros municípios brasileiros.
 
A subsecretária de Administração, Liliana de Campos, que na prática atua como "chefe do controle de gastos", explicou ao jornal O Estado MS que o "segredo" da gestão não se trata de mágica e consiste em três atitudes: transparência, controle social efetivo e responsabilidade fiscal. "Todo dia no 'Diário Oficial' publicamos algo parecido com um livro-caixa, que é o nosso boletim de contas. O Waldeli é muito exigente quanto à transparência e ao controle dos gastos. Todo funcionário público sabe que aqui os gastos são obrigatoriamente diminuídos cada vez que uma operação é realizada, ou pelo menos mantidos de patamar. Outro ponto importante é o feedback. Não há processo sem avaliação", disse Liliana.
 
Leia mais aqui em pdf no site de O Estado MS.



Deixe seu comentário